Conecte-se agora

SinproAcre se defende e diz que Sinteac não é o único sindicato da educação

Publicado

em

Após o Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Acre (Sinteac) usar uma decisão dos desembargadores do Tribunal Regional do Trabalho da 10ª Região de Brasília a seu favor e garantir que seria o único sindicato representante da categoria no Acre, o Sindicato dos Professores da Rede Pública de Ensino do Acre (SinproAcre) emitiu uma nota de esclarecimento nesta quarta-feira, 10, informando que o Sinteac “mente e esconde a verdadeira versão dos fatos”.

No despacho resguardado pelo Sinteac, o desembargador Alexandre Nery de Oliveira teria acatado o mandado de segurança do Sinteac como o legítimo representante da categoria no Acre, com base no princípio da unicidade sindical. No entanto, o SinproAcre afirma que o ajuizamento se deu em face do secretário de relações do trabalho do MTb e União Federal, ainda tramitando na 4ª Vara do Trabalho em Brasília-DF, por entender que o MTb revogou o Registro Sindical do SinproAcre de forma obscura, sob a alegação de que não foi realizada a Assembleia Geral Extraordinária (AGE) de ratificação de fundação.

“No primeiro grau, o pleito foi favorável ao SinproAcre para restabelecer o Registro, como o foi. Contudo, a União Federal apresentou Recurso Ordinário para o TRT (2ª instância) da 10ª Região, tendo esse decidido por reformar a decisão com fundamento no artigo 41 da Portaria 326/2013, do MTb, e ao mesmo instante, determinou que o MTb desse prosseguimento ao pedido de Registro do SinproAcre administrativamente”, alega o SinproAcre. “Completamente o oposto do que afirmou, malandramente, o Sinteac”, assevera.

Para o SinproAcre, não houve qualquer fundamentação na violação do princípio da unicidade sindical, seja pelo MTb ou pelo TRT. “Primeiro, porque o SinproAcre não declarou guerra contra o Sinteac, segundo, porque ele não é o único e legítimo sindicato para representar a categoria de professor e, terceiro, não é o autor do Mandado de Segurança”.

A entidade também escreveu que a Portaria 326/2013, do MTb foi completamente revogada pela Portaria 501/2019, do MJSP. “O SinproAcre está atenta ao caso, agindo na esfera administrativa e judicial, inclusive com impetração de recursos e medidas cabíveis ao caso a fim de garantir o direito do SinproAcre em ter seu Registro no Cadastro Nacional de Entidade Sindical”, finaliza em nota.

O SinproAcre ainda ressalta que está à disposição para prestar quaisquer informações detalhadas aos educadores sobre a questão.

Propaganda

Cidades

Em Mâncio Lima, secretário nega acúmulo de cargos na prefeitura do município

Publicado

em

O secretário de Finanças do município de Mâncio Lima, José Alberto, afirmou em entrevista a um site local do Vale do Juruá – O Juruá em Tempo, que dois dos servidores acusados de acumular cargos na Prefeitura já foram afastados da gestão.

Alberto se disse tranquilo com relação ao caso: “já comprovamos no Tribunal de Contas que não havia acumulo de cargos. Somos servidores estaduais, cedidos para a Prefeitura de Mâncio Lima e só recebemos a partir desta fonte empregatícia”, garantiu.

O secretário ainda acrescentou que a denúncia não condiz com a verdade e não resta dúvidas de que nenhum ato ilícito ocorreu entre os envolvidos. “Pediremos diremos direito de resposta e tão logo formos ouvidos pelo Ministério Público, provaremos que não existe nenhuma irregularidade”, finalizou José Alberto.

Continuar lendo

Cidades

Contra tempo: uma ode à música brasileira

Publicado

em

Apresentado no recém inaugurado Teatro Maués Melo, show homenageia grandes nomes da MPB

No próximo sábado, 20, o Teatro Maués Melo recebe no palco uma verdadeira declaração de amor em todas as partes que formam a cultura no Acre.

Com intuito de oferecer ao público um espetáculo que une música e teatro, o show manifesta a arte com um pensamento crítico sobre os temas atuais. “Contra tempo” apresentado por Yasmim Ohana, cantora que faz parte da nova geração de artistas acreanos, traz em seu repertório, sucessos como Corsário e Pseudosocial, grandes nomes da primeira geração perpassando pelas novas vozes da Música Popular Brasileira.

As intervenções teatrais que engrandecem a apresentação aproximando os vários campos da cultura, contam com a participação especial dos artistas Diogo Soares, Juliana Albuquerque, César Félix, GABS, Anderson Poblen, Lilian Pontes, Flor de Jambo, João Araújo e Arthur Miúda. A direção artística é assinada por Sarah Jainy e Kétila Araújo e direção musical de Deivid Menezes.

O show será realizado no dia 20 de julho, às 20 horas, no Teatro Maués Melo, localizado no Centro Cultural Thaumaturgo Filho, Rua Luiz Z da Silva, 420. Conj. Manoel Julião. Os ingressos estão sendo vendidos a R$ 20, nos pontos de venda: Casa do Rio, Território Criativo e Café com Poesia.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.