Conecte-se agora

Empréstimo da prefeitura de Cruzeiro viabilizará obras essenciais no verão

Publicado

em

O prefeito de Cruzeiro do Sul Ilderlei Cordeiro (PP) garante que o empréstimo que conseguiu de R$ 15,5 milhões junto a Caixa Econômica Federal será totalmente investido na infraestrutura de Cruzeiro do Sul.

“Com esse recurso vamos solucionar o problema de 100 quilômetros de ruas da cidade. Todos os meses gastamos em torno de R$ 200 mil reais com o serviço de tapa-buracos. Tem lugares que em menos de um mês tem que ser refeita a pavimentação. É dinheiro jogado fora. Com esse projeto faremos um recapeamento definitivo nas ruas que demorarão anos para serem refeitos. Quem ganha com isso é a população. Isso vai melhorar a trafegabilidade na cidade,” destacou o prefeito.

Ele ainda argumenta que o pagamento do empréstimo não irá onerar os cofres do município. “As parcelas que vamos pagar do empréstimo são quase as mesmas que gastamos todos os meses com o serviço de tapa-buraco que não resolve o problema,” disse ele.

Questão política

Para fazer o empréstimo o prefeito Ilderlei precisa dos votos da maioria dos vereadores da Câmara Municipal. Ele alega que os seus adversários políticos estão politizando uma questão técnica que beneficiará a população. Mesmo porque as obras de infraestrutura precisam ser realizas ainda no verão de 2019.

“Se tem algum vereador que esteja sendo pressionado por políticos que se acham os donos dos mandatos dos vereadores é melhor refletir. Porque estará votando contra as melhorias do nosso município. Isso é um engano muito grande porque não estão preocupados com o melhor para o nosso município. O importante é deixar as nossas ruas transitáveis para a população,” desabafou.

Ilderlei atribui às desavenças com o ex-prefeito um posicionamento político que afeta alguns vereadores que podem votar contra obras essenciais para Cruzeiro do Sul.

“Se o ex-prefeito não conseguiu achar solução para os problemas das ruas da cidade na sua gestão eu achei na minha. Com obras de pavimentação de excelente qualidade e com bons preços que nos permitirão fazer muito mais com pouco. Por isso peço o financiamento com a consciência tranquila de estar fazendo o melhor para a população de Cruzeiro do Sul,” concluiu Ilderlei.

Propaganda

Cotidiano

Jenilson pede que ALEAC receba parlamentares da regional Tarauacá /Envira

Publicado

em

O deputado estadual Jenilson Leite ( PSB), vice-presidente da ALEAC e membro titular da Comissão de Saúde, está mediando o encontro da comissão de saúde na Assembleia Legislativa com os vereadores de Tarauacá, Jordão e Feijó, que formaram uma comissão intermunicipal para discutir os problemas de saúde que assolam os moradores destes municípios na regional Tarauacá/ Envira.

Além de Jenilson, que será o intermediário do encontro, os demais membros da Comissão na ALEAC irão participar do debate com os legisladores das câmaras locais.

Leite destaca que essa comissão formada pelos edis é de fundamental importância na luta pela saúde, haja vista que os problemas que afligem os moradores dessa região é enorme, principalmente com a saída de profissionais que realizam cirurgias e amenizavam a situação. ” Os problemas assistenciais são enormes e o governo do Estado precisa apresentar medidas que solucione a demanda. Por exemplo, as cirurgias, que antes eram realizadas com a presença de uma anestesista, que ia uma vez por mês naqueles municípios, de certa maneira minimizava a demanda que tinha lá”.

Agora, segundo o deputado, “com a retirada do anestesista,os pacientes entraram na fila de espera da rede estadual e não sabem quando serão chamados para fazer o procedimento, podendo complicar o quadro clínico e morrer”.

Além da crise que paira nas unidades de saúde sob a responsabilidade do Estado, em Tarauacá, os munícipes estão sofrendo com a epidemia de dengue.

O encontro com a Comissão de Saúde será de 27 de novembro.

Continuar lendo

Acre

Bolsa Família começa a ser pago no Acre: R$ 23,7 milhões são injetados na economia

Publicado

em

O Bolsa Família já está sendo pago às 87.057 famílias beneficiárias no Acre. São R$ 23.778.672,00 que serão injetados na economia dos 22 municípios ao longo dos próximos dias.

Para exemplificar, o número de beneficiários diminuiu em novembro em relação a agosto, quando 90.027 famílias receberam o benefício no Acre. São 2.970 famílias a menos comparando com agosto.

Em novembro, o pagamento do benefício segue o calendário escalonado. Para saber o dia do pagamento, o beneficiário deve conferir o Número de Identificação Social, o NIS, impresso no cartão do programa. Os que terminam com final 1 podem sacar o dinheiro no primeiro dia do pagamento. Os com final 2, no segundo dia  e assim por diante. Os recursos ficam disponíveis para saque por um período de três meses. Para saber a data exata do pagamento, basta acessar: facebook.com/bolsafamilia.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.