Conecte-se agora

Rocha busca desenvolvimento sustentável para o Acre

Publicado

em

O vice-governador do Estado, major Rocha e o secretário de Estado do Meio Ambiente, Israel Milani, participaram nesta quarta-feira, 10, de uma reunião com o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, em Brasília, a fim de discutirem uma agenda de desenvolvimento sustentável comum aos estados da Amazônia. O convite foi feito pelo próprio ministro a todos os governadores da Amazônia e seus respectivos secretários de Meio Ambiente.

“O governo Federal pretende mudar a sistemática adotada anteriormente, quando se jogava para a torcida e nada de efetivo se fazia. Pretendemos estabelecer uma linha direta com todos os estados da Amazônia para que eles encontrem um caminho para o desenvolvimento com controle ambiental”, esclareceu o ministro Ricardo Salles.

Major Rocha disse que o estado do Acre precisa de um olhar especial, já que as restrições impostas ao homem do campo e/ou da floresta o impedem de promover um sustento familiar condigno. “Tenho certeza de que melhores dias virão, já que os pensamentos de desenvolvimento do governo Federal se coadunam com os do governo do Acre”.

Israel Milani disse que o trabalho na gestão ambiental tem sido pautado pela desburocratização. “Visando eficácia das ações do Estado em benefício da sociedade acreana, precisamos desburocratizar algumas ações. O fluxo do licenciamento ambiental foi melhorado e estamos empenhados em trazer o desenvolvimento para o Acre, respeitando as leis ambientais”, esclareceu Milani.

O ministro se colocou à disposição dos governadores e secretários, e de todas as secretarias do ministério que cuidam desde a preservação ambiental aos contatos com órgãos internacionais, para que todas as ações tenham uniformidade na Amazônia.

Propaganda

Destaque 7

Jenilson Leite participa de ação de saúde voltada para os portadores de hepatite em Brasiléia

Publicado

em

O deputado estadual Jenilson Leite (PSB), vice-presidente da ALEAC e médico infectologista, a convite da presidente da Associação dos Portadores de Hepatites no Alto Acre, Neiva, realizou atendimento médico para os pacientes portadores do vírus de hepatites. A ação foi realizada no Hospital Regional Wildy Viana, na cidade Brasileia, durante todo o dia desta sexta-feira (20), em parceria com a direção do hospital que cedeu uma sala. Além dos atendimentos voltados para a área de infectologia, o médico realizou ainda exames de ultrassonografia e eletrocardiograma.

O atendimento realizado pelo médico Jenilson Leite é uma forma de minimizar a fila de espera dos pacientes que precisam se descolar até Rio Branco em busca de tratamento no SAE. Uma vez que o Acre é um dos estados que tem registrado um aumento significativo no número de pessoas que adquire o vírus hepático, sendo mais comum das hepatites b, c e delta. Segundo dados divulgados em 2018, pela Divisão de Infecções Sexualmente Transmissíveis do estado, o Acre registrou 585 casos de pessoas que contraíram o vírus em 2017.

Neiva, presidente da Associação dos Portadores da Hepatites no Alto Acre e representante do serviço de infectologia na região, agradeceu ao deputado pela disponibilidade em proporcionar aquela ação, haja vista a carência de profissionais com esta especialidade em Brasiléia e região. “Dr. Jenilson, queremos lhe agradecer por ter atendido o nosso convite, pois existe uma carência muito grande de infectologista na região. Além disso, temos uma demanda muito grande de pessoas que possui o vírus não apenas de hepatites, mas também de outras doenças infectocontagiosas. E seu trabalho com a sua equipe é de suma importância para nós. Também somos gratos à direção do hospital por ter cedido o espaço. Essa união aqui trouxe ganhos significativos à população”.

O secretário-geral da Associação dos Portadores da Hepatites no Alto Acre (APAHAC), Jacson Aroldo, destacou que em Brasiléia e região existem mais de 700 pessoas com o vírus das hepatites, sendo que apenas 10% dessas pessoas estão fazendo tratamento, pela dificuldade que é de conseguir o tratamento. “Por isso que a vinda do Dr. Jenilson é fundamental e nós agradecemos de coração, pois nós não temos um médico infectologista no município. Às vezes, uma vez por mês um médico aparece e estas pessoas ficam aguardando ou então tem que se deslocar até a capital. Sendo que para entrar em tratamento é uma romaria”, agradeceu.

Além de participar da ação de saúde em Brasiléia, Leite estará amanhã no ramal do Cachoeira, em Xapuri, prestando atendimento médico a pedido do deputado Manoel Morais, seu colega de partido.

Para Jenilson Leite, ir aos municípios do interior ou, a quaisquer postos de saúde desenvolver sua atividade médica é uma grande alegria, haja vista que é uma forma de dar sua parcela de contribuição aos que mais necessitam. “Me ponho sempre à disposição das pessoas para auxiliar como parlamentar e como médico, pois andando pelo nosso estado e mais precisamente no interior, conheço a realidade da população. Então, busco fazer minha parte”.

Continuar lendo

Destaque 7

Na lista da degola estão esposa de líder do governo, parentes de deputados e de Gladson Cameli

Publicado

em

Sem dó, nem piedade. A imagem de gestor “good vibes” do governador Gladson Cameli, aos poucos, vem ganhando novas conotações, conforme a banda toca em seu governo. A última cartada veio após os vetos em massa sofridos por Cameli pelos deputados na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), esta semana. Nesta quinta-feira, 19, por uma questão de “equilíbrio político e fiscal”, Gladson decidiu, coincidentemente, exonerar 340 cargos comissionados do Estado. Entre os demitidos, estão nada menos que filhos de políticos, familiares e amigos de parlamentares e até membros e amigos da própria família Cameli.

ACESSE A LISTA DOS COMISSIONADOS AQUI

A começar por Nara Regina Sandri Schafer, esposa do deputado Luís Tchê, líder do governo da Aleac. O irmão do deputado Gerlen Diniz, um dos mais importantes aliados de Gladson na base governista, também foi exonerado, trata-se de Gene Glenn Diniz Andrade, que mantinha um cargo de Chefe de Departamento na Fundação de Tecnologia do Estado do Acre – FUNTAC.

A prima de Gladson Cameli, que atuava na Secretaria Estadual de Saúde (Sesacre), Ana Paula Santiago Cameli, é uma das dispensadas.

Não menos importantes, também foram dispensados Fagner Rojas Sales, filho do “Leão do Juruá”, Vagner Sales e da deputada Antônia Sales, que atuava na Seinfra e Vânia Mendonça da Silva, sobrinha do deputado estadual Antônio Pedro. Stallin Naubert Silva de Araújo, filho de José Roberto, presidente da Coopserge, que foi candidato pelo PHS ano passado a deputado estadual, também está entre os exonerados.

Retaliação?

O governador fez questão de esclarecer, logo após publicação das exonerações no Diário Oficial, que a medida não se trata de retaliação, mas apenas uma questão de ajuste fiscal. Segundo ele, a ação também é uma maneira de democratizar o governo. “Todos são iguais, essa foi a forma que nós adotamos para ter o equilíbrio fiscal e o equilíbrio político serem todos iguais”.

Para a próxima terça-feira, dia 24, Gladson Cameli irá convocar uma reunião com os deputados estaduais para debater outras situações pertinentes à situação econômica do Acre.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.