Conecte-se agora

Wadt afirma para Comissão de Serviços Públicos que falta habilidade política à Mara Rocha

Publicado

em

Efeito “cabo de guerra” entre Paulo Wadt e Mara Rocha estica a cada dia, hoje (10) durante sabatina na Assembleia Legislativa do Acre, pela Comissão de Serviços Públicos, Wadt disse que falta habilidade política à deputada federal Mara Rocha (PSDB-AC).

O secretário respondia a perguntas feitas pelo deputado Jenilson Leite (PCdoB) que se referiu as denúncias feitas pela parlamentar contra Wadt, uma delas, de perseguição política a servidores públicos.

“Falta habilidade política à deputada Mara Rocha que poderia dialogar mais. Eu tenho relação política com todos os partidos, inclusive quando fui exonerado pelo PSDB uma das vezes, quem me ofereceu apoio foi o senador Petecão” revelou Wadt.

O secretário afirmou que desde fevereiro não existe diálogo com a deputada com quem tem grande diferença de entendimento. “Ela me demitia na madrugada e o governador me ligava pela manhã dizendo: ‘trabalhe’”, acrescentou o secretário.

Ainda de acordo o chefe da pasta de produção e agronegócio, o governador chegou a lhe propor que deixasse a pasta para resolver o atrito com a deputada federal, o que acabou não aconteceu por pressões do grupo do PSDB.

“Cheguei a conversar muito com o Solino que seria o novo secretário, cheguei a indicar o Nilton que é uma pessoa afinada com o projeto em curso” detalhou Paulo Wadt.

A reunião da Comissão ainda acontece na sala de sessões da Aleac. A sessão foi suspensa. Depois de responder perguntas dos deputados, Wadt vem respondendo questionamentos de cooperativas de produtores presentes no encontro.

Para o deputado Jenilson Leite (PCdoB), o projeto apresentado por Paulo Wadt contempla os pequenos produtores, o que no primeiro momento deixa os parlamentares que fazem parte da comissão satisfeitos.

“O secretário apresentou o olhar do agronegócio que não pode ser visto apenas como os grandes latifúndios com plantios de monocultura tipo soja. Trouxe a experiência moderna da produção de determinada cultivar, o transporte e a comercialização dessa cultivar. Creio que agora é organizar as cadeias produtivas tanto na pecuária quanto no campo da agricultura porque temos muitas potencialidades na região”, disse em entrevista Jenilson Leite.

Propaganda

Destaque 3

Prefeitura de Rio Branco anuncia que vai pagar antecipado salários do mês de julho

Publicado

em

Se depender de dinheiro no bolso do funcionalismo público, a Expoacre 2019 já pode ser considerada um sucesso.

Depois do governo do Estado anunciar que vai pagar metade do décimo terceiro salário e os vencimentos referentes ao mês de julho antes do início da feira agropecuária, agora é a vez da prefeitura de Rio Branco garantir que o pagamento do mês de julho também será antecipado.

O anúncio foi do Chefe da Casa Civil da Prefeitura de Rio Branco, Márcio Oliveira. Os servidores municipais recebem seus salários na quinta-feira da próxima semana, dia 25 de julho.

Com o pagamento do funcionalismo municipal, a prefeitura de Rio Branco vai injetar 24 milhões de reais na economia da capital. Parte desse montante, com toda certeza, será gasto nos estandes da Expoacre 2019

Continuar lendo

Destaque 3

“Não adianta ir para ficar sentado”, diz Gladson sobre Galpão que abrigará gabinetes

Publicado

em

FOTO: SÉRGIO VALE

Entre as diversas novidades anunciadas pelo governador Gladson Cameli na programação da Feira de Agronegócios 2019 do Acre, a Expoacre, está a mudança de todos os gabinetes de secretarias – ou a maioria deles, para o Parque de Exposições Marechal Castelo Branco. Na abertura oficial da programação ocorrida na manhã desta segunda-feira, 15, o governador afirmou que haverá um Galpão Institucional que irá abrigar os gabinetes.

No referido galpão, também estará instalada uma comitiva de representantes do Estado vizinho, o espaço do governo de Rondônia. O governo prevê que os trabalhos do galpão irão funcionar das 9 da manhã às 22 da noite durante os nove dias de programação.

Mas Cameli advertiu que o trabalho deverá ser levado a sério. “Não adianta ir para lá para ficar sentado ou levar a burocracia consigo. Tem que irem e deixar a burocracia em casa para desenrolar os processos. A ideia é que possamos agir”, revelou o governador.

Pela primeira vez, a Feira contará com gabinetes fixos do governador, vice-governador, Casa Civil, Segurança Pública, Primeira-Dama, Secretaria de Infraestrutura (Seinfra), Academia de Letras do Acre, Junta Comercial e prefeitura do município de Feijó.

Gladson destacou que sua equipe não pode perder tempo. “Não vamos ficar só na palavra”. Ele admitiu que a ideia de levar as equipes do governo para o Parque de Exposições foi baseada na Rondônia Rural Show, maior feira de agronegócios da Região Norte.

A ideia, de acordo com Cameli, é tratar de negócios durante o dia e deixar somente a festa para o período noturno: “Nunca vi ninguém tratar de negócio durante festa”, disse o governador ao anunciar o novo formato do evento, em meados do mês de maio.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.