Conecte-se agora

“Queridinho” de Gladson já recebeu quase um salário extra de governador somente com diárias

Publicado

em

Como o ac24horas adiantou, o novo coordenador do escritório do governador Gladson Cameli no Acre, Ricardo França, vai custar caro aos cofres públicos. Com residência fixa em Brasília, para onde foi nomeado como Representante do Governo, a permanência do assessor no Palácio Rio Branco implica em condições aparatosas. Sempre que se desloca para a capital do Acre, França desfruta de uma estrutura luxuosa com direito a carro, motorista, diárias em suíte especial, alimentação e outras regalias que torna o Palácio Rio Branco em um ‘Museu de Mordomias’.

As viagens internacionais e estadia em Rio Branco somam mais de 30 dias. Foi desembolsado pelo estado somente em diárias, o valor de R$ 30.900, quase um salário de governador cujo o valor é de R$ 35 mil.

Com o desafino do Chefe da Casa Civil, Ribamar Trindade e sua equipe de assessores, França foi convocado pelo governador Gladson Cameli para fazer uma espécie de intervenção branca no seu escritório político. O primeiro acerto nesse sentido foi feito no mês de fevereiro, quando, segundo o Portal de Transparência do Estado, França permaneceu por 9 dias em Rio Branco.

O primeiro desembolso somente com diárias foi de R$ 5.738. Sempre que desembarca no aeroporto Plácido de Castro, o representante político faz questão de ficar em uma suíte de luxo, em hotel no centro da capital, com direito a café da manhã diferenciado e uma alimentação balanceada.

Ricardo França voltaria a assessorar diretamente o governador nos dias 3 e 4 de abril, tendo recebido R$ 900 em diárias em viagem ao Rio de Janeiro. É nos meses de maio e junho que, praticamente, o assessor fixou residência em Rio Branco. Nesse período, o governador Gladson Cameli anunciou a mudança de seu escritório da Casa Civil para o Palácio Rio Branco, mexendo em toda equipe de confiança. Tudo articulado por França, que passou a ser chamado de “o queridinho do Palácio”.

Entre maio e junho, além de organizar a nova estrutura de gabinete do governador do Acre, França o acompanhou em duas agendas internacionais. A primeira para os Estados Unidos, onde Cameli participou da caravana do presidente Jair Bolsonaro, no evento Word Affairs Council e da entrega do prêmio Personalidade do Ano. Depois, França acompanhou o governador para Lima, no Peru para audiência com ministros de relações exteriores. Nas duas agendas internacionais o Estado desembolsou mais de R$ 16 mil somente com diárias para Ricardo França.

As missões delegadas ao assessor número um do Palácio, incluíram entre maio e junho, rodada de negociações com os bancos internacionais, entre eles o BNDES e uma agenda com chineses que aconteceu em São Paulo.

Este slideshow necessita de JavaScript.

De perfil moderado, Ricardo França trocou a assessoria do Senado para se transformar em coordenador do escritório político de Gladson Cameli. Embora na prestação de contas para o Tesouro Nacional conste reuniões com a Casa Civil, isso é que menos aconteceu. Ribamar e Ricardo há muito não se sentam em uma mesma mesa nem para o famoso cafezinho.

Antes de ingressar na assessoria do Palácio Rio Branco, França se envolveu em um escândalo nacional, foi apontado pela procuradora geral da república, Raquel Dodge, como um dos cargos públicos-chave, para sustentar a organização criminosa que se instalou no partido progressistas.

Ricardo, que foi chefe de gabinete de Gladson desde o período que foi deputado federal e senador da república, foi um dos 81 envolvidos no escândalo das sanguessugas, também conhecido como máfia das ambulâncias, uma quadrilha que desviava recursos do Orçamento da União por meio da venda de ambulâncias superfaturadas a prefeituras do país. Todos foram denunciados pelo Ministério Público Federal à Justiça, entre outros, por crimes de corrupção, fraude em licitação, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha.

Ele chegou a ser condenado por corrupção passiva pela Justiça Federal do Mato Grosso e pelo Tribunal Regional Federal da 1ª Região, mas como o processo se arrastou por vários anos, foi reconhecida a prescrição por meio de recente decisão da vice-presidência do Tribunal.

Nesta sexta-feira, 12, foi publicado no Diário Oficial do Estado uma correção no decreto de França. De acordo com documento assinado pelo governador Gladson Cameli, o “queridinho” vai responder pelo cargo de coordenador de gabinete do Chefe do Executivo em caráter eventual, conforme demandando por Cameli. A publicação dá a entender que a presença de França no Acre será menor do que nos meses anteriores.

 

Propaganda

Destaque 5

Prefeitura e Embrapa realizam seminário e apresentam Mapa de Solos de Cruzeiro do Sul

Publicado

em

Após dois anos e meio de estudos, a Prefeitura de Cruzeiro do Sul e a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) chegaram à conclusão do Mapa de Solos do município. O resultado foi apresentado no Seminário Solos e Agricultura, promovido nesta segunda-feira, 19, no auditório da Escola Craveiro Costa.

O encontro, que reuniu produtores cruzeirenses, também divulgou aos participantes o zoneamento do açaí e do café, ou seja, as áreas propícias para o cultivo das duas cadeias produtivas.

“Temos esse termo de parceria com a Prefeitura desde 2017. Esse Mapa de Solos coloca a Prefeitura de Cruzeiro do Sul à frente dos demais municípios acreanos, pois esse instrumento de gestão técnica permite que definir onde plantar e quais culturas devem ser priorizadas para alavancar a economia do Município”, endossou o chefe da Embrapa, Eufran Amaral.

O seminário também enfatizou os resultados das políticas públicas municipais para a agricultura, resultados de pesquisas integradas da Universidade Federal do Acre (Ufac), tendo como importante parceiro o Serviço Brasileiro de Apoio aos Micro e Pequenos Empreendedores (Sebrae), que tem auxiliado nas capacitações e assistência técnica.

O prefeito Ilderlei Cordeiro destacou a importância do estudo. “Estamos fazendo algo inédito na Amazônia, pois essa escala de precisão do solo do nosso município é pioneira na Região. Esse mapa nos aponta os melhores locais de produção para o açaí, em consórcio com outras culturas. A produção agrícola é uma das prioridades da nossa gestão e nada melhor que investir respaldado com estudos”.

O Mapa de Solos e o Zoneamento representam um importante marco para a Prefeitura de Cruzeiro do Sul, que por meio da Secretaria de Agricultura, Pesca e Abastecimento está consolidando uma estratégia integrada de atuação, com base em tecnologias de ponta e gestão territorial.

“Esse seminário trouxe mais conhecimento para a gente, que está acostumado a plantar apenas a mandioca e, agora, vamos poder diversificar a nossa produção. Estou ansiosa para saber o que mais posso cultivar e aumentar a minha renda”, contou a agricultura Maria Jurleide, moradora do Ramal 5.

O produtor Juarez Silva também ficou empolgado com a novidade. “Quanto mais a gente puder melhorar o nosso plantio e renda, mais nós ganhamos. Esse apoio da Prefeitura para nós é muito importante”, disse.

O seminário contou com a participação da Câmara de Vereadores de Cruzeiro do Sul, representada pela vereadora Mariazinha.

Continuar lendo

Destaque 5

Ilderlei inaugura Centro de Referência Especializado de Assistência Social em Cruzeiro

Publicado

em

O prefeito de Cruzeiro do Sul, Ilderlei Cordeiro, inaugurou nesta sexta-feira,16, o Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) Arlete Soares de Souza. O espaço também recebeu equipamentos para o atendimento à comunidade.

O Creas foi construído e equipado por meio de emendas parlamentares da deputada federal Jéssica Sales. O Centro atende pessoas que estão em situação de risco social ou tiveram seus direitos violados.

A Keiliane Cordeiro, secretária de Desenvolvimento Social, celebrou a conquista. “É a realização de um sonho ter a sede própria do Creas e não tenho dúvidas de que nossos atendimentos serão ainda melhores. Vamos poder oferecer mais comodidade, além de estarmos mais próximos dos bairros de maior vulnerabilidade”.

Além de orientar e encaminhar os cidadãos para os serviços da assistência social ou demais serviços públicos existentes no município, o centro também oferece informações, orientação jurídica, apoio à família, apoio no acesso à documentação pessoal e estimula a mobilização comunitária.

“O nosso mandando é feito com muito amor para a comunidade e em parceria com as prefeituras. Fico muito feliz de estar aqui, inaugurando um espaço que leva o nome de uma mulher que fez muito por todos”, destacou Jéssica Sales.

Por orientação do prefeito Ilderlei Cordeiro, o Creas recebeu o nome de Arlete Soares de Souza, mãe exemplar, trabalhadora, empresária e humanista. Em vida, Arlete se dedicou a cuidar de pessoas em situação de vulnerabilidade social e auxiliou instituições sociais como Mohan, Lar dos Vicentinos, Santa Casa, Educandário, dentre outros.

“Agradeço toda a nossa equipe e a deputada Jéssica pelo apoio. Hoje, estamos entregando mais uma obra, proposta no nosso Plano de Governo, que atende jovens e crianças do nosso município. É com seriedade e trabalho que temos conseguido implantar boas políticas públicas em Cruzeiro do Sul”, endossou o prefeito Ilderlei Cordeiro.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.