Conecte-se agora

Cada um no seu quadrado

Publicado

em

O vice-governador Major Rocha não pode ser criticado por trabalhar para que o PSDB tenha candidatos a prefeitos e vereadores num maior número de municípios. Pelo simples fato de que tem o direito de buscar meios a que os tucanos aumentem o tamanho do ninho para abrigar novas adesões. Os candidatos que escolher, estes podem ser criticados, porque o contraditório é da democracia. Na política, o partido que não procura ampliar os seus horizontes definha. E como na eleição do próximo ano não teremos mais as famigeradas coligações proporcionais, torna-se quase que obrigatório à sobrevivência dos partidos a que estes tenham candidatos próprios ás prefeituras. Em 2020, será cada qual no seu quadrado.

UM NICHO PODEROSO

O vice-governador Major Rocha sabe também que, se tiver uma prefeitura como a de Rio Branco com um prefeito do seu partido, terá uma carta forte para jogar na mesa da sucessão estadual em 2022. Seja nas hipóteses da disputa do Senado ou mesmo do governo. É o jogo. 

UNIDADE FICA MAIS DIFÍCIL

Exatamente pelo fim das coligações proporcionais é que fica difícil a que grupos políticos em uma aliança tenham uma candidatura de unidade. Trata-se de sobrevivência partidária.

NÃO DEIXOU PARA DEPOIS

Um fato a se registrar foi o dinamismo das equipes da SEMSUR – Garis e Margaridas, durante a cavalgada que abriu a EXPOACRE. As comitivas e cavaleiros vinham passando e a turma da prefeitura limpando a rua em seguida, não deixou para depois. Ponto para a Socorro Neri.

CONVITE NA MESA

A vereadora Janaína Furtado (REDE) não será candidata à prefeitura de Tarauacá pelo partido PROGRESSISTA, se não quiser. Convite recebeu da senadora Mailza Gomes, presidente da sigla.

NOIVA COBIÇADA

A vereadora Janaína Furtado (REDE) é a noiva cobiçada da eleição do próximo ano para a prefeitura de Tarauacá. São muitos os partidos que sonham com sua filiação e candidatura. 

CONDIÇÃO PRINCIPAL

Caso a vereadora Janaína Furtado queira disputar para valer, ela tem que entrar num partido que tenha estrutura e uma boa chapa de candidatos a vereadores. Fora isso é uma aventura.

A BALA COMEU

Enquanto se comemorava a abertura da EXPOACRE, a bala estava comendo na cidade, com duas execuções e cinco feridos na perigosa Baixada da SOBRAL. Uma violência incontrolável.

PELO AMOR DE DEUS!

E não venham com números comparativos, contra fatos como estes não há ponderação.

CARA DO DESEMPREGO

Ontem, no jogo Atlético Acreano x Remo voltei a observar como é grande o número de jovens vendendo refresco, pipoca, água e salgadinhos na arquibancada. A cena que é vista em todas as partidas é a cara do desemprego no Acre. O dinheiro que corre ainda é o dos servidores.

NÃO PASSA DE PALIATIVO

Esse dinheiro que foi jogado do salário dos servidores do mês corrente, parte do 13º salário que o governo petista deu o calote e mais a metade do 13º salário da gestão estadual atual, movimenta a economia, mas é um paliativo. O que falta é o emprego na iniciativa privada.

PESSOAS INOCENTES

O problema deste enfrentamento entre bandidos e que na Baixada também moram famílias de bem e que ficam num fogo cruzado. Isso não vai se resolver com sobrevoos de helicóptero. 

NÃO HÁ COMO NÃO RECONHECER

Em que pesem as ações dos policiais no combate à criminalidade, Rio Branco continua a ser uma cidade violenta, muito violenta. A tão sonhada sensação de segurança ficou na promessa.

OUTRO GARGALO

Outro gargalo deste governo é a Saúde, continua a falta de médicos suficientes nas UPAS.

AS PRIORIDADES NA FRENTE

Este governo faz bem em buscar novas saídas econômicas para o Acre, como o agronegócio, mas antes tem de resolver prioridades importantes como as falhas na Saúde e na Segurança.

FORA DO FOCO

Conversei ontem com a ex-deputada Leila Galvão (PT) e voltou a reafirmar que não será candidata á prefeitura de Epitaciolândia e nem de Brasiléia, na eleição do próximo ano.

