Conecte-se agora

Gladson quer que banco compre dívida do Acre de R$ 3,7 bilhões

Publicado

em

Após a extensa programação da abertura da ExpoAcre 2019 neste último final de semana, o governador Gladson Cameli, acompanhado da secretária de fazenda, Semirames Plácido, cumpre agenda em Brasília (DF), com o intuito de renegociar a dívida do Estado que atualmente está na casa dos R$ 3,7 bilhões. O governo desembolsa todos os meses mais de R$ 45 milhões para amortização da dívida.

Em reunião com representantes do Tesouro Nacional, a expectativa é que o Estado efetive uma nova operação de crédito em que as instituições financeiras comprem a dívida e o Estado tenha apenas um credor que dê um prazo de no mínimo um ano de carência e que também diminua a taxa de juros pela metade.

“Essa ação daria uma economia de cerca de R$ 500 milhões aos nossos cofres por ano. Atualmente a nossa avaliação de bom pagador tem nota B do Tesouro Nacional. Isso prova que estamos no caminho certo e a União será a nossa fiadora nessa operação de crédito”, destacou o governador, informando ainda que no prazo de máximo de 60 dias espera escolher o banco que oferecer a melhor proposta para o governo.

O ac24horas apurou que os bancos que se mostraram interessados na proposta foram o Banco do Brasil, Caixa Econômica e o BTG Pactual. Com a economia inicial de R$ 500 milhões, o governo do Acre pretende que os recursos sejam utilizados para a realização de concurso público e o chamamento dos candidatos aprovados em vários certames do Estado.

“Além disso, o objetivo é injetar dinheiro na construção cívil para gerar emprego e renda”, informou o governador, enfatizando que a medida só é possível devido as medidas de austeridade tomadas no início de sua gestão.

Propaganda

Acre

Índia Venezuelana mendigando nas ruas de Rio Branco chama atenção

Publicado

em

“Preciso de ajuda para comprar comida e fralda para meu filho”. É com esta frase, escrita em um pedaço de papelão, que uma indígena venezuelana circulou com seu filho nos braços entre os carros e motos nas ruas da capital acreana para pedir ajuda.

A senhora chegou ao Acre fugindo da crise na Venezuela e trouxe o seu único filho. A fotografia foi registrada por Sérgio Vale na manhã desta segunda-feira (14) no Centro.

Continuar lendo

Acre

Secretária chora ao se deparar com burocracia no serviço público

Publicado

em

Chora, pequena! Este parece ser o jargão que mais combina com a situação pela qual a secretária estadual, Eliane Sinhasique, vem passando desde o início da gestão do governo Gladson Cameli. Segundo ela, não foram poucas as vezes em que se pegou chorando, literalmente, em seu gabinete devido às “travas” impostas pela burocracia que impera no andamento dos serviços públicos.

Diante das dificuldades enfrentadas na secretaria de Empreendedorismo e Turismo do Acre, Sinhasique diz chorar. “Já chorei por contas das coisas não estarem andando, aborrecida das coisas não saírem como planejado, etc.”, elencou a gestora.

De acordo com a secretária, é difícil assimilar que seu tempo não é o mesmo tempo da burocracia. “Sinto que o governador Gladson também sofre com isso. Preciso aprender a sentar, repisar e aceitar que as coisas não são como gostaríamos que fossem”, lamentou a secretária durante entrevista na Rádio Aldeia FM nesta segunda-feira (14).

A secretária endossou o assunto esclarecendo que já chegou a passar mal de saúde por não se contentar com a morosidade no serviço público. “Se a gente não se acalmar, adoece. A gente quer que a coisa flua e não flui, então é respirar e dar continuidade”.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.