Conecte-se agora

N. Lima: “o povo está apavorado com a violência”

Publicado

em

O vereador N. Lima (PSL), policial militar aposentado, disparou ontem críticas contra a estratégia usada até aqui pelo comando da Segurança no combate à violência. Na sua visão, nunca a cidade esteve tão violenta como se encontra na atualidade. “E não venham com comparações e gráficos que baixou o índice da violência porque não é verdade. O povo hoje está apavorado trancado em suas casas e os bandidos livres nas ruas”, pontuou o vereador. Alguém conhece o Plano de Segurança do governo para combater a violência? Se alguém conhece, eu não conheço, observou o vereador. O que há na sua observação é o amadorismo de correr atrás depois que o crime acontece. “Quando em um bairro aumenta o número de crimes, levam viaturas, ficam alguns dias, como aconteceu na Cidade do Povo e no Calafate, pouco tempo depois se retiram e a violência volta a explodir”, citou ao BLOG. “Estão incontroláveis os arrombamentos, assaltos às residências, roubos de carros, mortes de pessoas inocentes que nada têm a ver com as facções. Não falo nem no roubo de celulares que se alastrou. Eu mesmo presenciei cerca de doze estudantes que estavam numa parada de ônibus serem assaltados e ficarem sem os celulares”, comentou indignado. Lembra N.Lima que, antes tinha duplas de policiais nos bairros, viaturas fixas na ronda dos bairros, e hoje não se vê nada. As facções dominam escolas, bairros, e quem paga é o povo. Para N.Lima fracassou a política de segurança pública do Estado. “O secretário de Segurança, Paulo César, é um advogado, um oficial militar, qualificado, mas até aqui nada do que fez diminuiu a violência. Nada do que foi prometido pelo governador na campanha para reduzir a criminalidade foi cumprido. E o povo paga a conta”, comentou ontem ao BLOG do CRICA, N.Lima.

CELULARES, UM TROFÉU DO CRIME

O que não consegue entrar na minha cabeça é que numa cidade que pode ser considerada pequena a polícia não consiga descobrir quem são os receptadores de celulares roubados. Se não houvesse comprador não haveria incentivo a esta modalidade de assalto. O desabafo do N.Lima (PSL) é apenas o eco real do que pensa uma população que vive acossada em casa.

A PROMESSA NÃO FOI ESSA

Não interessa à população que o governo passado fracassou no combate ao crime organizado. Interessa à população que o governador Gladson se elegeu dizendo que na gestão anterior o que faltava era a competência. Mas ai, você chega ao poder e fica sendo o seis por meia dúzia.

PLANO DE SEGURANÇA MESMO

O que falta mesmo é um Plano de Segurança eficaz. Temos Delegados, policiais civis e militares competentes e esforçados, mas até aqui por falta de um norte do comando, ficam a enxugar gelo. É lamentável se ver que nada do que foi prometido na campanha ao setor deu certo.

NINGUÉM TORCE CONTRA

Quando se critica é porque se vive o dia a dia de uma população aterrorizada. Todo mundo reconhece o esforço dos nossos policiais. Mas não se pode deixar de registrar que o resultado do combate à criminalidade não é o que o povo esperava. Ninguém torce contra. Torce para que dê certo. Dando certo é paz para as famílias. Não pode é ficar como está a cidade.

FORA, URUBUS!

A comedida deputada Juliana Rodrigues (PRB) desabafou ontem na tribuna da ALEAC. Ressaltou o acerto do TRE-AC em lhe deixar recorrer da condenação no mandato, mas fulminou os suplentes que tramaram para lhe cassar e os comparou aos urubus.

CARA NA PORTA

Os suplentes da sua coligação se uniram até num consórcio para contratar advogado para alimentar na justiça a perda do seu mandato. Mas jamais esperavam que a decisão do TRE-AC anulasse os votos. E com os votos nulos nenhum deles assumirá. Podem guardar o paletó.

ESTADO DE DIREITO

Enquanto a deputada Juliana Rodrigues (PRB) não for condenada em instância final – pode ser absolvida – continuará tão deputada como os demais colegas. Estamos num Estado de Direito.

QUANDO ACERTAM REGISTRO

Não tenho problema de registrar os acertos do governador Gladson. Recebo a informação que ficou de acontecer ontem pela madrugada o primeiro transplante de fígado sob a sua gestão. Há casos que só transplante salva vidas. A volta do programa merece elogios ao governador.

TRANSPARÊNCIA, SECRETÁRIA!

Falando em Saúde, a secretária Mônica Feres não pode se trancar numa redoma de vidro e não dar explicações públicas de que maneira pretende agir para tirar a saúde do caos em que se encontra. A sua convocação para se explicar na Comissão de Saúde da Aleac foi necessária.

VOO CEGO

Não pode continuar o comando da Saúde num vôo cego sem a nova secretária Mônica Feres dizer a que veio. Como foi questionado ontem na ALEAC, pelo deputado Jenilson Lopes (PCdoB), precisa explicar a guinada para terceirizar os atendimentos no setor de ortopedia do HUERB. Que empresa vai ser beneficiada? De onde é? Qual o custo? Tem de acabar o mistério.

QUERO VER PARA CRER

Já vi Japonês, norueguês, chinês, ao longo dos últimos vinte anos prometendo aos governadores investimentos no Acre. Ficou tudo na conversa fiada. Por isso me reservo ao direito de só crer no anunciado investimento peruano no Estado depois de concretizado.

AS PEDRAS NÃO ESTÃO NO TABULEIRO

O senador Petecão (PSD) disse ontem ao BLOG DO CRICA que, o resultado da última pesquisa para prefeito de Rio Branco não é balizador para a eleição de 2020. As pedras ainda estão fora do tabuleiro, diz. E revela: “não descarto o PSD ter candidato próprio a prefeito da capital”.

O QUE HÁ É MUITA AFOBAÇÃO

Para o senador Sérgio Petecão (PSD), o que há é muita afobação. “Muitos destes nomes que estavam nas pesquisas, me procuraram para conversar; mas disse que não é hora de discutir a sucessão municipal, e não vou discutir nada este ano, alguns sem chance”, revelou ao BLOG.

MINORO DESCARTA PT

Fui sondar ontem o ex-Reitor Minoru sobre uma informação de que foi procurado por amigos de partidos de esquerda, com o PT no meio, para ser candidato a prefeito de Rio Branco por uma frente composta por estes segmentos. Confirmou a informação. Mas ressalvou ao BLOG de que descartou completamente, porque já assumiu compromisso de ir para o PSDB.

QUESTÃO DE MARCAR A DATA

Ao professor Minoro Kinpara só falta marcar hora e data para entrar no PSDB.

OLHA O GOLPE!

A coluna tem boas fontes de informações. A vereadora Janaína Furtada (REDE) esqueça vir a ser candidata a prefeita de Tarauacá pelo bloco comandado pelo PCdoB, que no máximo a quer como vice-prefeita. E que se a chapa ganhar, não lhe acrescentaria nada politicamente.

POTENCIAL PARA A DISPUTA

Caso a vereadora Janaína Furtado resolva disputar a prefeitura de Tarauacá por um partido com estrutura no município, entraria com chance na campanha pelo seu trabalho político, militância nas reivindicações populares e seriedade. Se for por um partido nanico é complicado.

CANELADA JURÍDICA

O Gladson tende a levar uma canelada jurídica nesta sua tentativa de acabar com a pensão de ex-governadores, principalmente, dos que foram beneficiados antes da Constituição de 1988. O seu tio, ex-governador Orlei Cameli foi derrotado na justiça quando tentou a mesma medida. Suspendeu os pagamentos, mas foi obrigado a manter pelo Tribunal de Justiça.

