Conecte-se agora

Criança tem boca queimada após merendeira servir sopa quente em escola

Publicado

em

Uma denúncia ao site local de Cruzeiro do Sul ‘O Juruá Em Tempo’ informa que uma criança sofreu ferimentos na boca ao ingerir uma sopa extremamente quente servida na escola em que ele frequenta. O caso aconteceu no município de Marechal Thaumaturgo.

Segundo a mãe do pequeno Alexandre, seu filho teria sofrido uma agressão na Escola Francisco Gerbilan Gomes de Almeida. Ela conta que a criança queimou a boca após uma merendeira da escola servir uma sopa muito quente.

A queimadura machucou a boca da criança, a ponto de sangrar. “Meu filho foi queimado na própria escola onde estudava, por uma merendeira incompetente que deu sopa quente a ele. Estou de coração partido”, contou a mãe de Alexandre.

Propaganda

Cotidiano

Mais de 500 caçambas de lixo já foram retiradas do Parque de Exposição Wildy Viana

Publicado

em

Durante os serviços de limpeza e recuperação do Parque de Exposição Wildy Viana, os trabalhadores de diversas secretarias já retiraram mais de 500 caçambas de lixo no local. Quem afirmou foi a própria secretária de Turismo e Empreendedorismo do Acre, Eliane Sinhasique, que está comandando os serviços para a realização da Expoacre 2019.

Detentos de presídios do estado também estão auxiliando os serviços no local, por meio de uma parceria com o Instituto de Administração Penitenciária do Acre (Iapen). Ao todo, o governo já fez a recuperação de ruas no parque, com asfaltamento, das arquibancadas da arena de rodeio e supriu a questão da falta d’água no parque. Alguns serviços ainda serão realizados até o primeiro dia de Expoacre. Trabalham juntas as secretarias: Imac, Seinfra, Depasa, Deracre, Sema e outras.

Continuar lendo

Cotidiano

Governo quer continuar usando Parque de Exposição após Expoacre 2019

Publicado

em

O Governo do Estado pretende continuar usando os espaços do Parque de Exposição Wildy Viana, em Rio Branco, após a realização da Expoacre 2019. A ideia é fazer com que o local, que ficava fechado durante o ano inteiro e aberto somente para a Feira Agropecuária, agora sirva de atrativo para a comunidade com diversos serviços.

Segundo o governador Gladson Cameli, a proposta visa valorizar o Parque de Exposição. “Quando acabar não vou deixar que o parque fique fechado”, garantiu em entrevista nesta segunda-feira, 22, na Radio Aldeia FM. Cameli ressaltou que todos os anos se gasta muito dinheiro para recuperar o espaço, portanto, quer utilizar o espaço em outras ocasiões.

“Estamos conversando com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) e todo o Sistema “S”, para encontramos um meio de deixar o parque funcionando”, disse Cameli.

Há propostas de construir um núcleo de segurança no local. “Podemos montar um feirão de automóveis, de móveis, incentivar os empresários locais a manteres seus restaurantes lá dentro”, falou a secretária de Turismo e Empreendedorismo, Eliane Sinhasique.

No Local, já é possível avistar moradores da região fazendo caminhadas depois que o parque foi limpo. “Vamos fazer uma sinalização como se fosse uma minicidade para que possa funcionar também após a feira”, completou Sinhasique.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.