Conecte-se agora

O jogo da PMRB ainda está longe de ser jogado

Publicado

em

Uma enxurrada de pré-candidaturas a prefeito de Rio Branco tem surgido nos grupos políticos que ajudaram o governador Gladson Cameli a chegar ao governo. É um processo natural, ainda que a eleição somente vá acontecer em outubro do próximo ano. Nas duas últimas entrevistas que fiz com o Cameli, ele fez um comentário com alto teor de ironia: “estou só assistindo!”. E no aprofundar da conversa foi taxativo ao dizer que, a escolha do candidato que irá apoiar à PMRB passará primeiro por ele, e por último por ele. Não se trata de nenhuma arrogância, porque comanda a poderosa máquina estatal e tem a caneta que nomeia e demite na mão. Não se pode traçar um perfil de como estará a imagem popular do seu governo no período eleitoral. Os equívocos iniciais do seu mandato não são norte seguro de que estará desgastado no próximo ano. O jogo do seu governo ainda está longe de ser jogado. E independente de como estará a sua administração, Gladson Cameli será o grande eleitor dentro da sua aliança partidária. É um equívoco alguém pensar que pelo fato de fustigar a sua gestão o forçará a dar seu apoio a uma candidatura a prefeito. Ao contrário, o colocará do outro lado do muro. Ninguém abriga adversário no colo para acariciar e nem lhe dá o chicote do poder. A sucessão municipal passará de fato a ser discutida no momento em que o governador disser quem apoiará dos aliados. Até lá, tudo o que surgir ficará apenas na conta da euforia política.

MISTÉRIO DA MEIA-NOITE

Pela segunda vez em uma semana o governador Gladson reclamou que existe um “Cartel” dentro da Saúde que boicota as suas atividades. E completou agora de que há também assessores que nada produzem. É simples: no primeiro caso denunciar de uma vez por todas que “Cartel” é esse e, em relação aos assessores, bater a demissão. A novela não pode esticar.

NÃO REFLETE BEM PARA SUA IMAGEM

Não é bom para a sua imagem ficar reclamando de boicotes e não tomar uma providência.

NOME NO JOGO

A vereadora Janaína Furtado é um dos nomes qualificados citados até aqui para a disputa da prefeitura de Tarauacá no próximo ano. É uma vereadora atuante, sem nódoas na vida pública, tem vivência política e sabe quais são os problemas que atravancam aquela prefeitura.

HORÁRIO É O DE MENOS

Não é fato a ser tão comemorada a volta de vôos diurnos de Rio Branco – Cruzeiro do Sul. Mas relevante seria comemorar se os preços das passagens baixassem. Isso sim é o que importa aos passageiros. Caso a queda da tarifa não ocorra, não terá valido a pena baixar o ICMS do combustível de avião. Porque as empresas ganham o bônus e os acreanos o ônus.

MUITO SIMPLES

Para acabar esta guerra de informações de tem e não tem dinheiro em caixa, basta os deputados convocarem a equipe econômica para uma explanação real sobre o valor poupado até aqui. Aliás, o deputado Tchê (PDT) andou tocando no assunto e não levou em frente.

MÉRITO QUE NÃO SE TIRA

Um mérito que não pode ser tirado do deputado federal Alan Rick (DEM) é de ser o integrante da bancada federal acreana na Câmara Federal que mais tem lutado pela causa dos brasileiros formados em Medicina no exterior. Ainda agora na visita ao presidente Bolsonaro voltou a defender a permanência desses profissionais no “Mais Médicos” e o aumento no número de testes do Revalida, que poderiam no mínimo acontecer duas vezes por ano e com periodicidade.

NOME DESTRAVADO

Foi destravado nas comissões legislativas e na próxima semana já poderá ir para votação em plenário o nome de Mayara Lima para ocupar a presidência da AGEACRE. Com a base de apoio ao governo, fechada em 16 deputados, sua indicação deve ser aprovada sem problema.

ATÉ COM OS VOTOS DA OPOSIÇÃO

Aliás, é muito provável que a Mayra Lima venha ter até os votos da oposição pela aprovação.

PODE SAIR CONVERSA

A presença nesta sexta-feira do governador Gladson Cameli em Sena Madureira para a assinatura de convênio de execuções de obras em ramais pode redundar numa conversa política com o prefeito Mazinho, é o que esperam assessores mais próximos do governador. Política é diálogo.

