Conecte-se agora

Prefeito de Porto Walter diz que acordo para abastecer as cidades isoladas não foi cumprido

Publicado

em

Durante Audiência Pública realizada na última quarta feira, 10, em Cruzeiro do Sul, os órgãos de fiscalização, como IMAC, liberaram o transporte de combustível para Porto Walter e Marechal Thaumaturgo de forma emergencial, com prazo de 60 dias para as adequações e legalizações.

A operação de transbordo e transporte deveria ter começado ontem, 11, mas até agora nenhuma embarcação foi abastecida para seguir viagem para as duas cidades no local já autorizado pela Agência de Transportes Aquários ANTAQ, próximo à travessia de Rodrigues Alves. Segundo o prefeito de Porto Walter, Zezinho Barbary, o IMAC não cumpriu o acordo firmado na Audiência Pública por meio de ata, flexibilizando com relação à algumas exigências até o prazo de 60 dias, quando a estrutura de transbordo e transporte estiver totalmente adequado às normas de todos os órgãos de fiscalização.

No local, que pertence a uma empresa cruzeirense, as embarcações serão abastecidos por um caminhão por meio de uma mangueira, como era feito no barco que explodiu no dia 7 de junho no Rio Juruá. A diferença é que agora o espaço é afastado de casas e outros barcos e não poderá haver passageiros na viagem. O combustível também não poderá mais ser levado em caixas plásticas. No dia da explosão do barco, 18 pessoa estavam embarcadas enquanto era feito o abastecimento de 5 mil litros de gasolina.

Nas duas cidades, pela falta de combustível já não há aulas, vacinação, coleta de lixo e outros serviços essenciais poderão ser suspensos. ” As duas cidades têm 30 mil habitantes, brasileiros que estão sendo abandonados pelo poder público. Os órgãos de fiscalização precisam entender que esse é um momento de emergência e que tudo será legalizado. Mas enquanto isso nossas crianças ficam sem aula, merenda escolar e vacinas”, cita o prefeito.

Na Audiência Pública estavam representantes da Agência Nacional do Petróleo, Marinha do Brasil, IMAC, Bombeiros, empresas distribuidoras e transportadoras de combustível e prefeitos de Porto Walter, Zezinho Barbary, de Marechal Thaumaturgo, Isaac Piyãko e de Cruzeiro do Sul, Ilderlei Cordeiro, que levou a Audiência Pública, que era realizada no CRIE, para seu gabinete.




Propaganda

Destaque 7

Governo promove 477 militares, entrega novo helicóptero, viaturas e equipamentos para segurança

Publicado

em

O governador Gladson Cameli proporcionou nesta sexta-feira, 11, mais um dia histórico para a Segurança Pública ao promover 477 cabos para a patente de 3° sargento da Polícia Militar do Estado do Acre (PMAC). Valorizar os servidores públicos é um compromisso da atual gestão, assim como assegurar a excelência e qualificação dos profissionais que integram as forças policiais e são os responsáveis por salvaguardar a população.

Em seu discurso, Cameli enfatizou que estava orgulhoso e bastante emocionado, como governador, em poder contribuir de maneira positiva na carreira dos militares por meio das promoções. O governador lembrou, ainda, que o Acre vive um novo tempo de prosperidade e que o reaparelhamento das polícias é uma realidade. Gladson citou a chegada de mais um moderno helicóptero, a entrega de veículos e equipamentos que darão condições e suporte necessário para que os órgãos de Segurança Pública atuem no enfrentamento ao crime.

“Quero reafirmar aqui que o meu governo continuará sendo amigo da polícia. Que vamos nos dedicar até o último dia de nossa administração para que vocês possam usufruir de todas as condições necessárias para desempenharem seu trabalho com dignidade e com orgulho de serem policiais”, argumentou.

“E as promoções que ora recebem são parte deste compromisso. Significa que consideramos cada soldado, cada cabo, sargento ou oficial como verdadeiros guerreiros dispostos a defender a nossa sociedade. Resta-me então pedir a Deus que os proteja e que estas promoções possam renovar a chama do compromisso com a ordem pública e com a vontade de fazer o melhor por nossa população”, completou o governador Gladson Cameli.

O comandante-geral da Polícia Militar do Estado do Acre, coronel Ezequiel Bino, afirmou que a promoção de militares é sempre um momento importante para a corporação. Bino destacou o compromisso do governo estadual, mesmo diante da atual situação financeira, em honrar os novos sargentos e assegurar profissionais cada vez mais preparados para servir e proteger a sociedade acreana.

“O governo do Estado fez um esforço muito grande para honrar estas promoções e estamos vendo aqui 477 novos sargentos em todo o estado que passaram por uma capacitação para serem promovidos.Teremos policiais militares muito mais qualificados para atender a nossa população”, disse.

O evento realizado na Esplanada do Palácio Rio Branco contou ainda com a presença do secretário de Estado da Justiça e Segurança Pública (Sejusp), Paulo Cezar Rocha dos Santos; do delegado-geral da Polícia Civil, José Henrique Maciel; da defensora chefe da Defensoria Pública Estadual (DPE/AC), Roberta de Paula Caminha; do presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Acre (TJAC), desembargador Francisco Djalma; da desembargadora Denise Bonfim, da senadora Mailza Gomes, do deputado federal Alan Rick e da população.

