Conecte-se agora

Arraial da Universidade Federal do Acre espera mais de 6 mil pessoas em três dias de festa

Publicado

em

O tradicional Arraial da Universidade Federal do Acre (Ufac) teve início na noite dessa sexta-feira (5). Este ano, os organizadores esperam receber mais de seis mil pessoas nas três noites de festa, que encerra neste domingo (7). Com uma expetativa de mais de duas mil pessoas por noite, o arraial conta com 47 barracas de comidas, artesanato e bebidas, elaboradas pelos próprios acadêmicos da instituição.

A quadrilha da Universidade, a ‘Capivara na Roça’ é atração principal nas três noites de arraial. Toda a estrutura montada no Centro de Convenções da Ufac foi organizada por alunos dos 34 cursos da instituição.

De acordo com o presidente do Diretório Central dos Estudantes (DCE), o evento começa sempre às 18 horas e encerra as atividades por volta de meia-noite. Além das atividades juninas, também se apresentam cantores da comunidade acadêmica.

Propaganda

Cotidiano

Em Cruzeiro do Sul, mulher é encontrada morta; polícia suspeita de enforcamento e estupro

Publicado

em

No final da manhã desta quinta-feira, 14, Maria José Doria Maciel, 46 anos, foi encontrada morta por populares em sua casa no bairro da Várzea. A morte, inicialmente foi tratada como sendo de causa natural, mas a tarde houve a confirmação do homicídio por enforcamento e há indícios de estupro.

As primeiras notícias na vizinhança, eram de que Maria José que seria usuária de drogas, havia morrido por estar com dengue e ter ingerido bebida alcoólica.

Houve desencontro de informações entre a família, o SAMU, polícia e IML. O corpo da mulher passou quase o dia inteiro em cima da cama onde teria sido assassinada.

O caso

O IML só faz o resgate, transporte e necropsia em corpos de pessoas vítimas de morte violenta ou de morte natural de pessoa não identificada. Em caso de morte natural, a família por meio de funerária, cuida do translado.

O técnico de necropsia do Instituto Médico legal de Cruzeiro do Sul, Marcos Barbosa, explica que foi chamado para atender o chamado pela primeira vez as 11 horas da manhã, mas logo em seguida, foi informado pela equipe do SAMU que não havia indício de morte violenta. Só a tarde, um outro médico informou ao IML, a morte violenta e ele, então levou o corpo para o Instituto.

” As 11 horas o médico do Samu falou que não tinha suspeita de morte violenta , mas depois de muitas horas outro médico da unidade do Bairro da Várzea falou que tinha suspeita de violência então toda polícia foi lá de novo e verificamos que realmente ela foi morta por enforcamento”, conta o técnico do IML.

A Assessoria de Comunicação da Polícia Militar de Cruzeiro do Sul, informou que “a equipe do SAMU que esteve no local, suspeitou de infarto, por isso, o perito alegou que não iria ao local” .

Horas depois, segundo a PM, uma médica da família comunicou que a vítima tinha sinais de estupro e somente após essa informação, o perito foi ao local.

O corpo já foi liberado e o caso de feminicídio será investigado pela Polícia Civil.

Continuar lendo

Acre

Prefeitura de Rio Branco lança Campanha de Combate à Tuberculose

Publicado

em

Foto: Val Fernandes

Homens entre 25 e 40 anos são os mais afetados pela doença, que acomete o pulmão e outros órgãos.

A Prefeitura de Rio Branco, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SEMSA), realizou na manhã desta quinta-feira (14), na URAP Roney Neves, localizada no conjunto Adalberto Sena, o Lançamento da Campanha Nacional de Combate à Tuberculose.

A tuberculose é uma doença infectocontagiosa que afeta principalmente os pulmões, podendo acometer, também, órgãos como ossos, rins e meninges.

Para conscientizar a população e alertar sobre os riscos da doença, foi instituído o dia 17 de novembro como Dia Nacional de Combate à Tuberculose. Em Rio Branco, o número de casos chega, em média, a 300 casos por ano.

Durante o lançamento da campanha deste ano em Rio Branco, a SEMSA promoveu uma palestra educativa sobre a doença, tratamento e prevenção. Também houve a busca de sintomáticos respiratórios e os devidos encaminhamentos para a consulta e coleta de material para exames.

De acordo com a secretaria, durante todo o mês serão intensificadas as ações de orientação sobre o agravo da doença em todas as URAPS e Centros de Saúde do município.

A equipe da SEMSA alerta que tuberculose tem cura e que o diagnóstico precoce é a melhor forma de prevenir a doença. O tratamento é gratuito, oferecido em todas as Unidades de Saúde, e após 15 dias do início do tratamento, ininterruptos, a cadeia de transmissão do bacilo é interrompida.

A tuberculose não é mais tão famosa como antigamente, mas ainda preocupa. O Brasil registrou 72,8 mil novos casos da doença no ano passado e 4.534 óbitos em 2017. No mundo, são 10 milhões de acometidos e mais de um milhão de vítimas fatais ao ano – ou 4.500 por dia.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.