Conecte-se agora

“Essa secretária da Saúde é PHD em arrogância”, diz sindicalista

Publicado

em

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Saúde do Acre (Sintesac) Adailton Cruz não deixou barato a declaração da Secretária de Saúde do Acre, Mônica Feres, de que 80% dos servidores da saúde fazem “corpo mole”.

Procurado pelo ac24horas, Adailton não economizou nas críticas à atual gestão no que diz respeito a área de saúde. “Infelizmente, o governo do Estado só comete erros na área da saúde, disse Adailton.

Em relação a Mônica Feres, o presidente do segundo maior sindicato do Acre afirmou que a mesma é phd em arrogância e que não conhece nada da realidade da saúde no estado. “Importar uma pessoa phe em arrogância, que quer militarizar a saúde, que não conhece a nossa realidade e que chega aqui com uma receita de bolo pronta baseada na realidade de Brasília, Minas Gerais ou sei lá qual lugar, não vai funcionar”.

Adailton disse ainda que transferir os problemas da saúde para os trabalhadores é prova de incompetência e irresponsabilidade. “Jogar a culpa na falha da gestão em cima dos trabalhadores é a maior prova de incompetência e irresponsabilidade. É desconhecer o dia a dia desses pais e mães de famílias e jogar nas costas de quem ainda salva a saúde desse estado. Repudiamos e não vamos mais aceitar esse tipo de ataque. Ela tem que assumir os problemas da gestão e que se existem os problemas é porque eles não têm gerir a saúde”, afirma o presidente do Sintesac.

O Sindicato dos Trabalhadores em Saúde também publicou uma nota de repúdio onde afirma que se for preciso os trabalhadores vão realizar a maior greve da história do Acre.

 

Anúncios


Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas