Conecte-se agora

Major Rocha diz que o Estado precisa estar em superioridade de fogo em relação às facções

Publicado

em

Redução de homicídios em Cruzeiro do Sul é superior a 80%

Na entrega de uma viatura e três fuzis para a Polícia Civil de Cruzeiro do Sul, nesta quarta-feira, 17, o vice governador Major Rocha disse que “o Acre precisa sempre estar em superioridade de fogo pra combater a criminalidade, por isso, desde o início da gestão estamos investindo em mais armas e viaturas e contratação de 500 novos homens que estão em formação e em breve estarão nas ruas”, citou lembrando que o investimento na segurança é de mais de R$ 44 milhões.
Em Cruzeiro também haverá os Grupamentos de Fronteira e Aéreo, com o suporte de um helicóptero que atenderá todo o Vale do Juruá.

Redução da violência em Cruzeiro do Sul

O resultado do início dos investimentos em segurança, de acordo com Rocha, é mais visível em Cruzeiro do Sul, onde a redução do índice de crimes violentos contra a vida, é superior a 80%.

A diminuição de homicídios em todo o Acre, com relação ao mesmo período do ano passado, foi de 36,46%. Em Rio Branco foi de 27,19% e em Cruzeiro foi de 81%.

O secretário de Segurança, Coronel Paulo Cézar, afirma que o bom resultado se deve a um conjunto de ações integradas que incluem a retomada da disciplina no presídio local, a melhor qualificação dos inquéritos da polícia civil ” e principalmente ao trabalho desenvolvido pela Polícia Militar”.

Números da PM de Cruzeiro impactam positivamente os índices do Estado

Os números divulgados pela Polícia Militar do Acre, demonstram a relevância do trabalho desenvolvido pelo Sexto Batalhão da P.M em Cruzeiro do Sul.

Cruzeiro do Sul responde por 20% Do total de prisões em todo o Acre. Das 5.365 , 1.036 foram feitas no Juruá.

Do total de armas apreendidas, 461, Cruzeiro responde por 15% , sendo 68. Quanto as motos roubadas e recuperadas, também é representativa a participação do Sexto Batalhão. Do total de 649 no Acre, 58, foram devolvidas aos donos pelos P.Ms do sexto Batalhão, o que corresponde a quase 10%.

O Sexto Batalhão é responsável por toda a área desde o Rio Liberdade, divisa com Tarauacá, até Foz do Breu, divisa com Peru, incluindo as cidades de Cruzeiro do Sul, Mâncio Lima, Rodrigues Alves, Marechal Thaumaturgo e Porto Walter.

O comandante Major Evandro Bezerra, diz que o bom resultado se deve ao grande empenho e comprometimento da tropa que entendeu a filosofia de trabalho ‘” e à intensificação das operações nas zonas urbana e rural e uma grande proximidade com a população, que é grande parceira do nosso trabalho”.

Propaganda

Na rede

Prefeitura de Cruzeiro do Sul já pavimentou cerca de 25 quilômetros de ruas da cidade

Publicado

em

A prefeitura de Cruzeiro do Sul recebeu nesta segunda-feira, 20, mais 60 toneladas de insumos para a produção de 850 toneladas de massa asfáltica (asfalto quente) e continuidade dos serviços de tapa-buracos e pavimentação de ruas.

O asfalto quente é aplicado nas vias da cidade junto com o microrrevestimento com polímero, o outro produto usado pela prefeitura para o trabalho.

Para a execução a prefeitura conta com R$ 5 milhões, dinheiro da segunda parcela do empréstimo de R$15 milhões que o prefeito Ilderlei Cordeiro, fez junto à Caixa Econômica Federal. Outros R$ 750 mil foram repassados pelo governo do Estado à prefeitura.

Desde o início da ação , a prefeitura de Cruzeiro do Sul já tapou buracos e pavimentou cerca de 25 quilômetros em 21 bairros. O serviço de tapa buracos leva asfalto quente e o recapeamento é feito com o microrrevestimento.

No bairro da Várzea , o trabalho alcançou todas as vias da localidade junto com a sinalização das ruas. O mesmo serviço é executada agora no Alumínio.

Na Várzea, a moradora Marigleide Oliveira, destaca que “nosso bairro está de cara nova. Nossa rua, antes, será só um caminhozinho e mato dos lados. Agora está toda pavimentada”.

O aposentado Francisco Carneiro ressalta a valorização das casas da Várzea com a pavimentação completa do bairro. “Isso aqui só era lama e agora temos realidade diferente e claro as casas ficaram mais valorizadas”.

A meta segundo o prefeito Ilderlei Cordeiro, é alcançar todas as vias de Cruzeiro do Sul. “As frentes de trabalho estão atuando em vários bairros, pois compreendemos a importância de gerar qualidade de vida, segurança e garantir o direito de ir e vir dos cruzeirenses. Agradeço a Deus pelas condições necessárias, por termos nos organizado financeiramente para que não falte investimento e assim possamos ampliar os benefícios públicos. Em oito meses, já realizamos mais de 20% do recapeamento das nossas vias”.

 

Continuar lendo

Na rede

Empresários e políticos acreanos vão ao Peru em fevereiro para encontro de integração

Publicado

em

Cerca de 70 empresários, políticos acreanos e peruanos realizarão em Pucallpa, nos dias 10 e 11 de fevereiro, o Encontro Empresarial Acre Ucayali onde tratarão de negócios de interesse dos dois grupos. Haverá Rodas de Negócios e Feira de Produtos.

No encontro de dois dias, os empresários vão prospectar entre si, oportunidades de negócios e meios para a concretização de importação e exportação de itens brasileiros e peruanos.

Na Feira os empresários peruano vão apresentar itens de 15 setores industriais como energético, florestal, agroindustrial e outros.

De Cruzeiro do Sul, a expectativa segundo o presidente da Associação Comercial do Alto Juruá, Luís Cunha, é que 20 empresários sigam na viagem. “Essa é a continuidade desse movimento de Integração iniciado no ano passado e agora vamos definir potencialidades dos produtos e ver as ações em execução nos dois países”.

A expectativa é pela abertura da Estrada, a partir de Mâncio Lima, até Pucallpa. Enquanto a rodovia não é concretizada, políticos e empresários buscam a regularização de voo entre Pucallpa e Cruzeiro do Sul para a concretização da integração comercial entre os dois países.

O evento é organizado pelo governo do Estado do Acre, Grupo de Integração Regional Acre, prefeitura de Cruzeiro do Sul, governo do Departamento de Ucayali, prefeitura de Pucallpa, Câmara de Comércio, Indústria e Turismo de Ucayali. O apoio é da Federação das Indústrias – FIEAC, Associação Comercial do Alto Juruá e outras constituições.

TRILHA HÁ 38 KM DO PERU

A trilha feita pelo governo do Estado do Acre para definição do eixo central da rodovia até Pucallpa, já passou no Parque Nacional da Serra do Divisor e está há 38 km da fronteira com o Peru. No lado brasileiro são 130 quilômetros.

A trilha, que é o levantamento topográfico, é a primeira fase da futura obra. Em seguida será feito o levantamento florestal, para mapeamento das espécies que estão a 30 metros para cada lado desse eixo, quando haverá o levantamento das espécies florestais.

“Nesse levantamento é feita a verificação das espécies protegidas por lei e quais servirão para manejo”, explica Francimar Cavalcante, coordenador do Grupo de Integração Regional Acre.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required
Propaganda
Propaganda

Mais lidas