fbpx
Conecte-se agora

Fies: pré-selecionados têm até esta sexta-feira para complementar inscrição

Publicado

em

Os candidatos pré-selecionados no Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) têm até as 23h59 desta sexta-feira (12), para complementar a inscrição no site do programa na internet.

Para garantir a vaga, o candidato deve prestar informações como nome do fiador, caso seja necessário, e o percentual de financiamento.

A relação com os pré-selecionados já está disponível no site do Fies. Ela foi divulgada na última terça-feira (9).

Caso o candidato perca o prazo, as vagas ficarão disponíveis na lista de espera, para todos os candidatos não contemplados na primeira fase.

A lista serve para que esses estudantes tenham a oportunidade de preencher vagas que não forem ocupadas. Essa etapa ocorre de 15 de julho a 23 de agosto.

Para a segunda edição do ano, 46,6 mil vagas foram ofertadas em 1.756 instituições de ensino privadas de todo país.

Com financiamento a juros zero, o Fies é voltado para estudantes com renda familiar mensal bruta por pessoa de até três salários mínimos.

Para concorrer ao financiamento, o candidato precisa ter feito qualquer uma das últimas dez edições do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), ter alcançado média igual ou superior a 450 pontos nas questões e não ter zerado a redação.

P-Fies

Saiu também o resultado para o Programa de Financiamento Estudantil (P-Fies). Diferentemente do Fies, no P-Fies os juros são variáveis e as condições são definidas pela instituição de ensino e pelo banco. Para participar, o estudante precisa ter renda familiar mensal bruta por pessoa até cinco salários mínimos.

Os aprovados no P-Fies devem comparecer à Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA) da instituição com a qual fechará o contrato para validar suas informações. O P-Fies é por chamada única, sem lista de espera.

Propaganda

Cotidiano

Ieptec abre processo seletivo simplificado para mediador na área de gastronomia

Publicado

em

O Instituto Estadual de Educação Profissional e Tecnológica (Ieptec) abriu processo seletivo simplificado para contratação de mediadores de aprendizagem horistas na área de gastronomia. Os mediadores comporão a equipe técnica da Escola de Gastronomia e Hospitalidade Miriam Felício, localizada no bairro Cidade do Povo. Ao todo, foram destinadas oito vagas entre os cursos de Formação Inicial e Continuada (Fics) nas áreas de confeiteiro (1), salgadeiro (3), padeiro (2) e pizzaiolo (2).

As inscrições iniciaram nesta segunda e estendem-se até quarta-feira, 19. Os interessados devem dirigir-se à sede do Ieptec, em Rio Branco, ao lado da Escola Humberto Soares, no horário das 8h30 às 11h30 e das 14h30 às 17h30.

Os candidatos devem ter como requisito mínimo, diploma de conclusão de nível médio, certificação profissional na área de específica.

O público-alvo dos cursos onde os mediadores atuarão será, sobretudo, composto por comunidades com elevados índices de vulnerabilidade social beneficiados por programas assistencialistas do governo federal.

O mediador de aprendizagem horista receberá o valor de R$ 30 por hora/aula. Os recursos são provenientes de uma parceria firmada entre o Governo do Estado do Acre e a Superintendência de Desenvolvimento da Amazônia (Sudam).

O certame conta com duas fases: a primeira consiste em análise curricular e documental (títulos); e a segunda em prova didática (elaboração de planejamento e apresentação de aula expositiva). Ambas terão caráter classificatório e eliminatório. As dúvidas referentes ao certame e ao edital podem ser encaminhadas à Comissão do Processo Seletivo no endereço eletrônico: [email protected]

Fonte: Agência de Notícias do Acre

Continuar lendo

Cotidiano

TJAP e Iapen auxiliam o TJAC na realização de julgamento de réu preso no Amapá

Publicado

em

O Tribunal de Justiça do Amapá, Instituto de Administração Penitenciária do Amapá (Iapen) e Tribunal de Justiça do Acre colaboraram pela primeira vez com a realização de um júri popular por videoconferência, nos dias 12 e 13 de fevereiro. O réu implicado neste júri, conduzido pela Vara do Tribunal do Júri da comarca de Rio Branco, no Acre, está preso no Iapen e o julgamento durou dois dias. O crime julgado foi de homicídio duplamente qualificado.

Segundo a servidora do TJAP, Maria Lucy Batista dos Santos, que responde à Secretaria de Gestão Processual Eletrônica do TJAP, o Iapen já opera com videoconferência há cerca de quatro anos.

“São entre 12 e 13 audiências por videoconferência diariamente, de segunda a sexta-feira, utilizando seis salas próprias para a atividade e mobilizando três servidores e quatro policiais militares”, explicou.

Lucy observou que antes do uso destes recursos, era preciso mobilizar uma complexa e cara logística para levar o réu ao local de julgamento. “É preciso, normalmente, pelo menos um servidor e um Policial Militar para acompanhar o réu, com os custos de diárias, combustível, passagens, a burocracia e principalmente o tempo consumido”, comentou.

“Além de outros estados, também atendemos rotineiramente as comarcas do interior do nosso estado, inclusive hoje tivemos a primeira audiência com a comarca de Mazagão, que era a única com quem esta interação ainda não havia ocorrido”, relatou, acrescentando que as seis salas que possuem estão distribuídas entre o Cadeião e o prédio da Corregedoria do Iapen – mas há planos de conseguir mais duas.

(Assessoria de Comunicação TJAP)

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required
Propaganda
Propaganda

Leia Também

Mais lidas