fbpx
Conecte-se agora

Sem emitir DOF há dias, indústrias reclamam de prejuízos

Publicado

em

Problemas no site do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Renováveis (Ibama) têm impedido a emissão do Documento de Origem Florestal (DOF) e, consequentemente, causado uma série de prejuízos aos setores da indústria acreana que necessitam de madeira como matéria-prima.

Além do segmento madeireiro, um dos ramos mais atingidos é o de olaria e cerâmica. De acordo com o presidente do Sindicato das Indústrias de Olaria do Estado (Sindoac), Márcio Agiolfi, empresas da área necessitam do DOF para transportar a lenha, e, 80% desse material, vem de Rondônia.

“O fato dessa matéria-prima vir do Estado vizinho já dificulta o transporte. E com essas falhas no Sistema DOF, todo o setor fica paralisado. Em pleno verão, período em que temos nossa maior demanda, já há registro de indústrias com atividades suspensas há três dias, o que preocupado toda uma cadeia produtiva. Se não houver uma solução de imediato, haverá demissões em diferentes setores”, reclama Agiolfi.

Em busca de solução para o problema, a Federação das Indústrias do Acre (FIEAC) entrou em contato com o Ibama cobrando um posicionamento do órgão sobre a situação. Em resposta, o Instituto informou que o sistema tem previsão de que seja normalizado até às 18h desta segunda-feira, 29.

Propaganda

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas