Conecte-se agora

Wadt afirma para Comissão de Serviços Públicos que falta habilidade política à Mara Rocha

Publicado

em

Efeito “cabo de guerra” entre Paulo Wadt e Mara Rocha estica a cada dia, hoje (10) durante sabatina na Assembleia Legislativa do Acre, pela Comissão de Serviços Públicos, Wadt disse que falta habilidade política à deputada federal Mara Rocha (PSDB-AC).

O secretário respondia a perguntas feitas pelo deputado Jenilson Leite (PCdoB) que se referiu as denúncias feitas pela parlamentar contra Wadt, uma delas, de perseguição política a servidores públicos.

“Falta habilidade política à deputada Mara Rocha que poderia dialogar mais. Eu tenho relação política com todos os partidos, inclusive quando fui exonerado pelo PSDB uma das vezes, quem me ofereceu apoio foi o senador Petecão” revelou Wadt.

O secretário afirmou que desde fevereiro não existe diálogo com a deputada com quem tem grande diferença de entendimento. “Ela me demitia na madrugada e o governador me ligava pela manhã dizendo: ‘trabalhe’”, acrescentou o secretário.

Ainda de acordo o chefe da pasta de produção e agronegócio, o governador chegou a lhe propor que deixasse a pasta para resolver o atrito com a deputada federal, o que acabou não aconteceu por pressões do grupo do PSDB.

“Cheguei a conversar muito com o Solino que seria o novo secretário, cheguei a indicar o Nilton que é uma pessoa afinada com o projeto em curso” detalhou Paulo Wadt.

A reunião da Comissão ainda acontece na sala de sessões da Aleac. A sessão foi suspensa. Depois de responder perguntas dos deputados, Wadt vem respondendo questionamentos de cooperativas de produtores presentes no encontro.

Para o deputado Jenilson Leite (PCdoB), o projeto apresentado por Paulo Wadt contempla os pequenos produtores, o que no primeiro momento deixa os parlamentares que fazem parte da comissão satisfeitos.

“O secretário apresentou o olhar do agronegócio que não pode ser visto apenas como os grandes latifúndios com plantios de monocultura tipo soja. Trouxe a experiência moderna da produção de determinada cultivar, o transporte e a comercialização dessa cultivar. Creio que agora é organizar as cadeias produtivas tanto na pecuária quanto no campo da agricultura porque temos muitas potencialidades na região”, disse em entrevista Jenilson Leite.

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas