Conecte-se agora

Carta aberta ao servidor, por Mônica Feres

Publicado

em

Por Mônica Kanaan

Na manhã desta terça-feira (9), compareci à Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa do Estado do Acre. Além de parlamentares, compareceram representantes do Conselho Regional de Medicina, do Sindicato dos Profissionais Auxiliares e Técnicos de Enfermagem e Enfermeiros do Acre e do Sindicato dos Trabalhadores em Saúde do Estado do Acre, além de jornalistas.

Durante a reunião, foram expostos os dados e informações obtidas neste primeiro mês de gestão, com proposta de estratégias e metas.

Perguntas foram respondidas e sugestões foram ouvidas. Alguns pontos foram repetidamente discutidos. Tudo numa abordagem bem técnica, como, acredito, deve ser feita.

A saúde pública tem que ser encarada como um investimento e não como gasto.

Quando foi me perguntado sobre os recursos humanos, respondi que há muita gente disposta a trabalhar para fazer uma boa saúde no Acre.

E citei a frase de Marc Benioff, que diz: “Concentre-se nos 20% que fazem 80% da diferença”.

É a Lei de Pareto (regra 80/20), que tem muitas aplicações, inclusive no que diz respeito à gestão da qualidade total.

Isso não tem nada a ver com o que foi interpretado. Em nenhum momento foi falado em “corpo mole”.

Quando existe um bom processo de trabalho, realizado por pessoas competentes e comprometidas, o resultado é positivo. E forças contrárias se tornam inconsistentes, cessam ou deixam de existir.

Isso está acontecendo nessa gestão. Trabalho sério, diuturno, honesto, transparente, com estratégias e metas, está sendo realizado.

O meu discurso é exatamente o mesmo, desde o meu primeiro dia nessa gestão: fazer boa saúde trabalhando com pessoas para pessoas.

Defendo o respeito ao próximo, sou extremamente “kantiana”, mas sem deixar de lado a autoconfiança e a congruência, qualidades herdadas dos meus pais, legítimas pessoas que chegaram ao sucesso através de muito trabalho e dedicação. Legado que faço questão de deixar para os meus filhos, através do exemplo de minhas práticas de gestão.

A boa saúde vai ser feita, sim, para cada cidadão acreano.

O bom gestor não se curva às críticas vagas e informações sem compromisso com a verdade.

O time está sendo formado, forte, verdadeiro, comprometido com a transparência e com a vontade em fazer a saúde acontecer.

Conto com cada servidor e vocês sabem disso.

Mônica Kanaan é secretária de Estado de Saúde do Acre

Propaganda

Destaque 7

Governo promove 477 militares, entrega novo helicóptero, viaturas e equipamentos para segurança

Publicado

em

O governador Gladson Cameli proporcionou nesta sexta-feira, 11, mais um dia histórico para a Segurança Pública ao promover 477 cabos para a patente de 3° sargento da Polícia Militar do Estado do Acre (PMAC). Valorizar os servidores públicos é um compromisso da atual gestão, assim como assegurar a excelência e qualificação dos profissionais que integram as forças policiais e são os responsáveis por salvaguardar a população.

Em seu discurso, Cameli enfatizou que estava orgulhoso e bastante emocionado, como governador, em poder contribuir de maneira positiva na carreira dos militares por meio das promoções. O governador lembrou, ainda, que o Acre vive um novo tempo de prosperidade e que o reaparelhamento das polícias é uma realidade. Gladson citou a chegada de mais um moderno helicóptero, a entrega de veículos e equipamentos que darão condições e suporte necessário para que os órgãos de Segurança Pública atuem no enfrentamento ao crime.

“Quero reafirmar aqui que o meu governo continuará sendo amigo da polícia. Que vamos nos dedicar até o último dia de nossa administração para que vocês possam usufruir de todas as condições necessárias para desempenharem seu trabalho com dignidade e com orgulho de serem policiais”, argumentou.

“E as promoções que ora recebem são parte deste compromisso. Significa que consideramos cada soldado, cada cabo, sargento ou oficial como verdadeiros guerreiros dispostos a defender a nossa sociedade. Resta-me então pedir a Deus que os proteja e que estas promoções possam renovar a chama do compromisso com a ordem pública e com a vontade de fazer o melhor por nossa população”, completou o governador Gladson Cameli.

O comandante-geral da Polícia Militar do Estado do Acre, coronel Ezequiel Bino, afirmou que a promoção de militares é sempre um momento importante para a corporação. Bino destacou o compromisso do governo estadual, mesmo diante da atual situação financeira, em honrar os novos sargentos e assegurar profissionais cada vez mais preparados para servir e proteger a sociedade acreana.

“O governo do Estado fez um esforço muito grande para honrar estas promoções e estamos vendo aqui 477 novos sargentos em todo o estado que passaram por uma capacitação para serem promovidos.Teremos policiais militares muito mais qualificados para atender a nossa população”, disse.

O evento realizado na Esplanada do Palácio Rio Branco contou ainda com a presença do secretário de Estado da Justiça e Segurança Pública (Sejusp), Paulo Cezar Rocha dos Santos; do delegado-geral da Polícia Civil, José Henrique Maciel; da defensora chefe da Defensoria Pública Estadual (DPE/AC), Roberta de Paula Caminha; do presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Acre (TJAC), desembargador Francisco Djalma; da desembargadora Denise Bonfim, da senadora Mailza Gomes, do deputado federal Alan Rick e da população.