NÃO MEXEM UMA PEDRA

Os dirigentes do PCdoB e do PT não vão mexer uma pedra sobre a sucessão municipal, antes da prefeita Socorro Neri se pronunciar se disputará ou não a reeleição. Vão ter que espera r para o próximo ano, a prefeita tem sido clara de que só fala em eleição no próximo em 2020.

AS CARAS DA OPOSIÇÃO

O senador Márcio Bittar (MDB) e o ex-prefeito Aldemir Lopes serão as principais caras da organização da oposição em Brasiléia, na procura de um nome novo para brigar pela prefeitura do município. Bittar tem defendido nas reuniões que a oposição tenha candidatura única.

ALIANÇA FECHADA

Tinha dado em primeira mão, mas ontem tive a confirmação de que a aliança política entre o deputado Jonas Lima (PT) e a ex-deputada Leila Galvão (PT) é para valer e foca 2022.

CAMINHANDO PARA CONCLUSÃO

Os camelôs com lojas no entorno da parada central dos ônibus já vão começar a serem transferidos para acomodações provisórias ao lado do mercado central, para que entre em fase final a construção do Shopping Popular, que será a grande obra da prefeita Socorro.

RECEBIDO ENTRAVADO

A obra foi entregue entravada pelo ex-prefeito Marcus Alexandre, a atua l prefeita teve que fazer um empréstimo para tocar a conclusão do empreendimento, que vinha se arrastando. 

NINGUÉM MAIS QUE O ANTONIO PEDRO

Os seus discursos torraram a paciência dos jornalistas que cobrem os trabalhos legislativos da ALEAC, pedindo a ponte para Xapuri, ligando o centro da cidade ao bairro Sibéria. Mas valeu o esforço do deputado Antonio Pedro (DEM). A licitação deve sair até o fim deste ano. 

CONVERSA SOBRE POLÍTICA

Na conversa com um amigo do PT ontem num supermercado, a prosa foi a eleição do próximo ano. A sua avaliação bate com a deste BLOG, de que na eleição de 2020 o seu partido não estará refeito ainda do furacão que se abateu sobre a sigla na campanha passada, esmagando as principais lideranças. Foi a maior derrota da história do petismo desde a fundação no Acre.

COM MAIS ESTE AGRAVANTE

E com mais o agravante que depois de 20 anos o PT disputará uma eleição sem o cofre do governo estadual. E sem o surrado discurso: “nós prestamos e os adversários não prestam”.

UMA FRASE

Uma frase para reflexão do dia: “Política é a arte de governar com o máximo de promessas e o mínimo de realizações”. Júlio Camargo, escritor e ensaísta brasileiro.

NA ESTRADA DO MUNDO

A senadora Mailza Gomes (PROGRESSISTA) vem fugindo do mandato trivial. Postagem lhe mostra na aldeia Bananeira, no Festival Noke Koi da tribo Katukina, na companhia da viúva do ex-governador Orleir Cameli, dona Beatriz Cameli. 

UMA DO GRANDE MILLÔR

Uma frase do grande Millôr Fernandes: “As pessoas que falam muito, mentem sempre, porque acabam esgotando seu estoque de verdades”. Um bom domingo ao leitores do BLOG do CRICA




Propaganda

Blog do Crica

Petecão: “tenho medo de entrar nos bairros com tanta violência”

Publicado

em

O senador Sérgio Petecão (PSD), foto, entrou ontem em contato com o BLOG DO CRICA logo após o seu retorno ao Brasil, para dizer que se encontra chocado e alarmado com os relatos da violência que tomou conta da capital, com execuções quase que diárias, os assaltos em série, que pelo volume chegaram ao patamar do insuportável. “Atingiu a um ponto em que eu, que sempre transitei pelos bairros de Rio Branco sem segurança, dialogando com a população, hoje tenho medo de chegar a determinados bairros porque corro o risco de ser assaltado. O povo não suporta mais isso, está todo mundo com medo”, protestou. Na sua avaliação, não se justifica em que uma cidade relativamente pequena como Rio Branco, não se tenha colocado em curso um projeto eficaz para combater a violência. Na sua visão, é um equívoco se fazer ações esparsas para combater os grupos criminosos. “Deveriam ir limpando bairro por bairro, prendendo quem domina os bairros, e retornando a paz para os moradores”, defendeu Petecão. Eu sei é que da forma que se encontra, com o povo acuado, não pode continuar.

O CLIMA É DE MEDO MESMO

Ainda ontem, um grupo criminoso invadiu uma casa no Taquari, colocou todos para fora e tocou fogo no imóvel. Seis mortes em três dias. Não é mesmo para se ter medo de tudo isso?

NÃO SE PERDE O QUE NÃO TINHA

O presidente do PDT, deputado Luiz Tchê, não se abalou com a demanda dos vereadores do seu partido em Cruzeiro do Sul, que por uma ação do governador, se juntaram aos PROGRESSISTAS. “Não se perde do que não se tinha o domínio político”, ironizou Tchê.

PT NO JOGO 

O PT vai entrar no jogo da disputa da prefeitura de Marechal Taumaturgo, na eleição do próximo ano. O BLOG teve a confirmação de que o ex-prefeito Itamar de Sá deverá ser o candidato do PT a prefeito do município. Depois de anos afastado das eleições, voltará à ativa.

DIA 13, ÁS 13 HORAS

Para dar o troco aos petistas que diziam que, já no terceiro mês, ele não pagaria os salários dos servidores em dias, o governador quer que, no dia 13 (número do PT), às 13 horas, a segunda parcela do 13º salário dos servidores já esteja liberada em suas contas bancárias.

ESTAMOS NUMA DEMOCRACIA

Não me junto aos que condenam a oposição quando faz crítica ao governo. Foram eleitos para fiscalizar a nova gestão. Cabe à base do governo encontrar argumentos para rebater. Se na administração anterior não apontaram estes erros, não implica que não possam fazer agora.

UM ANO FOI FECHADO

O PT já é passado. Já foi punido pelas urnas com a perda do poder. As cobranças devem ser feitas é para quem está governando o Acre, culpar o PT não cabe mais, se quer são soluções.

FEITIÇO CONTRA O FEITICEIRO

O grupo do ex-deputado Jairo Carvalho (PSD) armou para expulsar do PSD o prefeito de Senador Guiomard, André Maia, e vai sair desta história desmoralizado. O BLOG tem a informação que a executiva regional do PSD não vai chancelar a expulsão de Maia

LIÇÃO DE VIDA

Acompanho os capítulos do livro do Panelada, pela rede social. Lição de vida. Instigante. Não sei o motivo de nenhum órgão cultural não ter bancado a edição da obra. Deve ser por não ter apadrinhamento político. Mas, quebrando paradigmas, ele está mostrando o seu trabalho.

DOIS PONTOS NESTA DEMISSÃO

Na anunciada demissão do diretor do DETRAN, Isaias Brito, há dois pontos: o primeiro, é ele ter o direito de se posicionar a respeito do que bem entender. O outro é que, num cargo de confiança, não poderia se manifestar contra uma decisão do governador. Para isso teria de pedir antes demissão do cargo. Ao não ser que criticou, porque já queria sair do governo.

NÃO QUIS FALAR

Procurei ouvir a opinião do ainda diretor do DETRAN, Isaias Brito, a publicação da sua demissão deve acontecer amanhã no Diário Oficial. Só quer falar após o ato formalizado.

CHOQUE INEVITÁVEL

Quem ficou numa situação constrangedora foi o vice-governador Major Rocha, de quem o diretor do DETRAN, Isaias Brito, é do seu círculo político mais próximo. Ficou difícil defender uma quebra de hierarquia. Ou vira moda secretário e cargo de confiança criticar o governador.

GUILHOTINA ACIONADA

O governador também acionou a guilhotina e demitiu todos os indicados pela presidente do SINTEAC, Rosana Nascimento, que estavam ocupando cargos no governo. Entre estes cargos e a categoria que preside; a Rosana, ao trombar com o governador, optou ficar com a categoria.

GRUPO DO PETECÃO

Mas, estas demissões não vão empurrar a presidente do SINTEAC, Rosana Nascimento, para os braços do PT, ela deve se filiar com seu grupo no próximo dia 21, no PSD, do senador Sérgio Petecão (PSD), que tem se mantido distante do bloco mais próximo do Palácio Rio Branco.

A BRIGA É UM EQUÍVOCO

O senador Petecão (PSD) disse ontem ao BLOG de que o governador tem o direito de nomear e demitir quem quiser, mas considera que foi um equívoco romper com a Rosana Nascimento, presidente de um dos maiores sindicatos do Acre, sem antes terem uma conversa política.

TODOS VÃO SE BENEFICIAR

Apenas marca posição parlamentares que se posicionaram contra o aumento do Fundo Eleitoral de 2 bilhões para e3,8 bilhões. Os contrários são minoria. Mas ao final, os que foram a favor ou contra, na eleição, vão todos se beneficiar destes recursos para as suas campanhas.

NENHUM VAI ABDICAR

Nenhum dirigente partidário ou parlamentar vai abdicar dos recursos deste FUNDÃO imoral.

PATIFARIA EXPLÍCITA

Como os políticos querem respeito? Tiram verbas da Saúde e Educação para formar um caixa para as suas campanhas. E neste jogo vira galhofa quando se vê parlamentar falando em nova política. Nova política com dinheiro público, tirado da Saúde e Educação? Ora, vão se catar!

DEBATE VAI ESCANCARAR

Neste congresso do PT que vai acontecer até o fim do ano, a discussão sobre se o partido deverá ou não ter candidato próprio para a prefeitura de Rio Branco, deverá se escancarar.

PONTOS NA MESA

O ex-deputado Léo de Brito (PT) comentou com o BLOG que, está afastado das discussões, mas acredita que a direção nacional do PT deve orientar sobre o partido ter candidatos próprios nas capitais. Acha que, mesmo o PT tendo perdido espaços na gestão da prefeita Socorro Neri, deve discutir o assunto com ela, para saber qual será a sua posição na eleição municipal.

DUAS DEFESAS

Léo de Brito (PT) defende que, caso o PT tenha candidato próprio á PMRB, quem do partido estiver em cargo de confiança na prefeitura deverá entregar o pedido de demissão. Mas, também defende quem ainda nesta situação, os vereadores do PT continuem na base da prefeita. 

JOGANDO NA FILIAÇÃO

Os dirigentes do PSD estão na esperança que no ato de filiação do próximo dia 21, o grupo do ex-deputado Ney Amorim deverá se filiar. Ney saiu do cargo de secretário de uma maneira nada republicana, e um dos poucos que lhe foi solidário foi o senador Sérgio Petecão (PSD).

PRIORIDADE

Sobre a posição do PSD na eleição de 2020, seus dirigentes garantiram ao BLOG de que a prioridade será ampliar a discussão para se formar uma aliança com a prefeita Socorro Neri, e que se tudo for fechado, neste caso, ela seria candidata à reeleição com o apoio do PSD.

NÃO É O DONO DA BOLA

Discordo das críticas de que, se alguma coisa não vai certo no governo o culpado é o chefe do gabinete civil, Ribamar Trindade. É apenas um cumpridor de tarefas do governo, não move uma palha sem antes ouvir a opinião do governador, embora lhe tenha sido dado liberdade.

QUESTÃO DE CONFIANÇA

Um governante tem que ter pessoas da sua confiança nas funções mais estratégicas da gestão, e no caso do governador, esta pessoa é o Ribamar Trindade. Qual o problema?

NÃO TEM A BIC

Outro ponto: o Ribamar Trindade não tem na sua mão a caneta que nomeia ou demite.

CONCORDANDO COM O TIÃO VITOR

Peço licença ao jornalista Tião Vitor, para reproduzir uma postagem de sua autoria, por concordar no seu inteiro teor: “A falência do jornalismo impresso entristece por muitos motivos. Entre eles está o desuso da charge. Sou do tempo em que uma boa edição não saia se não tivesse um bom editorial e uma boa charge”. Verdade, o jornalismo impresso definhou.

TALENTOS AO RELENTO

A derrocada do jornalismo impresso teve também uma colaboração muito grande para que não surgisse uma nova geração de chargistas, do porte de um Braga, de um Dim, e dos saudosos Emanoel e Zé Leite. Hoje, os chargistas, pelo menos no Acre, são talentos ao relento. 

FRASE DO DIA

“Fortuna perdida? Pouco se perdeu! Coragem perdida? Muito se perdeu! Honra perdida? Tudo se perdeu!” Ditado irlandês.  




Continuar lendo

Blog do Crica

Candidatura única à prefeitura é ficção 

Publicado

em

FOTO: SÉRIO VALE

O deputado Roberto Duarte (MDB) disse ontem ao BLOG DO CRICA de que o governo não conte com a hipótese de o MDB deixar de ter um candidato próprio a prefeito de Rio Branco, para favorecer uma candidatura única palaciana. “O MDB conversa política com qualquer partido, mas não estará na mesa de nenhuma discussão não se ter um nome próprio disputando a prefeitura. A decisão está tomada e sem volta”, disse ontem o parlamentar. A mesma tese já foi defendida pelo presidente do MDB, deputado federal Flaviano Melo, em outra ocasião a este BLOG. Com a deliberação emedebista, o sonho dos partidos aliados que estavam na coligação que elegeu o atual governo de saírem de nome único para a PMRB, vira uma peça de ficção. Até porque o SOLIDARIEDADE, com a deputada federal Vanda Milani (SD) e o PSDB com Minoru Kinpara, já se colocaram como candidaturas irreversíveis à sucessão municipal. A disputa da PMRB em 2020 terá pelo menos três candidatos do campo das siglas que na eleição passada estiverem juntas para eleger o governo. Cada um no seu quadrado.

QUESTÃO FECHADA

O MDB também tem questão fechada sobre a candidatura da deputada federal Jéssica Sales (MDB) para disputar o Senado em 2020. A postura do MDB é pavimentar uma raia própria.

PONTOS CLAROS

Não houve redução de salários e nem cortes nos cargos de confiança da prefeitura de Brasiléia. O que houve, segundo o secretário de Finanças, Tadeu Hassem, foi a retirada das funções gratificadas, as FGs, para fazer caixa em dezembro e janeiro, e em fevereiro dar um reajuste salarial aos servidores e atualizar o PCCR. Ou seja, se mirou no benefício ao coletivo.

NÃO MEXE NA APOSENTADORIA

A mudança do regime celetista para estatutário que foi aprovado na Câmara Municipal de Brasiléia – explica o secretário Tadeu Hassem – não mexe nas regras previdenciárias, a prefeitura não criará um regime próprio. E que, com o que a prefeitura vai economizar com o fim do recolhimento do FGTS e o fim das FGs, garantirá um aumento salarial em fevereiro.

MUITO JUSTA

Foi justa a homenagem da PMRB ao jornalista Silvio Martinello, um profissional com uma história de lutas, e com o qual dividi a redação da GAZETA por mais de uma década, quando o jornalismo impresso fervia no seu auge. É uma figura emblemática do jornalismo acreano.

DOIS MESTRES

Aliás, tive a sorte de participar das redações no comando do jornalismo político, com dois grandes mestres da imprensa escrita como diretores, ambos primorosos na arte do bem escrever e na conduta ética: José Chalub Leite no ORB e Silvio Martinelo na GAZETA.

 MOMENTO DIGITAL

E vivo um momento novo ajudando a embalar o sonho que virou realidade do projeto do ac24horas, campeão de acessos, com o craque visionário Roberto Vaz, o primeiro a apostar nas mídias sociais quando diziam ser loucura e que não daria certo. Vim do jurássico ao moderno.

ANDAR DE CIMA

Fonte não se revela. A conversa, eu escutei de uma figura importante do andar de cima do governo. Na sua avaliação, é difícil que os PROGRESSISTAS tenham candidato próprio para prefeito de Rio Branco. Apontou dois empecilhos: o governador não preparou ninguém e o partido não tem uma liderança de densidade na capital, com o poder de aglutinar os aliados.

MAROLINHAS POLÍTICAS

Raciocínio correto. Se o governador tivesse a intenção do seu partido ter candidato próprio a prefeito, já era para ter trabalhado este nome junto aos demais aliados para uma candidatura única. E o que se viu até aqui são apenas marolas, nada que mostre convicção dele a esta tese.

 INICIATIVAS ESPORÁDICAS

O que se viu também até agora são iniciativas esporádicas de nomes dos PROGRESSISTAS tentando conquistar espaços. Mas estas ações isoladas, só teriam peso se fossem ancoradas num apoio ostensivo do governador, e não é isso que ocorre, por isso, não vejo a sigla no jogo.

OU TEM ALGUM INGÊNUO?

Ou será que tem algum ingênuo nesta história para pensar que uma candidatura a prefeito pode decolar nos PROGRESSISTAS, se não sair do bolso do paletó do governador? Ora, pois!

NA ENCOLHA

Pelo que tenho escutado do deputado Edvaldo Magalhães (PCdoB), o seu partido não vai fazer nenhum movimento antes de saber qual será a posição da prefeita Socorro Neri sobre 2020. E de que jamais participaria de uma aliança política em que o PCdoB não seja protagonista.

A FERIDA AINDA ESTÁ ABERTA

Não será fácil á cúpula do PT convencer o ex-prefeito Angelim ir para o sacrifício saindo candidato à PMRB no próximo ano, numa situação política adversa e com seu partido fora do poder. Angelim foi tratado na última campanha como um pária no PT, e perdeu a eleição. 

VAI DAR CONFUSÃO

Este projeto do governo de criação do Instituto da Saúde, que chegou de afogadilho na ALEAC para ser votado nas duas últimas sessões do ano – terça e quarta-feira – vai dar uma confusão. Haverá reação dos sindicatos que vêem na matéria um passo para a terceirização na SESACRE.

NÃO RESOLVE O PRÓ-SAÚDE

A criação do Instituto de Saúde pode abrigar os servidores do PRÓ-SAÚDE para efeito de pagamento de salários, mas, juridicamente, não resolve a situação dos que ainda não foram demitidos e nem dos demitidos. Continuarão a não ter um vínculo definitivo com a SESACRE.

DAR UM PLANTÃO

Falando na SESACRE, o secretário Alysson Bestene precisa dar um plantão na UPA da SOBRAL, de cujo atendimento todos os dias se lê uma reclamação nas mídias sociais.  A falta de médicos e a demora no atendimento são os campeões das reclamações. Está causando um desgaste.

COMPONENTE QUE DECIDE

A discussão, se teorizar sobre as melhores práticas políticas, se levantar teses acadêmicas em seminários, é positivo, mas dentro do atual contexto das regras eleitorais, é como debater o sexo dos anjos. Nas eleições proporcionais para vereadores e deputados a estrutura financeira ainda continua sendo o grande eleitor. Principalmente, com um Fundo Eleitoral bilionário

SEMPRE OS DOIS LADOS

Aprendi e cultivo sempre dar os dois lados da notícia. O que critica e o que registra os fatos positivos. Mesmo não chegando num patamar de passar uma sensação de segurança á população, as forças policiais fizeram avanços, recuperaram mais de mil veículos roubados em 2019.

NAS MÃOS DE DEUS

As minhas condolências à família Machado pela passagem para o andar de cima do Eliazar Machado, conhecido como “Machado do Posto”, um velho amigo de todos os momentos. Quem Deus o acolha, bom Machado!

CANDIDATA, SIM SENHOR!

A disputa eleitoral pela prefeitura de Plácido de Castro ganha um componente de qualidade eleitoral, com a confirmada candidatura a prefeita da advogada Joana Darc, com atuação jurídica na região e notadamente na defesa das causas das mulheres e Direitos Humanos.

A GRANDE VILÃ

A ENERGISA vai fechando o ano de 2019 como a empresa mais antipatizada pelos acreanos, devido ás contas de energia disparatadas que chegam mensalmente aos consumidores. A ENERGISA é vista hoje como a grande vilã, sem nada que consiga justificar seus reajustes.

IMPOTÊNCIA TOTAL

O pior é a sensação de impotência para conter esta sanha, e as desculpas são esfarrapadas. O governador deveria se sentir envergonhado e não contente em posar ao lado de diretores desta empresa. Só cobram a tarifa mínima, por causa de uma lei federal, não é favor.

NINGUÉM VAI SENTIR FALTA

Ninguém vai sentir falta com a perda do status de Secretaria, da Secretaria de Relações Políticas do governo. O órgão na verdade funcionou até aqui, como um cabide de emprego.

ALTAMENTE FORTALECIDO

Quem sairá fortalecido com a mudança na nova estrutura será o chefe do gabinete civil, Ribamar Trindade, a quem a parte a política do governo ficará vinculada. Ribamar integra o núcleo dos auxiliares mais próximos e da mais extrema confiança do governador.

DE ALIADOS A ADVERSÁRIOS

A presidente do SINTEAC, Rosana Nascimento, se transformou de aliada importante na campanha, em uma das críticas mais ácidas do governador, nas postagens nas redes sociais.

IMORALIDADE LATENTE

Nada mais imoral na política de que o Fundo Eleitoral bilionário aprovado pelos parlamentares para bancar as suas campanhas. Enquanto, isso míngua as verbas para Saúde, Educação e Segurança. Como é que se pode falar em moralização política dentro deste contexto?

SEM OLHAR PARTIDO

A deputada federal Vanda Milani (SD) não vê cor partidária quando direciona suas emendas parlamentares. Foi assim na destinação de emendas para a compra de equipamentos: R$ 1 milhão para a prefeitura de Brasiléia; R$ 300 mil para Acrelândia E R$ 250 mil para Xapuri. 

FRASE DO DIA

 “O primeiro método para estimar a inteligência de um governante é olhar para os homens que tem à sua volta”. Frase célebre de Maquiavel.




Continuar lendo
Propaganda
Propaganda

Leia Também

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.