DECISÃO SURREAL

Mas a decisão mais surreal que veio da Procuradoria Geral do Estado foi suspendendo os benefícios dos ex-governadores Nabor Junior e Iolanda Lima, justamente, os adquiridos antes da Constituição de 1988, que não vedava o benefício. E desde quando se toma uma decisão de negar o elementar direito que é o da defesa? Como se tivesse o poder de revogar a defesa.

BRIGA JURÍDICA

Os ex-governadores já foram citados pelo ACREPREVIDENCIA, para justificarem os valores recebidos a título de pensão. Falei ontem com o ex-governador Flaviano Melo e com a ex-governadora Iolanda Lima e me disseram que vão para a justiça, amparados no Acordão do TJ, que considerou o pagamento como “direito adquirido”. Um capítulo de muitas novelas.

CERTA EM NÃO DISCUTIR

A prefeita Socorro Neri está certa em não discutir uma pesquisa para a prefeitura de Rio Branco com um ano e meio para a eleição. Tem que continuar tocando as obras espalhadas em várias frentes na cidade com tapa-buraco e pavimentação e deixar a discussão para 2020.

COMO FICARÃO AS COMPOSIÇÕES?

Não se pode discutir uma eleição se não se sabe nem como acontecerão as composições, quem será de fato candidato e a quantidade de postulantes. São dados essenciais para uma análise fria. Discutir pesquisa este ano é como abrir uma discussão do sexo dos anjos.

DIREITA, VOLVER!

Para o deputado Daniel Zen (PT) militarizar o ensino se espalhando dezenas de colégios militares pelos municípios não é a solução para melhorar os índices educacionais. Cabe uma observação: para se tocar tanto colégio militar teria que se tirar policiais militares das ruas.

MDB NÃO ENGOLIU

Chegou a informação de que a direção do MDB não engoliu o resultado da última pesquisa de opinião pública e que deve também mandar fazer uma pesquisa para poder chamar de minha.

DISPUTA ACIRROU

A disputa política no Juruá terá dois capítulos, e ambos envolvendo os grupos do prefeito Ilderlei Cordeiro e do ex-prefeito Vagner Sales: pela prefeitura de Cruzeiro do Sul no próximo ano. E a outra com Ilderlei Cordeiro e Jéssica Sales disputando a vaga para o Senado em 2022.

Propaganda

Blog do Crica

Gladson convida Bocalom para Emater e garante que Wadt fica na Agropecuária

Publicado

em

Atendi hoje pela manhã (10.30 horas) um convite do governador Gladson Cameli para um café político no seu gabinete no Palácio Rio Branco, onde passou a despachar. Voltou a reafirmar que, em hipótese alguma vai demitir ou remanejar o secretário de Agricultura, Paulo Wadt, como quer a deputada federal Mara Rocha. “Estou satisfeito com o seu trabalho e não vou tirar o que está dando certo”, assinalou. Não escondeu a chateação com Mara Rocha, com quem diz que tentou falar por três vezes e não foi atendido, logo após a sua declaração no ac24horas de que tinha saído da base de apoio do governo.

“O máximo que consegui falar foi com o seu marido”, revelou. Gladson voltou a dizer estar decidido a não mais aceitar pressão política de ninguém.

Estava alegre na conversa, citando a reação das redes sociais ao seu favor, acerca de seu endurecimento político. Aproveitou para dar em primeira mão ao BLOG DO CRICA que a Emater-Acre está de portas abertas para receber o ex-prefeito Tião Bocalom, caso queira participar do governo. “O Bocalom só não está ainda participando do governo porque não quis”, disse. Aproveitou para adiantar que esta semana vai acontecer uma enxurrada de demissões em cargos de confiança da Saúde, muitos indicados por políticos. BLOG DO CRICA.

