Conecte-se agora

Paciente está com ferida exposta há mais de três horas no PS

Publicado

em

A saúde pública do Acre  cada dia que passa se consolida como o grande calcanhar de aquiles do governo Gladson Cameli.

As mudanças prometidas, até agora, ficaram apenas na campanha. Existência ou não de cartel, falta de profissionais e programas assistenciais parados, são o retrato da saúde no momento.

E quem paga essa conta é o usuário das unidades de saúde. Veja o absurdo exemplo do paciente Charles Kanamari de Lima, morador de Eirunepé, Amazonas, foi vítima de uma infecção na perna que provocou uma extensa ferida. Após passar 20 na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (HUERB), foi transferido para a enfermaria.

Segundo o relato desesperado de seu irmão, que pediu pra não ser identificado, um médico foi às 6 da manhã, abriu o ferimento para fazer um curativo e simplesmente não voltou mais.

As imagens são fortes e mostram uma grande ferida que consumiu parte da perna do paciente.

“Meu irmão passou 20 dias na UTI e agora veio pra enfermaria. Já falei com os médicos e enfermeiros e eles só dizem que não podem fazer nada agora. Aí eu pergunto, e se uma bactéria entrar na perna do meu irmão? Na enfermaria tem paciente com todo tipo de doença. Meu medo é que ele venha a perder a perna depois de ter passado pelo pior”, afirma.

Comunicado pelo ac24horas, o diretor geral do Huerb, Welber de Lima, informou que não tinha conhecimento do caso, mas que iria tomar as devidas providências no caso.

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas