Conecte-se agora

Aberta oportunidade para renegociação de dívidas do FNO

Publicado

em

Produtores rurais da Região Norte estão com a oportunidade aberta para renegociar suas dívidas com o Banco da Amazônia. Essa chance atinge aqueles que possuem operações contratadas até 2011. O prazo para obter até 95% de desconto em juros e multas é até o dia 30 de dezembro de 2019.

De acordo com a gerente de Administração de Crédito do Banco, Mariney Demétrio, esta oportunidade está sendo realizada com base na lei 13.729, que altera a lei 13.340. “O cliente que renegociar terá carência até 2020. O vencimento da primeira parcela será em 2021 e o da última parcela para 30 de novembro de 2030”, explica. Ele acrescenta que em caso de pagamento das prestações em data anterior ao vencimento, o Banco concede bônus por adimplência.

“O Banco espera atingir um público de aproximadamente 180 mil clientes em toda a Região Norte. Somente no Acre, o Banco espera renegociar mais de 7 mil operações”, informou.

A maioria do dinheiro emprestado é do Pronaf (Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar), que financia projetos individuais ou coletivos. O programa possui as mais baixas de juros dos financiamentos rurais, além de linhas específicas em atendimento à igualdade de gênero e oportunidades produtivas para os jovens do campo.

Os interessados devem procurar as agências do Banco da Amazônia e conversar com a gerência.

Propaganda

Acre

Secretário do MEC vem ao Acre assinar acordo entre IFAC e SEE

Publicado

em

O Secretário da Educação Profissional e Tecnológica do Ministério da Educação (MEC), Ariosto Antunes Culau, estará no Acre nesta sexta-feira, dia 6, para participar da solenidade de assinatura do Acordo de Cooperação entre o Instituto Federal do Acre (IFAC) e a Secretaria de Estado de Educação e Cultura (SEE).

O evento inicia às 8h30, no auditório do campus Rio Branco, localizado no Bairro Xavier Maia. Segundo o Ifac, o acordo de Cooperação entre IFAC e SEE pretende organizar o itinerário de formação técnica e profissional e elaboração do projeto pedagógico de curso a ser ofertado para docentes do Estado.

O secretário Ariosto Culau também participará de visita à Incubadora de Empreendimentos do IFAC e nas futuras instalações do campus Avançado Baixada do Sol.

Continuar lendo

Acre

Emerson Jarude, Gabriel Santos e Jackson Viana debatem “Cidades Inteligentes” no Acre 2050

Publicado

em

Fotos: Douglas Barros

Na noite desta quinta-feira (05), no Cine Teatro Recreio, por volta das 18h, iniciou o evento Acre 2050, com o tema “Rio Branco do futuro – como pensar uma Rio Branco inteligente e economicamente viável?”.

O encontro foi dividido em três painéis com tempo médio de 20 minutos de duração/cada.

No primeiro Painel do Acre 2050, o tema foi “Cidades Inteligentes” com a mediação do advogado Marcelo Zamora, e os convidados: Gabriel Santos, Jackson Viana e Emerson Jarude.

O vereador Emerson Jarude (sem partido) disse que Rio Branco não é uma cidade inteligente e que a sociedade precisa traçar um planejamento para o futuro.

Fotos: Douglas Barros

“Precisamos investir nas pessoas e principalmente na educação infantil para a gente ter uma sociedade melhor no futuro, segundo precisamos criar soluções tecnológicas, nós temos um potencial enorme em energia solar e não temos ninguém fomentando isso e, precisamos ajudar a iniciativa privada e buscar as indústrias para trazer emprego e renda”, ponderou Jarude.

Para Gabriel Santos, do Movimento Acredito e Renova BR, só é possível discutir uma Rio Branco inteligente e economicamente viável se chamar todo a população para essa construção.

“Precisamos discutir um novo pacto federativo com a maior descentralização de recursos da União e depois saber qual é a prioridade da prefeitura de Rio Branco e hoje a gente não sabe. A gente precisa repensar isso e se perguntar porque a gente precisa de uma cidade inteligente. A gente precisa resolver os problemas básicos, como saúde e saneamento básico, e precisamos falar de sustentabilidade porque isso é um problema conjunto, é um caminho longo, mas tem muita gente pra resolver”.

Já para Jackson Viana, Presidente da AAJAL e Embaixador do Brasil em Harvard, disse que a cidade tem que pensar nas suas particularidades e pensar em investir em educação pública e destacou que é necessário investir e procurar a parceria público-privada.

Fotos: Douglas Barros

Continuar lendo
Propaganda
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.