Conecte-se agora

Projeto “Bíblia e Bola” muda a vida de jovens através do esporte na periferia de Rio Branco

Publicado

em

Ministrar somente ensinamentos bíblicos, éticos e morais talvez não fosse tão atrativo para os jovens. Pensando nisso, a Igreja Batista Regular Filadélfia, localizada na Estrada da Sobral, no bairro Ayrton Sena, em Rio Branco, decidiu intervir com a junção do esporte. A ideia deu certo e atraiu dezenas de jovens interessados em participar das atividades do Templo.

Hoje, ao menos 60 crianças e adolescentes – de 8 a 12 anos, moradores de um bairro periférico, ampliam seus horizontes rumo ao sucesso pessoal e profissional, contemplando aprendizado, fé e cooperação. O projeto começou em dezembro do ano passado quando o Pastor Altemir Batista de Figueiredo, ou apenas Pr. Figueiredo, observou a necessidade de ocupar o tempo livre daquelas crianças com ações realmente produtivas.

Foi aí que surgiu o “Bíblia e Bola”, que agrega atividades do evangelho ao futebol de salão, o Futsal. “O diferencial é que toda semana eles têm duas horas de programação, sendo uma hora de ensinamento bíblico, valores éticos e morais e uma hora de futebol”, explica o Pastor. Os encontros semanais se tornaram prioridade na vida dos jovens participantes e quem agradece são os pais.

Vastir da Silva Mesquita é uma das mães que colaboram com o projeto acompanhando as atividades junto aos filhos. Segundo ela, José Henrique e Cristian – de 8 e 10 anos, não cogitam deixar o “Bíblia e Bola” nem por um dia. Frequentadores assíduos, a mãe diz que foi uma maneira de aprimorar a educação dos filhos.

“É muito bom esse projeto. Ele é um incentivo na vida das crianças. Na igreja eles aprendem um pouco mais de Deus e conhecem a importância do esporte”. Para eles, a rotina na igreja não enfrentou nenhuma dificuldade, já que integram uma família de raízes evangélicas. “Meus filhos já conheciam o evangelho, então a inserção do futsal foi o que mais chamou atenção deles”, conta Mesquita.

O decorrer das atividades mostrou aos organizadores do projeto que as ações desenvolvidas junto da igreja, por meio do esporte, ajudaram a afastar, significativamente, os jovens daquela localidade do mundo do crime. A própria mãe, Vastir da Silva, reconhece: “o comportamento deles realmente muda para melhor. Mesmo sendo muito ativos, percebemos que eles preferem ir para a igreja do que se misturar com esse mundo perigoso”, destaca.

Torneio de futsal

No último dia 22 de junho os 60 integrantes do projeto participaram da formatura do curso bíblico que começaram em 2018: “uma festa muito bonita”, revela o Pastor. Mas o ponto alto do projeto é mesmo o torneio de futsal, que conta com a disputa de duas turmas de 30 alunos do “Bíblia e Bola”. Na manhã deste sábado, 13, eles encerraram a competição numa partida entre dois times – um da manhã e outro da tarde.

O jogo ocorreu no Ginásio Poliesportivo Chico Mineiro, situado próximo a igreja, e fechou com chave de ouro mais uma etapa do projeto. “Nossa ideia é transformar a realidade desse local, desses jovens. Mostrar que há melhores oportunidades de vida. É isso que o projeto “Bíblia e Bola” faz na vida dos participantes”, explica Pastor Figueiredo.

A competição também é um momento de a igreja se aproximar da família das crianças e jovens integrantes do projeto. O resgate desses jovens por meio do ensinamento bíblico e o incentivo ao esporte pretende alcançar cada vez mais crianças e adolescentes e chegar, quem sabe, a demais localidades da capital acreana.

“Nossos jovens estão morrendo muito cedo por se envolverem com as drogas e a marginalidade. Queremos dar uma perspectiva de vida para esses meninos. Queremos que eles cresçam e formem família sem se envolver com coisas erradas”, ressalta Pastor Figueiredo.

Quem se interessar pela ideia e quiser conhecer mais ou ajudar nas atividades elaboradas, basta entrar em contato com o Pastor da igreja pelo telefone (68) 9936-9797.

Propaganda

Destaque 4

“Melhor tirar foto com o Moro do que com o Lula que é condenado”, diz Lene Petecão

Publicado

em

FOTO: REDE SOCIAL

A vereadora Lene Petecão (PSD) usou o seu tempo no pequeno expediente, nesta terça-feira, 19, na Tribuna da Câmara, para falar sobre a visita do Ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro ao Acre.

Lene destacou a visita de Moro, a entrega simbólica das 123 viaturas e da inauguração do programa “Vigia Acre”, que irá cuidar das fronteiras em Cruzeiro do Sul.

“Esse homem tem sido uma referência no nosso país, e as pessoas estão felizes por receber um ministro como ele. Já os petistas, devem ter achado uma chacota, mas eu prefiro tirar uma foto com Moro, do que com o Lula, que é um condenado pela justiça e um ladrão”, disparou.

Continuar lendo

Destaque 4

Copa Verde de 2020 é confirmada pela CBF com Atlético Acreano e Galvez na disputa

Publicado

em

A CBF confirmou, no final de outubro, que a 7ª edição da Copa Verde vai acontecer no primeiro semestre da próxima temporada. O torneio foi criado em 2014 e reúne equipes da região Norte e Centro-Oeste, por isso acaba sendo uma das competições mais importantes para o futebol acreano. O Atlético Acreano e o Galvez serão os representantes do estado em 2020, já que foram os finalistas do Campeonato Acreano desta temporada. A expectativa é pelo título inédito, por mais que a disputa seja difícil.

Em 2019, o torneio regional só foi confirmado e disputado no segundo semestre. O motivo principal foi a realização da Copa América no Brasil, o que causou alguns problemas no calendário do futebol brasileiro. A disputa de seleções ocorreu entre os meses de junho e julho e teve como vencedora a Seleção Brasileira, em jogo contra o Peru. Porém, após o título da Seleção, a Copa Verde finalmente foi iniciada.

O Estado do Acre foi representado pelas tradicionais equipes do Galvez e do Atlético Acreano, que vão disputar a competição novamente em 2020, e também pela pouco conhecida Humaitá. Essa última só se classificou por conta da desistência do Rio Branco e do Plácido de Castro. Os resultados de Galvez e Humaitá não foram dos melhores, com os times sendo eliminados pelo União ABC e pelo Nacional-AM, respectivamente.

Já o Atlético conseguiu chegar até as quartas de final, mas acabou eliminado da pior maneira possível. O time tirou o Ypiranga-AP em placar agregado de 4 a 1 nas oitavas e foi sorteado para encarar o Remo. Após uma vitória por 2 a 1, que deu esperança aos jogadores, o Galo Carijó foi até o Estádio Evandro Almeida e sofreu uma goleada por 6 a 1. Foi uma despedida da Copa Verde com gosto amargo.

Temporada 2020

Se a Copa Verde do ano passado foi um desastre para o futebol acreano, a esperança é que em 2020 a vida seja melhor. Galvez e Atlético Acreano serão os representantes e devem apostar alto na disputa. Para ter ideia de como serão os próximos meses de preparação para a próxima temporada, leia as apostas esportivas e dicassobre os dois times. O Atlético, por exemplo, foi rebaixado na Série C e quer mostrar futebol no próximo ano.

Foto: Manoel Façanha

O torneio regional também sofrerá mudanças em comparação com este ano. Veja o anúncio oficial da CBF sobre a disputa, que foi confirmada pelo vice-presidente da confederação. A Copa Verde voltará a acontecer no primeiro semestre e deve coincidir com as fases finais dos torneios estaduais e também com o início das diferentes divisões do Campeonato Brasileiro. Ou seja, uma coordenação melhor do que a deste ano.

Apesar do momento ruim, o futebol acreano pode usar esses torneios para mostrar uma evolução no cenário nacional. Nenhuma equipe do estado conseguiu o título da Copa Verde até hoje, porém a ideia é quebrar esse jejum e conseguir algo inédito. A torcida para o Galvez e também para o Atlético Acreano será imensa, já que é importante ver um time da região se impondo contra outras equipes do Norte e do Centro-Oeste.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.