Novas viaturas e equipamentos para as forças policiais
Durante a solenidade, o governador Gladson Cameli fez a entrega de 16 veículos para as polícias Militar e Civil e Corpo de Bombeiros. Foram disponibilizados 4,3 mil cartuchos de vários calibres, 594 novas fardas e equipamentos operacionais, além de mochilas especiais, armas, escudos balísticos e capacetes operacionais, totalizando R$ 2,1 milhões em investimentos.

As novas viaturas e equipamentos são frutos de convênios com o Ministério da Justiça, secretaria nacional de Segurança Pública (Senasp), Ministério Público do Trabalho(MPT) da 14° Região e emendas parlamentares. Por muito pouco, estes investimentos não foram perdidos. Graças ao empenho e dedicação da nova equipe de governo, a situação conseguiu ser revertida em benefício da população.

Desde janeiro deste ano, significativos avanços já foram concretizados na Segurança Pública. Entre veículos e motocicletas, o governo já realizou a entrega de quase cem unidades para reforçar o policiamento em todo o estado. Até o fim de 2019, Cameli fará, de uma só vez, a entrega de 114 modernas caminhonetes.

Todos estes investimentos refletem positivamente na redução dos índices de violência. Segundo o secretário de Estado da Justiça e Segurança Pública, Paulo Cezar Rocha dos Santos, o Acre é o terceiro estado do país que registrou a maior queda no número de homicídios.

“Estas viaturas e equipamentos vão otimizar muito as atividades do sistema de Segurança Pública. Conseguimos reduzir significativamente o número de crimes contra a vida e isso se deve aos investimentos que estão sendo feitos por parte do governo do Estado, que não tem medido esforços para conseguir os recursos necessários para reaparelhar as nossas polícias e dar uma dura resposta naqueles que insistem em desobedecer as nossas leis. Será desta maneira que seguiremos trabalhando para reduzir ainda mais os índices de criminalidade e trazer a paz de volta para a nossa sociedade”, observou o secretário.

Helicóptero Harpia 03
A chegada do novo helicóptero do governo do Estado do Acre, o Harpia 03, é mais um reforço de peso para a atuação do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer). A cessão de uso da moderna aeronave por parte da Justiça Federal em São Paulo foi liderada pelo governador Gladson Cameli, que tratou o assunto com total prioridade.

“A chegada desse helicóptero mostra a seriedade do nosso governo e o compromisso que a nossa gestão tem com a população do nosso estado.Conseguimos esta aeronave a custo zero para os cofres públicos, aumentamos a nossa frota aérea e asseguramos mais um importante instrumento para combater o crime”, observou o governador.

Apresentada ao público, o helicóptero modelo AS 350 B2 (Esquilo) possui capacidade para transportar quatro passageiros e dois tripulantes. Este tipo de aeronave é a mais utilizada pelas forças de segurança em todo o país e será fundamental para a atuação do Grupamento Especializado em Fronteira(Gefron).

Por meio do patrulhamento aéreo, será possível intensificar a fiscalização e combate aos mais diversos crimes, sobretudo, o tráfico de drogas e armas nas regiões de fronteira com a Bolívia e o Peru. Bases permanentes serão montadas nos municípios de Assis Brasil, Brasileia e Epitaciolândia.

“O Harpia 03 será utilizado em apoio as ações do Gefron e este apoio aéreo é fundamental para identificar alvos e fazer toda a observação de fronteira que é necessária para uma boa atuação das forças terrestres em combate ao narconegócio”, explicou Paulo Cezar.

Em apenas dez meses, devido ao esforço do governador Gladson Cameli, a frota de aeronaves do Ciopaer triplicou. No início do ano, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) cedeu um avião bimotor Sêneca III com capacidade para sete passageiros e um tripulante que chegou ao Acre no fim de agosto e já está sendo utilizado nas mais diversas missões.




Continuar lendo

Destaque 7

Deputados do Acre e Rondônia se reúnem para ação conjunta contra aumento de energia elétrica

Publicado

em

A convite do deputado Roberto Duarte (MDB), os deputados da CPI Energisa de Rondônia vieram ao Acre para compartilhar ações e informações com o objetivo de investigar supostos abusos na tarifa de energia cobrada nos dois Estados.

A CPI de Rondônia é formada pelos deputados Alex Redano (presidente), Jair Montes (relator), Ismael Crispim, Cirone Deiró e Marcelo Cruz. “É muito importante agirmos conjuntamente, já que a provável majoração da energia atinge Acre, Rondônia e Mato Grosso”, justificou o deputado Roberto, mostrando também os resultados positivos da CPI.

As duas CPI,s já começaram a detectar irregularidades, principalmente à leitura por média. “Eles querem cobrar perdas de forma aleatória de toda a população”, disse o relator, deputado Cadmiel Bonfim ((PSDB). Segundo o proponente da CPI, deputado Jenilson Leite (PSB), está se tratando hoje com os colegas de Rondônia o problema mais grave que afeta o povo.

Além de Duarte, Cadmiel e Jenilson Leite também participam os deputados acreanos Daniel Zen (PT), Luis Tchê (PDT), Chico Viga (PHS), Juliana Rodrigues (PRB) e o presidente da Aleac, Nicolau Júnior (Progressistas).




Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.