Conecte-se agora

Gladson toma café no mercado e é cobrado por Dudé

Publicado

em

O governador Gladson Cameli esteve na manhã deste domingo, 7, tomando café no Mercado Municipal Elias Mansour.

O jornalista Altino Machado publicou uma foto em sua página no facebook informando que o chefe do poder executivo sentou ao lado do Cleber Cara Rachada, a língua mais viperina do Acre, de Silvinha, irmã dos ex-governadores Jorge Viana e Sebastião Viana e do ex-assessor dos governos petistas, Jose Fernandes Ferreira Lima, o Dudé.

Segundo Machado, Dudé aproveitou para pedir ao governador o pagamento de sua rescisão. O governador teria acenado que irá atender o pedido do petista.

Detalhes – O governador vestia o vermelho que tanto ilustrou a vida do Parido dos Trabalhadores e não parecia incomodado.

Propaganda

Acre

Mãe de Gladson o defende das acusações de Daniel Zen: “Idiota”

Publicado

em

Após declaração do deputado estadual Daniel Zen, líder do PT na Assembleia Legislativa, a mãe do governador Gladson Cameli (Progressistas) foi para a web detonar a afirmação do parlamentar, proferida na sessão desta quarta-feira (13). Zen disse que Cameli não sabe o que diz quando fala em intervenção federal no Acre. “Quero fazer como Jesus Cristo (Deus me perdoe a heresia). Pai perdoa porque ele não sabe o que diz”, ironizou.

Gladson não respondeu a ironia do parlamentar, mas Linda Cameli sim: “Idiota. Você tem que pedir perdão por vocês terem deixado o Acre nessa situação de calamidade. Assumam a responsabilidade”, explanou num comentário deixado no Facebook.

Gerlen Diniz defendeu a atitude do governador e reafirmou a necessidade da reforma da Previdência no Estado. Zen, por sua vez, disse que já é a quinta vez que o Cameli fala em intervenção federal.

Continuar lendo

Acre

Corretora tem WhatsApp clonado e criminosos tentam aplicar golpe

Publicado

em

Antigamente eram as famosas ligações ou mensagens por sms dizendo que o dono do aparelho tinha ganhado uma grande quantia de dinheiro e para acessar o prêmio precisava de um depósito com um valor bem menor.

A tecnologia evoluiu e a bandidagem também. A moda agora é clonar o aplicativo de WhatsApp, que é o mais comum usado por quase todo mundo atualmente.

É o que está passando a corretora de imóveis Rosilene Bruno. Bastante conhecida por trabalhar em uma das principais imobiliárias de Rio Branco, ela teve o WhatsApp clonado por criminosos. A tática, após a clonagem, é entrar em contato com amigos e familiares e tentar conseguir dinheiro por meio de um “empréstimo”. Em uma das tentativas do golpe, o bandido tentou se passar por Rosilene e afirmou que precisava fazer uma transferência, mas não tinha mais limite.

“Clonaram o telefone da minha mãe e estão pedindo pela cidade transferência bancária. Ela desinstalou o aplicativo, mas mesmo o WhatsApp ainda está funcionando”, afirma Catarina Pinheiro, filha de Rosilene.

A vítima do golpe já registrou queixa em uma Delegacia de Polícia.

Catarina conta que o mais importante é alertar para que amigos e parentes saibam que se trata de um golpe. “Queremos alertar que quem receber esse tipo de mensagem não é a minha mãe. É alguém que está se passando por ela para aplicar golpes. É um alerta para que não façam nenhum tipo de transferência bancária ou coisa parecida”, finaliza.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.