Conecte-se agora

Wadt evita bater de frente com Mara e afirma que não praticou qualquer ilegalidade

Publicado

em

O agrônomo Paulo Wadt, secretário de Agricultura e Pecuária do governo do Acre, tomou conhecimento das acusações da deputada federal Mara Rocha (PSDB) contra ele na tarde desta segunda-feira, 24, mas evitou bater de frente com a parlamentar.

Evitando tensionar ainda mais a polêmica, Wadt ressaltou que o governador Gladson Cameli sempre exigiu que os Secretários de Estado tenham uma atuação proba e eficiente. “Não conheço nenhuma decisão que tenha qualquer ilegalidade ou suspeição. Mas o governador nunca deixou de cobrar resultados efetivos e compromisso com a população e no caso da SEPA, com o produtor e o agronegócio. Há uma Visão de Futuro que todos do governo compartilham e estão lutando. Será a mudança para o qual o governador Gladson Cameli foi eleito”, disse o gestor da pasta, que preferiu não citar o nome da deputada.

Propaganda

Destaque 3

Moro diz que o combate ao crime requer bons processos, promotores e juízes corajosos

Publicado

em

No lançamento do Programa Vigia e do Grupo Especializado de Fronteira (Gefron) , em Cruzeiro do Sul, o Ministro da Justiça, Sérgio Moro, disse que o combate ao crime organizado, além da apreensão de drogas, requer a identificação e isolamento das lideranças, bons processos e promotores e juízes corajosos. “Temos que ter condenações”.

Para Moro, o empenho das instituições, como os governos estaduais, forças de segurança da União dos Estados e políticos, é fundamental no combate ao crime organizado .

Ele cita como exemplo, o empenho da bancada federal acreana, que destinou recursos para a área da segurança pública, o que resultou na aquisição de mais de cem viaturas para as polícias civil, militar, Bombeiros e Gefron. “Investir em segurança é investir em pessoas”, concluiu.

Continuar lendo

Destaque 3

2º repasse do FPM de novembro cai nesta quarta-feira (20) na conta das prefeituras do Acre

Publicado

em

O 2º decêndio do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) de novembro deve cair nas contas das 22 prefeituras do Acre na próxima quarta-feira, 20 de novembro. Serão R$ 5.663.204,14 nas contas dos municípios, um reforço importante neste mês que antecede o encerramento do exercício.

No País, o FPM repassa R$ 846.745.859,94 neste 2º decêndio de novembro, já descontada a retenção do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). Em valores brutos, incluindo o Fundeb, o montante chega a R$ 1.058.432.324,93.

A Confederação Nacional de Municípios (CNM) destaca que a soma do 1º e 2º decêndio de novembro mostra que o Fundo cresceu 6,82% dentro do mês, comparando com mesmo período de 2018, levando-se em conta a inflação. O percentual confirma saldo positivo do ano para as prefeituras, pois, de janeiro até este 2º decêndio, o aumento é de 8,76% em termos nominais.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.