Conecte-se agora

Criança vítima de explosão volta para casa na quinta-feira; menino precisa de um aparelho

Publicado

em

O pequeno Paulo Vitor Ferreira da Silva, de 4 anos, que estava com os pais na explosão do barco no Rio Juruá, vai ter alta do Hospital João XIII, em Belo Horizonte, e volta para o Acre na quinta-feira, 8. Ele e outras 6 pessoas (incluindo outras vítimas da explosão), chegarão no avião da Força Aérea Brasileira — FAB.

O menino vai ficar com parte da família em Cruzeiro do Sul por seis meses, até voltar para casa no Seringal Triunfo, que fica há duas horas de barco de Marechal Thaumaturgo.

Ele foi submetido a várias cirurgias, incluindo uma traqueostomia e plásticas.

A traqueostomia, a que o menino foi submetido por estar com as vias respiratórias queimadas, é uma intervenção cirúrgica que consiste na abertura de um orifício na traqueia e na colocação de uma cânula para a passagem de ar.

Por causa da traqueostomia, Paulo Vitor terá que usar um aspirador cirúrgico de secreção portátil, que custa R$ 500 e a família não conseguiu ainda. Natiele Silva, 25 anos, prima do menino diz que “a família está decidindo o que vai fazer. Decidimos tudo juntos”.

Os pais de Paulo Vitor, Valdir Torquato e Jocicleia Ferreira da Silva, morreram vítimas da explosão do barco com poucos dias de diferença. Ele tem 12 irmãos e vários outros parentes em Cruzeiro do Sul e no Triunfo.

A família estava no barco em Cruzeiro, que seguiria para Marechal Thaumaturgo e que era abastecido com 5 mil litros de gasolina. A embarcação explodiu devido às faíscas de uma bateria manuseada na hora do abastecimento do combustível.

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas