Conecte-se agora

Empresário dá tiro na cabeça em evento com ministro e governador de Sergipe

Publicado

em

Um empresário deu um tiro na cabeça na manhã de hoje, em Aracaju, durante evento com o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, e com o governador de Sergipe, Belivaldo Chagas (PSD). O tiro foi disparado após o discurso de Chagas na abertura do evento, que ocorria dentro de um hotel de luxo.

O empresário identificado como Sadi Paulo Castiel Gitz, 70, é dono da empresa de cerâmica Escurial, com sede em Nossa Senhora do Socorro (na Grande Aracaju). Ele foi um dos convidados do “Simpósio de Oportunidades – Novo Cenário da Cadeia do Gás Natural em Sergipe”, em Aracaj”Houve um grande desespero após o tiro, foi algo horrível, todos ficaram consternados”, disse a testemunha, que pediu para não ter o nome revelado.

O evento era transmitido nas redes sociais do governador de Sergipe. No vídeo, é possível ouvir o disparo e, em seguida, os participantes comentam o fato, enquanto outros deixam o local.

Em nota, o governo do estado de Sergipe lamentou o suicídio e informou que o evento foi cancelado. Procurado pela reportagem, o ministério de Minas e Energia não se pronunciou sobre o caso.

Empresa de Sadi enfrentava crise

A empresa que era presidida pelo empresário estava em crise e havia anunciado paralisação da produção. Em nota, a empresa havia afirmado que “o motivo determinante para essa decisão foi o preço do gás cobrado pela concessionária SERGAS – Sergipe Gás S.A, empresa do Governo do Estado de Sergipe”.

Gaúcho de Porto Alegre, Sadi era graduado em matemática, engenharia mecânica e administração. Ele já havia passado pela chefia da Superintendência de Transporte e Trânsito e da Empresa Municipal de Serviços Urbanos, em Aracaju. Também era ex-presidente da Associação Comercial e Empresarial de Sergipe. No ano passado, ele recebeu o título de cidadão sergipano por conta dos 30 anos de atuação industrial no estado.

u.

Propaganda

Cidades

Polícia investiga morte de homem encontrado sem marcas de violência na própria cama

Publicado

em

A Polícia Civil de Cruzeiro do Sul investiga se José Francisco da Silva, encontrado sem vida em cima da própria cama, na tarde desta segunda-feira, 27, no bairro Cruzeirão, morreu de infarto.

O diarista não era visto pela vizinhança desde sexta-feira, 24. Nesta segunda-feira, 27, um parente arrombou a porta da casa de José Francisco e encontrou o corpo já em estado de decomposição.

O corpo está passando por exame no Instituto Médico legal.

O delegado Marcos Vinicius, disse que o homem tinha problemas de saúde e há informação de que bebia muito. “Ele morreu em cima da própria cama sem sinais de violência e estamos investigando”, contou o delegado.

Continuar lendo

Cidades

Professores cruzeirenses aprovados em concurso vão protestar pelo não chamamento

Publicado

em

Nesta segunda-feira, 27, um grupo de professores aprovados no concurso público, mas não convocados, procurou a coordenação do Núcleo de Educação de Cruzeiro do Sul para saber quando serão chamados para trabalhar.

Como não houve definição sobre data, eles garantem que na quarta-feira da semana que vem, dia 5 , vão fazer um grande ato de protesto no Núcleo de Educação, em parceria com o Sinteac.

Eliane Neri, professora de história, aprovada em 6° lugar no certame, destaca que professores provisórios vão passar por formação para iniciar o ano letivo no dia 10 de fevereiro. “Nós que devíamos ir pra Formação pra começar as aulas”.

Segundo Eliane a coordenadora do Núcleo de Educação em Cruzeiro do Sul , Ruth Bernardino, disse ao grupo que o governo do Estado aguarda um relatório da secretaria de Fazenda sobre o número de servidores e a Lei Responsabilidade Fiscal para definir a data de convocação dos aprovados.

Aos jornalistas, Bernardino afirmou que as convocações “serão feitas a qualquer momento”.

Em Cruzeiro do Sul são cerca de 196 aprovados no Concurso Público realizado ainda no governo Sebastião Viana. O governador Gladson Cameli chamou cerca de 200 professores em todo o Estado, sendo 50 de Cruzeiro.

Em Rio Branco houve protestos dos aprovados no Concurso da Educação em frente à Casa Civil.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required
Propaganda
Propaganda

Mais lidas