Continuar lendo

Blog do Crica

Mazinho Serafim: “o MDB nunca entrou no governo”

Publicado

em

O prefeito de Sena Madureira, Mazinho Serafim, ligou ontem para colocar mais gasolina na fogueira política e dizer ao BLOG DO CRICA de que, o governador Gladson Cameli se engana quando fala que o MDB tem cargos no governo. “As secretárias Eliane Sinhasique e Maria Alice não representam o MDB. São escolhas pessoais do governador. O MDB nunca se reuniu para discutir a indicação de qualquer secretário. E os que estão em outros cargos de confiança e são do MDB, também não foram escolhidos por decisão partidária. O MDB não pode sair de um governo no qual nunca entrou”, pontuou Serafim. Aproveitou para rebater o vice-governador Major Rocha que costuma citar a irmã Mara Rocha como a mais votada deputada federal para justificar a ocupação de espaços na administração. “Isso só vale para ela? Não vale para minha mulher Meire Serafim, que foi a deputada estadual mais votada do Acre na última eleição e não indicou um vigia”? Indagou o prefeito com uma dose de ironia. Para Mazinho, caso o Gladson queira o apoio integral do MDB tem que sentar com os seus dirigentes para discutir uma aliança com a participação na gestão. “Sem isso, o MDSB não tem compromisso de lhe dar apoio na Assembléia Legislativa”, avisou. E assim continuará sem compromisso na ALEAC.

O BURACO É MAIS EMBAIXO

O Jorge Viana é a maior liderança do PT e uma das maiores do Acre. Não se discute este perfil. Mas o seu prestígio político não está mais no ápice. Tivesse, ele teria atropelado todos os percalços da última eleição e seria eleito senador. Não acredito, pois, que vá entrar numa eleição arriscada para prefeito, a rejeição ao seu partido ainda é muito grande na capital.

PROBLEMA PARA O FUTURO

Jorge Viana é um dos políticos acreanos mais sagazes que conheço. Sabe que se perder uma eleição para prefeito de Rio Branco queimará seu filme para uma disputa do Senado em 2022.

A POLÍTICA É DINÂMICA

Nos dois primeiros anos do seu mandato o prefeito de Cruzeiro do Sul, Ilderlei Cordeiro, aparecia nas pesquisas como o “pior prefeito do Acre”. Virou o jogo e é hoje uma das administrações municipais em maior ascensão popular. A política é algo dinâmico.

UMA NOVA CARA

Ilderlei virou o jogo. Reconhecido até pelos adversários. Neste verão já vai com mais de 15 kms entre pavimentação e recapeamento, alcançando 25 ruas. Seu projeto é continuar trabalhando mesmo no inverno e chegar ao fim do ano com pelo menos 100 kms de vias pavimentadas.

AVANÇOS IMPORTANTES

A gestão do prefeito Ilderlei tem avanços importantes. Na Saúde, pulou de 100 mil exames para 220 mil exames por ano. Os pacientes da hemodiálise são buscados e deixados em casa por Van da prefeitura. Registre-se: muito se deve à secretária Ildecleide Cordeiro, que arrumou a casa administrativamente, deixando o prefeito liberado para comandar as ações.

HORA DE ESMURRAR

Chegou a hora do governador Gladson esmurrar a mesa e, dizer que, quem governa é ele. Caso fique a aceitar pressões para colocar ou tirar este ou aquele secretário passará à opinião pública uma imagem de um gestor fraco e ficará na sua administração refém de políticos. A hora é essa. O poder é para ser exercido na plenitude. O governador precisa entender isso.

CONCILIADOR, ATÉ CERTO PONTO!

É natural que os políticos que estiveram ao seu lado na campanha tenham espaço no seu governo. A questão é que alguns têm muitos cargos, outros poucos ou nenhum. Definido este espaço tem de usar a autoridade. O CPF em jogo é o seu, o futuro político em jogo é o seu. Nada justifica um partido tem espaços no governo e não dar a contrapartida. A caneta é sua.

ACOMPANHANDO TUDO

Com o advento das redes sociais a população acompanha todos os passos do seu governo.

COLOCAÇÃO INFELIZ

O deputado Luiz Tchê (PDT) foi infeliz ao afirmar que na liderança do governo tem que se comportar como uma “mãe” que dá comida (cargos) para os filhos (no caso os deputados da base do governo), e depois se sobrar cargos dá para o PDT. Esta é a nossa política, ora, pois!