Novas viaturas e equipamentos para as forças policiais
Durante a solenidade, o governador Gladson Cameli fez a entrega de 16 veículos para as polícias Militar e Civil e Corpo de Bombeiros. Foram disponibilizados 4,3 mil cartuchos de vários calibres, 594 novas fardas e equipamentos operacionais, além de mochilas especiais, armas, escudos balísticos e capacetes operacionais, totalizando R$ 2,1 milhões em investimentos.

As novas viaturas e equipamentos são frutos de convênios com o Ministério da Justiça, secretaria nacional de Segurança Pública (Senasp), Ministério Público do Trabalho(MPT) da 14° Região e emendas parlamentares. Por muito pouco, estes investimentos não foram perdidos. Graças ao empenho e dedicação da nova equipe de governo, a situação conseguiu ser revertida em benefício da população.

Desde janeiro deste ano, significativos avanços já foram concretizados na Segurança Pública. Entre veículos e motocicletas, o governo já realizou a entrega de quase cem unidades para reforçar o policiamento em todo o estado. Até o fim de 2019, Cameli fará, de uma só vez, a entrega de 114 modernas caminhonetes.

Todos estes investimentos refletem positivamente na redução dos índices de violência. Segundo o secretário de Estado da Justiça e Segurança Pública, Paulo Cezar Rocha dos Santos, o Acre é o terceiro estado do país que registrou a maior queda no número de homicídios.

“Estas viaturas e equipamentos vão otimizar muito as atividades do sistema de Segurança Pública. Conseguimos reduzir significativamente o número de crimes contra a vida e isso se deve aos investimentos que estão sendo feitos por parte do governo do Estado, que não tem medido esforços para conseguir os recursos necessários para reaparelhar as nossas polícias e dar uma dura resposta naqueles que insistem em desobedecer as nossas leis. Será desta maneira que seguiremos trabalhando para reduzir ainda mais os índices de criminalidade e trazer a paz de volta para a nossa sociedade”, observou o secretário.

Helicóptero Harpia 03
A chegada do novo helicóptero do governo do Estado do Acre, o Harpia 03, é mais um reforço de peso para a atuação do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer). A cessão de uso da moderna aeronave por parte da Justiça Federal em São Paulo foi liderada pelo governador Gladson Cameli, que tratou o assunto com total prioridade.

“A chegada desse helicóptero mostra a seriedade do nosso governo e o compromisso que a nossa gestão tem com a população do nosso estado.Conseguimos esta aeronave a custo zero para os cofres públicos, aumentamos a nossa frota aérea e asseguramos mais um importante instrumento para combater o crime”, observou o governador.

Apresentada ao público, o helicóptero modelo AS 350 B2 (Esquilo) possui capacidade para transportar quatro passageiros e dois tripulantes. Este tipo de aeronave é a mais utilizada pelas forças de segurança em todo o país e será fundamental para a atuação do Grupamento Especializado em Fronteira(Gefron).

Por meio do patrulhamento aéreo, será possível intensificar a fiscalização e combate aos mais diversos crimes, sobretudo, o tráfico de drogas e armas nas regiões de fronteira com a Bolívia e o Peru. Bases permanentes serão montadas nos municípios de Assis Brasil, Brasileia e Epitaciolândia.

“O Harpia 03 será utilizado em apoio as ações do Gefron e este apoio aéreo é fundamental para identificar alvos e fazer toda a observação de fronteira que é necessária para uma boa atuação das forças terrestres em combate ao narconegócio”, explicou Paulo Cezar.

Em apenas dez meses, devido ao esforço do governador Gladson Cameli, a frota de aeronaves do Ciopaer triplicou. No início do ano, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) cedeu um avião bimotor Sêneca III com capacidade para sete passageiros e um tripulante que chegou ao Acre no fim de agosto e já está sendo utilizado nas mais diversas missões.

Continuar lendo

Destaque 7

Deputados do Acre e Rondônia se reúnem para ação conjunta contra aumento de energia elétrica

Publicado

em

A convite do deputado Roberto Duarte (MDB), os deputados da CPI Energisa de Rondônia vieram ao Acre para compartilhar ações e informações com o objetivo de investigar supostos abusos na tarifa de energia cobrada nos dois Estados.

A CPI de Rondônia é formada pelos deputados Alex Redano (presidente), Jair Montes (relator), Ismael Crispim, Cirone Deiró e Marcelo Cruz. “É muito importante agirmos conjuntamente, já que a provável majoração da energia atinge Acre, Rondônia e Mato Grosso”, justificou o deputado Roberto, mostrando também os resultados positivos da CPI.

As duas CPI,s já começaram a detectar irregularidades, principalmente à leitura por média. “Eles querem cobrar perdas de forma aleatória de toda a população”, disse o relator, deputado Cadmiel Bonfim ((PSDB). Segundo o proponente da CPI, deputado Jenilson Leite (PSB), está se tratando hoje com os colegas de Rondônia o problema mais grave que afeta o povo.

Além de Duarte, Cadmiel e Jenilson Leite também participam os deputados acreanos Daniel Zen (PT), Luis Tchê (PDT), Chico Viga (PHS), Juliana Rodrigues (PRB) e o presidente da Aleac, Nicolau Júnior (Progressistas).

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.