Conecte-se agora

Ilderlei diz que pode ser “plano B” para a disputa do governo

Publicado

em

O prefeito de Cruzeiro do Sul, Ilderlei Cordeiro, que já entrou com recurso contra a cassação de seu diploma e Inelegibilidade por oito anos, na Justiça Eleitoral, disse que deverá cumprir seu mandato até o fim e que não teme ficar inelegível.

Cordeiro não vê ameaça ao seu futuro político e diz que, além de disputar a reeleição, também poderá ser o “plano B” de seu grupo político para o senado ou até o governo do Estado. Como integrantes de seu grupo ele cita o governador Gladson Cameli, senadores Sérgio Petecão e Márcio Bittar e os deputados federais Wanda Milani, Alan Rick, Jesus Sérgio e Manoel Marcus. Com o vice Major Rocha e a deputada federal Mara Rocha, Ilderlei diz que também tem estreitado relações. Para ele, na política todas as possibilidades devem ser consideradas.

“Se Gladson não for pra reeleição, se não tiver boa aceitação, se algo acontecer com ele, nosso grupo precisa de um plano B. Da mesma forma é no senado. Eu na verdade tenho sim a vontade no meu coração de ser candidato ao senado e para isso, posso ficar dois anos sem mandato, o que não me traria nenhum problema. Nada na política não se faz nada sozinho e tudo deve ser levado em consideração”, afirma

O grupo político, de acordo com Ilderlei, deve estar sempre atento à leitura do momento e usar os quadros políticos de que dispõe. ” Não podemos é ser pegos de surpresa, temos que traçar planos e sempre analisar resultados dentro do grupo”.

No Recurso apresentado na última quarta-feira ao juiz Erik da Fonseca Farhat, Ilderlei, por meio do advogado Marcus Vinícius, pede a revisão da decretação de perda do diploma e da inelegibilidade.

No caso de negativa da decisão monocrática, o caso vai para o colegiado do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de Rio Branco e na sequência, Tribunal Superior Eleitoral (TSE). “Apresentamos muitas provas da minha inocência nesse caso e vamos até o Supremo se necessário”.

Propaganda

Na rede

Prefeitura realiza limpeza do cemitério São João Batista

Publicado

em

A limpeza das vias e espaços públicos de Cruzeiro do Sul está sendo realizada ininterruptamente pela Prefeitura. Nesta sexta-feira, 24, a ação está sendo promovida no Cemitério São João Batista.

Pela manhã, o prefeito Ilderlei Cordeiro acompanhou os serviços e aproveitou para dialogar com os servidores, que estão trabalhando mesmo no feriado.

“Estamos realizando a limpeza, roçagem e manutenção do túmulos, mesmo isso não sendo uma responsabilidade da gestão municipal. Temos feito a limpeza de inúmeras áreas da nossa cidade, pois além de tornarmos os ambientes mais limpos e agradáveis, também gera saúde para a população” endossou o prefeito Ilderlei Cordeiro.

Segundo o coordenador Limpeza, Ygoor Neves, a ação demonstra o compromisso da atual gestão. “Cabe salientar que é papel dos municipes zelar pelo espaço, mas o poder público não tem medido esforços. E nós, tanto aqui quanto no cemitério Jardim da Paz, estamos finalizando a limpeza para entrar com a limpeza dos túmulos”, frisou.

Continuar lendo

Na rede

Enquanto a população necessita, novas ambulâncias de Santa Rosa estão guardadas em garagem

Publicado

em

No dia 27 de dezembro do ano passado, a prefeitura de Santa Rosa do Purus fez uma passeata na cidade com veículos das áreas de segurança e saúde que foram enviadas para o município pelo Governo do Estado. O fato foi registrado nas redes sociais.

A população imaginou que as duas ambulâncias serviriam para atender suas necessidades como o transporte de pacientes e doentes até a unidade de saúde.

Mas as duas ambulâncias estão guardadas em uma garagem atrás da prefeitura.

Um morador que não quer se identificar conta que em caso de necessidade, “as pessoas precisam ficar implorando a um, e outro, para realizar o resgate. Somente essa semana já foram 2 que precisaram e não conseguiram o resgate”

O caso mais grave teria sido de uma vítima de afogamento, que precisou de resgate e com a demora do resgate acabou indo a óbito no hospital. O jovem que se afogou no Rio Purus é filho do vereador Gregorio Kaxinawá.

O vereador de Santa Rosa, James Moura, diz que além do filho do vereador, uma mulher também teria morrido pela falta de agilidade no socorro e transporte ágil. “Não entendi por que as ambulâncias estão guardadas”, ressalta.

O prefeito de Santa Rosa, Assis Moura, disse que vai fazer Termos de Entrega para a saúde municipal e para a estadual e só depois os veículos vão começar a atender a população.

“Acredito que na próxima semana tudo estará resolvido. É conversa do povo que teve morte por causa das ambulâncias”, cita o prefeito que está em Rio Branco.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required
Propaganda
Propaganda

Mais lidas

welcome image