NÃO TEM O PERFIL

Com todo respeito ao secretário Alysson Bestene, mas ele não tem perfil para ser o articulador político do governo. Quem tem este perfil, mas não quer a função, é o deputado José Bestene.

SEMPRE NA DELE

Um político que não dá problema para o governador Gladson Cameli é o deputado Nicolau Junior (PROGRESSISTAS), quando assume a sua vaga, e na condução dos trabalhos na ALEAC.

QUAL A RAZÃO?

Por qual razão a Hospital Regional do Juruá está funcionando a contento e o HUERB, não?

FORA DA ARTICULAÇÃO

O vice-governador Major Rocha não quer participar da articulação política do governo e acha que o escolhido tem que antes de tudo ter poder de resolver problemas ou fracassará.

NÃO PODE ACONTECER

Cirurgias ortopédicas foram marcadas, anunciadas à imprensa pela direção da Fundação Hospitalar, os pacientes foram preparados e o anestesista escalado não compareceu. Por isso que as coisas não funcionam na Saúde. Só falta não aplicar uma punição séria ao profissional.

EM PLENA CAMPANHA

O professor Minoru Kinpara fez no fim de semana um verdadeiro comício numa FM da cidade, como se estivesse no horário eleitoral. Não demora e espalhará cartazes seus pela cidade pedindo votos para prefeito. E estará na esquina fazendo bandeiraço.

MANTER A PALAVRA

O governador Gladson Cameli ficou sem saída depois que anunciou que não demitirá o secretário de Agricultura, Paulo Wadt, porque se voltar atrás ninguém acreditará mais no que prometer daqui em diante. Na política, a palavra empenhada tem que ser mantida a todo custo.

TRABALHAR PARA O PT

Até aqui já foram anunciados como candidatos a senadores Jéssica Sales (MDB), Mara Rocha (PSDB), Ilderley Cordeiro (Progressistas) e ainda tem como candidata nata a senadora Mailza Gomes (PROGRESSISTAS). Ou se entendem em uma candidatura única ou o JV papa a vaga.

É PARA ACHAR GRAÇA

Depois de anunciado que a licitação da nova ponte sobre o Rio Acre, ligando Epitaciolândia à Brasiléia, seria aberta, apareceram alguns políticos com a cara mais dura da vida, reivindicando a obra. Mente quem disser o contrário, a ponte é conquista exclusiva do governo do Gladson.

TIRANDO A BURCA

O deputado Jenilson Lopes (PCdoB) apresentou requerimento convidando a secretária de Saúde, Mônica Feres, que desde que assumiu vestiu uma burca e não deu um pio sobre seus planos para o setor, para ser inquirida na Comissão de Saúde da ALEAC. Que seja aprovado.

PRESTÍGIO EM ALTA

Pelo que se tem lido na mídia nacional, aonde chega o Ministro da Justiça Sérgio Moro, é ovacionado. Quem esperava que, ele sendo levado ao Senado para ser questionado acabaria com a sua imagem, quebrou a cara. Sua ação na Lava Jato tem um amplo apoio da população.

FLAVIANO MELO NA BERLINDA

O presidente do MDB, deputado federal Flaviano Melo, está na berlinda com as cobranças do governador Gladson Cameli de que não aceita mais o MDB ter secretarias, cargos de confiança, e não dar cem por cento de reciprocidade na Assembléia Legislativa. O MDB só quer o bônus.

SEMPRE NA DELE

O senador Sérgio Petecão (PSD) é que está certo em ficar longe do tiroteio político, não exercendo nenhuma pressão sobre o governador brigando por cargos. E teria moral para isso, afinal, ele foi o mais votado da última eleição. Simplesmente não perturba por mais espaço.

VOTOU AO NORMAL

O Atlético Acreano voltou ao normal. Foi goleado por 4 a 0 pelo lanterna Luverdense.

Continuar lendo
Propaganda

Leia Também

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.