PAUTA DE REIVINDICAÇÕES

A deputada Meire Serafim (MDB), esposa do prefeito Mazinho, deu ontem o tom de cordialidade á visita ao agradecer a presença do governador e aproveitou para enumerar uma lista com pedidos de insumos para serem usados na recuperação em ruas do município.

JABOTI NA FORQUILHA

Não se sabe de quem foi a idéia de colocar o jaboti na forquilha, descoberto e denunciado ontem pelo deputado Edvaldo Magalhães (PCdoB). Pelo projeto, o soldado PM que tem um prazo máximo de 6 anos para virar Cabo, subiria este teto por 10 anos. E de Cabo a Sargento pularia de 3 para 5 anos, para conseguir a promoção. É criar uma confusão de graça com os PMs.

MANDADO NA TORA

E isso sem acontecer a mínima discussão com a categoria. O argumento para o jaboti é que os PMs se aposentam cedo, esta mudança no Estatuto da PM daria uma freada nas promoções, já que uma aposentadoria num posto maior aumentaria o déficit do ACREPREVIDÊNCIA.

REAÇÃO NA BASE

O governo informado pelo líder deputado Luiz Tchê (PDT) retirou a matéria da ALEAC, porque sentiu uma reação negativa na própria base do governo à sua aprovação. O deputado Cadmiel Bonfim (PSDB), que é militar, criticou duramente o envio do projeto pelo governador Gladson.

NOSSA SENHORA DOS ABACAXIS!

O que dá na cabeça do governador Gladson Cameli para ficar o tempo todo colocando problemas e abacaxis no seu colo? Alguém poderia me dizer? Nossa Senhora dos Abacaxis!

CULPA DA IMPRENSA?

Que gracinha! Dirigente e ex-dirigente do PSL trocando acusações de forma pesada e virulenta pelas redes sociais, com revelações de supostos dois estupros, e é a imprensa acusada de mover uma campanha contra o PSL? Cômico! Caiam na real, se resolvam sobre as acusações.

ISSO PODE, ARNALDO?

Chega a informação de que a mulher de um assessor de um deputado estadual ganhou uma CEC-6 na secretaria de Saúde e não aparece para trabalhar. Não coloco o nome, mas a pista está dada para que a situação venha a ser apurada, porque as queixas vêm de servidores.

SITUAÇÃO DEPRIMENTE

A deputada Maria Antonia (PROS) denunciou ontem uma situação deprimente que está acontecendo no setor de ortopedia do Pronto Socorro de Rio Branco, onde pacientes idosos estão dois meses com pernas fraturadas na espera de uma cirurgia. Uma denúncia grave.

DERRUBA QUALQUER GESTOR

É este tipo de acontecimento que derruba o trabalho sério de qualquer gestor da Saúde.

CAVALO DE TRÓIA

O governo passado deixou só na Saúde dívidas com prestadoras de serviço na ordem de mais de 4 milhões de reais para o atual governo pagar. E já se vão cinco meses com este Cavalo de Tróia deixado pelo PT como herança. A denúncia é do deputado Fagner Calegário (PV).

APRENDEU TOCAR BERIMBAU?

Um gaiato manda a pergunta: “Crica, o nosso chefe da cultura estadual, Pedro Correinha, sabe ao menos tocar berimbau?”. Eu é que sei, cacete! Que maldade! Não conheço os seus atributos musicais, mas sei que é do quadro da Fundação Elias Mansour e tem qualificação.

UMA PROPOSTA PRÁTICA

O deputado Luiz Tchê (PDT) está propondo que a Comissão de Saúde da Assembléia Legislativa faça uma visita a todas as unidades de saúde, converse com os funcionários, ouça o que eles têm a dizer, as suas queixas, onde estão os gargalos e convoque os dirigentes à ALEAC para um diálogo aberto. E conhecer por qual razão ainda persistem os problemas dos governos do PT.

FOGO DE MONTURO

Existem descontentamentos internos na Secretaria da Fazenda contra a secretária Semírames Dias. A informação vem de um grupo de auditores, que se queixa estar sendo ela manipulada por um “grupinho” da categoria. A arrecadação, segundo os majoritários descontentes, ainda se mantém estável graças aos aumentos sucessivos de preços da energia e combustíveis.

EQUAÇÃO MUITO SIMPLES

Os partidos como PT e PCdoB – estes principalmente – não se posicionam contra a Reforma da Previdência por amor aos brasileiros, aos coitadinhos, mas por uma visão política. É que a aprovação dará novo alento econômico ao Brasil atraindo investidores e seria uma ponte para uma reeleição do Bolsonaro. Tudo na batalha que se trava neste contexto tem viés político.

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas