Conecte-se agora

Relação de “mimos”, aventuras e sensação de poder pode ter levado Giovanni Casseb para prisão

Publicado

em

Caso sejam confirmadas as suspeitas de que anabolizantes ilegais encontrados na casa do garçom Whendel tinham remessas enviadas do exterior, investigação que também envolve o médico Giovanni Casseb pode migrar para esfera federal. Relação emocional entre pai e filho dificulta defesa. Troca de “mimos” entre o garçom e o médico pode ter culminado com a cadeia.

 

O relacionamento amoroso envolvendo o médico Giovanni Casseb e o garçom Whendel da Silva e a suspeita do comércio ilegal de anabolizantes de fora do pais, pode ter além de uma história de “mimos”, aventuras e sensação de poder, um desfecho ainda maior. Caso a Polícia Civil do Acre consiga comprovar que as amostras de remédios controlados considerados ilegais e apreendidos nas duas operações tenham sido adquiridas fora do país, da Ucrânia, México ou Paraguai, a investigação pode migrar para a esfera federal e revelar um esquema que movimenta milhões em todo o pais.

Até a manhã desta segunda-feira (22), pouca coisa se sabe sobre o andamento das perícias da investigação em curso no Acre, o processo corre em segredo de Justiça. A grande verdade é que o caso está envolto de muita emoção.

O médico Giovanni Casseb poderia até estar em liberdade, caso o pai e advogado, Atalidio Bady Casseb tivesse juntado ao Habeas Corpus inicial, elementos de prova suficientes, entre eles, a sustentação da prisão preventiva de seu cliente.

Com a ausência de provas, o desembargador Elcio Mendes afirmou na folha 20 de seu relatório ser impossível aferir a alegada ilegalidade proposta pela defesa. Alguns especialistas ouvidos pela reportagem preferem classificar “o descuido de Bady”, como um certo desespero emocional. De acordo documentos que o ac24horas teve acesso, a defesa não logrou sequer apontar que a autoridade apontada coatora tenha recusado o fornecimento de cópias ou senha para acesso ao processo.

Resta ao advogado e pai, caso continue à frente da defesa, dois caminhos: o primeiro refazer o pedido de HC para o Tribunal de Justiça do Acre juntando todos os documentos necessários; o segundo, apelar para o Supremo Tribunal de Justiça (STJ).

Bady ainda não afirmou o que deve fazer no andamento do processo. Existe ainda outra possibilidade que deve ser apontada na conclusão do Inquérito Policial que é a mudança de competência de investigação dos fatos, caso seja comprovada a remessa ilegal dos anabolizantes de algum país do exterior para o Acre. Três rotas são apontadas na investigação: Ucrânia, México e Paraguai.

A Polícia Civil não confirma, mas há informações de que os medicamentos encontrados com o médico são autorizados pela Anvisa e diferentes da carga encontrada em poder do garçom Whendel.

Para complicar ainda mais o quebra-cabeça, o pai de Giovanni em suas alegações de defesa, declarou na folha 3 do Habeas Corpus impetrado na Câmara Criminal, que o envolvimento entre o filho e o garçom Whendel da Silva é apenas “amoroso”. Caso se confirme o álibi da defesa e apenas Whendel seja indiciado, o caso aponta para uma história de verdadeiro amor bandido, um suposto jogo perigoso de poder, dinheiro e venda de esteroides e anabolizantes ilegais.

Enquanto o pai decide os passos jurídicos a serem tomados a partir desta segunda-feira (22), o filho e médico, professor do curso de medicina da Universidade Federal do Acre, continua preso.

Whendel da Silva também continua preso. Em seu depoimento, segundo relatos que constam na folha 3 do Inquérito Policial e folha 2 do relatório do desembargador Elcio Mendes, o garçom inocentou o médico Giovanni, corroborando com a defesa. A reportagem não conseguiu falar com o advogado de defesa de Whendel.

Propaganda

Cotidiano

“Empate Pela Amazônia” acontece neste domingo (25) na Praça Povos da Floresta

Publicado

em

Militantes e simpatizantes da causa ecológica estão sendo esperados às 16 horas deste domingo, 25 de agosto, para o evento “Empate Pela Amazônia”, na Praça Povos da Floresta.

O movimento é organizado pelo Comitê Chico Mendes e pretende possibilitar discursos e manitestações em defesa da Amazônia, que no momento atual sofre com as queimadas.

A Praça Povos da Floresta está localizada no Centro de Rio Branco.  Empate é o nome do movimento que seringueiros faziam em defesa da floresta.

 

 

Continuar lendo

Cotidiano

Mais de 15,3 mil estudantes fazem o Encceja hoje no Acre

Publicado

em

Hoje tem prova do  Exame Nacional de Certificação de Competência de Jovens e Adultos (Encceja) em quatro cidades do Acre. Mais de 15,3 mil pessoas se inscreveram e devem realizar o exame em Rio Branco, Feijó, Cruzeiro do  Sul,  e Brasileia. Locais e horários estão indicados no cartão do candidato.

Criado em 2002 para aferir competências, habilidades e saberes de jovens e adultos que não concluíram o ensino fundamental ou o ensino médio na idade adequada, o Encceja é aplicado pelo Inep, mas a emissão dos documentos certificadores (certificado e declaração de proficiência) é responsabilidade das secretarias estaduais de educação e dos institutos federais de educação, ciência e tecnologia, que firmaram Termo de Adesão ao Encceja. Para tentar a certificação de conclusão do ensino fundamental, é necessário ter 15 anos completos até a data de aplicação do exame e, para o ensino médio, 18 anos.

 

 

 

 

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.