Conecte-se agora

Após esquartejar criança, companheira conta em vídeo que iria fritar pele e triturar ossos

Publicado

em

FOTO: METRÓPOLES

Na Delegacia de Polícia onde está detida, na cidade de Samambaia (DF), a acreana Rosana Auri da Silva Candido, que assassinou o próprio filho, Rhuan Maycon da Silva Castro, de apenas 9 anos, contou os motivos que o fizeram cometer o crime na noite dessa sexta-feira (31).

Demonstrando frieza, ela afirmou que tanto o pai da criança, ex-namorado dela, quanto seu próprio pai, avô de Rhuan, a agrediram física e verbalmente há cerca de dois anos, por ela ter se convertido à religião evangélica. “Para mim, foi a solução. Seria hipocrisia minha dizer que não sabia o que estava fazendo, mas [matar o menino] foi a única coisa que passou na minha cabeça”, disse a acusada.

A companheira de Rosana, Kacyla Priscyla Santiago Damasceno Pessoa, 28 anos, acusou a namorada de ter planejado o crime e afirmou que apenas a auxiliou no crime porque foi pressionada. “Eu tinha me arrependido e ela ficou brigando comigo. Disse que ia fazer sozinha. Então, eu só auxiliei”.

Kacyla contou, ainda, que “antes de ela fazer isso, eu fiquei segurando o braço dela. Passamos 30 minutos ali. Fiquei perplexa, sem movimentar o corpo, e quando vi, ela já tinha dado a primeira facada”, detalhou.

ATROCIDADES

Num vídeo gravado enquanto as suspeitas dão depoimento à imprensa local do Distrito Federal, Kacyla Priscyla dá detalhes de como assassinaram a criança. Questionada sobre a morte do menino, a própria mãe revelou que “cortei os membros com uma faca e um martelo”. A companheira declarou que o plano de ambas as assassinas era triturar os ossos e jogar a carne numa descarga e fritar a pele da criança.

VEJA O VÍDEO:




Propaganda

Acre 01

Navio Hospital feito pelo ex-governador Orleir Cameli é destaque em programa da Globo

Publicado

em

O Hospital Fluvial Dr. Manoel Braga Montenegro, construído pelo ex-governador Orleir Cameli, para prestar atendimento de saúde à população ribeirinha, e foi doado à Marinha do Brasil pelo ex-governador Jorge Viana, foi destaque neste sábado, 15, do Programa do Luciano Huck, exibido pela Rede Globo.

O programa mostrou o atendimento médico feito à moradores dos Rios Juruá, Tefé e Solimões na Amazônia, a vida da comunidade ribeirinha e da tripulação do navio, bem como modernos equipamentos, que permitem a realização de exames como o de ultrassonografia.

No Rio Juruá, o atendimento é feito anualmente até Marechal Thaumaturgo entre os meses de novembro à março. A tripulação composta por 80 pessoas inclui médicos, dentistas, enfermeiros e outros profissionais da saúde que atendem a população ribeirinha do Acre por 4 ou 5 meses.

O Navio de Assistência Hospitalar Dr. Montenegro foi construído em 1997 sob encomenda do então governador Orleir Messias Cameli, no estaleiro Conave, em Manaus. Prestou assistência nos rios da região e ficou aportado em Cruzeiro do Sul, até que em janeiro de 2000, foi cedido pelo ex-governador Jorge Viana, por meio de Cessão de uso, à Marinha do Brasil, que dotou a embarcação com modernos equipamentos que permitem a realização de vários tipos de exames.

A viúva do ex-governador Orleir, Beatriz Cameli, diz que ficou muito emocionada ao assistir o programa na TV Globo e ver “que o sonho de Orlei é realidade ainda hoje. Ele ficaria orgulhoso de ver o alcance desse projeto e a importância pros moradores de grande parte da Amazônia”.

O governador Gladson Cameli, sobrinho de Orleir, já a anunciou que pretende reaver a gestão do Navio de Assistência Hospital Dr. Montenegro.

Nome de Doutor Montenegro

Doutor Montenegro é uma homenagem ao ilustre médico acreano Doutor Manuel Braga Montenegro, cruzeirense , nascido na cabeceira do rio Liberdade em 14 de março de 1927. Formado em medicina em 1956, retornou para Cruzeiro do Sul-AC, onde começou a trabalhar como médico, dando atenção especial aos hanseníanos.




Continuar lendo

Acre 01

Aprovados em cadastro de reserva na PM serão convocados após curso de formação

Publicado

em

Na solenidade que marca os 57 anos de emancipação, que ocorre neste sábado, 15, na Gameleira de Rio Branco, o governador do Acre, Gladson Cameli garantiu que os cadastros de reserva da Polícia Militar, que realizaram o último concurso, serão convocados assim que encerrar o curso de formação militar que acabara de iniciar, com os candidatos já nomeados.

Uma comitiva dos candidatos que se encontram na situação de reserva de fez presente na Gameleira e assistiu pessoalmente a promessa do governador. Raimundo Coelho da Silva, de 33 anos, é um dos candidatos que, agora, será convocado dentro de alguns meses, conforme determinação de Cameli.
“Para mim é a realização de um sonho. Lutamos muito para conseguir e vimos aqui que o governador vai cumprir com sua promessa”, comemorou.

Gladso afirmou que acaba de determinar a convocação. “Vamos convocar todos imediatamente, assim que acabar o curso de formação que já iniciou”.




Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.