Conecte-se agora

Mulheres saem no tapa em frente a FOC por suposta traição e xingamento

Publicado

em

Duas mulheres entraram em vias de fato na tarde deste sábado (8) em frente ao Presídio Francisco d’Oliveira Conde, na estrada do Barro Vermelho, em Rio Branco. A motivação da briga foi uma suposta traição e xingamentos pelas redes sociais.

Dois vídeos foram publicados nas redes sociais. No primeiro vídeo gravado dentro de um carro a agressora explica que estava indo no complexo penitenciário para ter um acerto de conta com a mulher. “Estou indo na FOC pegar uma tal de Francisca Rociane pela audácia dela, que ela me esculhambou pelo Facebook, que agora quero saber se ela é mulher mesmo. Não é nem pelo cara que ele não presta, então agora ela vai pegar um pau pra deixar de ser gaiata”.

No segundo vídeo já em frente do portão de entrada da penitenciária é possível observar o momento que a mulher começa a agredir Francisca Rociane, jogando-a no chão e desferindo socos e puxões de cabelo na vítima.

No decorrer das agressões, Rociane chega a pedir socorro, no entanto, uma outra pessoa que estava gravando o vídeo por meio de um celular, avisa para que ninguém se meta na confusão. “Ninguém se mete não, ninguém se mete não, quero ver quem vai se meter aqui”.

A vítima gritava pedindo ajuda e as pessoas em volta parecia não se importar com o que estava acontecendo. Após alguns minutos de briga, as duas mulheres foram separadas por populares.

O presidente do Instituto Penitenciário do Estado do Acre (Iapen), Lucas Gomes, informou a reportagem do ac24horas que a briga entre as mulheres na frente do presídio realmente aconteceu, e que os agentes penitenciários não poderiam intervir na confusão, uma vez que ocorreu fora do complexo penitenciário.

 

Propaganda

Cotidiano

Monitorado por tornozeleira eletrônica é preso com submetralhadora de origem israelense

Publicado

em

O detento monitorado por tornozeleira eletrônica Jeremias Cabral da Silva, de 22 anos, foi preso na noite desta sexta-feira, 23, na rua Paraguai, bairro Baixada da Habitasa, em Rio Branco.

A ação ocorreu após policiais terem recebido uma denúncia anônima de que um homem estava com uma arma de fogo.

Com a ajuda do IAPEN para chegar ao local, os policiais teriam encontrado Jeremias na rua em frente de sua casa. A PM então pediu autorização para realizar uma busca na casa e ao fazer uma procura no quintal, os policiais teriam encontrado a submetralhadora UZI de fabricação israelense, calibre nove milímetros, com 33 munições e silenciador.

O suspeito foi preso e levado para a Delegacia de flagrantes e deverá responder por mais um crime.

Continuar lendo

Cotidiano

Casal é preso em flagrante suspeito de cometer seis assaltos seguidos na Capital

Publicado

em

Marilene Martins de 19 anos e Ruslan Mesquita de 20 anos, foram presos pela PM na noite desta sexta-feira, 23, por cometerem assaltos em Rio Branco. Segundo os policiais, o casal foi apreendido com um revólver calibre 32 municiado, telefones celulares e uma moto roubada.

O casal é suspeito de ter feito um arrastão no bairro do Bosque e no Centro da cidade.

Os policiais foram acionados pelo CIOSP para atender a ocorrência de vários assaltos e saíram a procura dos acusados. Eles foram localizados já no bairro 6 de Agosto, onde foram presos pela polícia.

A dupla foi levada para a Delegacia de Flagrantes para os devidos procedimentos.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.