fbpx
Conecte-se agora

Horas antes da votação da LDO, Gladson diz que não vai passar “cheque em branco” para poderes

Publicado

em

Foto: Sérgio Vale

O governador Gladson Cameli (Progressistas) afirmou na manhã desta quinta-feira, 11, que o Estado não vai passar “cheque em branco” para os poderes, se referindo a votação da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) que será votada na Assembleia Legislativa. A proposta do governo prevê movimentação financeira de R$ 5,9 bilhões em 2020, R$ 100 milhões a menos que orçamento deste ano.

“Eu sei que hoje é a votação da LDO e sei todas as demandas dos poderes, mas infelizmente não posso passar um cheque em branco. Sou sensível as causas, as dificuldades enfrentada por todos, mas não tenho como aumentar valores”, disse o governador, afirmando que assumiu o Estado com o rombo de R$ 800 milhões de um suposto orçamento fictício. A declaração de Cameli foi dada durante a entrega de 12 ônibus escolares em solenidade em frente ao Palácio Rio Branco. que atuarão no interior do Estado.

A expectativa é que tanto Judiciário, Legislativo, Ministério Público, Tribunal de Contas e Defensoria Pública continuem com seus percentuais constitucionais.

Cameli revelou ainda que os gastos com a previdência só aumenta com os passar dos meses e que neste último mês o Estado desembolsou mais R$ 46 milhões para honrar o pagamento de mais de 15 mil aposentados e pensionistas. “Só para vocês terem um ideia comecei o ano pagando R$ 40 milhões. Agora já tô pagando R$ 46 milhões. Essa conta não para de aumentar”, informou.

O governador aproveitou também para agradecer os setes deputados da bancada federal do Acre em Brasília que votaram a favor da Reforma da Previdência na noite de quarta-feira 10. “ Eu quero agradecer aos deputados que independente de posições partidárias votaram por convicção, por um Brasil e Acre melhor”, pontuou.

Propaganda

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas