Conecte-se agora

Associação dos Municípios do Acre passará por auditoria do TCE e diretor pede afastamento

Publicado

em

A prefeita de Rio Branco e presidente da Associação dos Municípios do Acre (Amac), Socorro Neri, protocolou na manhã desta segunda-feira, 08, no Tribunal de Contas do Estado (TCE), um pedido para que o órgão faça uma auditoria completa nas contas e contratos da Amac. A prefeita foi recebida pelo presidente do órgão, conselheiro Cristóvão Messias, e pelo diretor de Auditoria Financeira e Orçamentária, Jeú Campelo Bessa, e pediu celeridade na apuração das denúncias apresentadas contra a Amac na última sexta-feira, 05.

De acordo com o presidente do TCE, o trabalho será iniciado imediatamente ainda nesta segunda-feira. Um dossiê foi entregue à Polícia Federal, Ministério Público Federal (MPF) e Tribunal de Contas da União (TCU), relatando possíveis irregularidades dentro da Associação, mantida com recursos da prefeituras acreanas, e que teriam a participação direta de alguns servidores. Entre elas um caso de nepotismo. O coordenador executivo da Amac, Márcio Neri, é sobrinho da prefeita e faz parte do quadro de funcionários da instituição desde 1999. Ele também exerceu a função de coordenador executivo durante a gestão da prefeita de Tarauacá, Marilete Vitorino, que esteve na presidência da Amac entre janeiro de 2017 e dezembro de 2018 e foi reconduzido à função assim que a prefeita Socorro Neri assumiu a presidência.

Diante das denúncias e até que os fatos sejam completamente esclarecidos, Márcio Neri pediu afastamento da Amac, o que foi prontamente atendido pela presidente da Associação, prefeita Socorro Neri, e comunicado aos funcionários da instituição na manhã de hoje.

A decisão de protocolar o pedido de auditoria nas contas da Amac no TCE é uma iniciativa da própria prefeita, uma vez que as denúncias foram apresentadas a órgãos que não atuam na jurisdição que a Associação de Municípios do Acre está inserida. Antes mesmo de qualquer notificação dos órgão federais provocados, a prefeita Socorro Neri se adiantou e determinou que todos os fatos sejam amplamente apurados e elucidados.

Enquanto durarem as investigações, a coordenadoria executiva da Amac será exercida pela chefe do departamento de projetos, Micaelle Maia Coelho, que acumulará as funções sem qualquer acúmulo de proventos. Desta forma, a prefeita Socorro Neri aguarda pela total e necessária transparência dos fatos relatados pela denúncia e que a questão seja tratada com prioridade.

Propaganda

Destaque 4

Escolha da Rainha do Rodeio 2019 será realizada nesta quarta-feira (17), em Rio Branco

Publicado

em

A 22ª edição do concurso Rainha do Rodeio vai ocorrer nesta quarta-feira, 17, a partir das 19 horas, no hotel Nobille Suítes Gran Lumni, em Rio Branco, durante um jantar que vai reunir a imprensa local e os patrocinadores do evento.

São 10 candidatas representantes de fazendas e empresas na disputa pelo posto: Amanda Diniz, Tatyellen Mendonça, Roberta Rodrigues, Kath Menezes, Clícia Virginia, Camila Amarães, Ana Carolina, Cristina Silgueira, Ketely Chagas e Vanessa Ribeiro.

As finalistas passaram por várias etapas, dentre as quais entrevistas com os jurados e sessão de fotos com fotógrafo profissional, quando foi verificada a fotogenia e simpatia das candidatas.

A vencedora, além de receber vários prêmios, ainda vai ostentar a faixa de Rainha do Rodeio durante toda a Expoacre 2019, participando da cavalgada de abertura da feira e do circuito de rodeio. 



O evento é organizado pelos colunistas sociais Roberta Lima e Gigi Hanan, através da Associação dos Colunistas do Acre (ACOS), com a participação da coordenação da Expoacre 2019.

Continuar lendo

Destaque 4

Madeira apreendida é usada em revitalização do Parque de Exposições para a Expoacre

Publicado

em

Cerca de 300 metros cúbicos de madeira apreendida pelo Instituto de Meio Ambiente do Acre (IMAC) está sendo reutilizada pelo governo do Acre na revitalização do Parque de Exposições para a realização da Expoacre 2019. Os insumos foram doados pelo próprio Imac à Secretaria de Estado de Empreendedorismo e Turismo.

A madeira foi apreendida durante fiscalização ambiental, pois estava irregular. Por lei, madeiras apreendidas são redirecionadas a obras sociais. Com isso, o governo economiza aproximadamente R$400 mil reais, que seriam destinados para a compra do material necessário.

Foi necessário que duas equipes do Imac trabalhassem por dez dias para garantir a utilização do produto e a reforma do parque de exposição. “Isso vai beneficiar não só o espaço, mas a população em geral que vai estar no evento. O parque vai poder recebê-los de forma adequada, com espaço revitalizado”, destacou o presidente do Imac, André Hassem.

Passarão por reforma o palco, a arena de rodeio e as arquibancadas, além de novos espaços que estão sendo construídos como o Agroflorestal.

 

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.