Conecte-se agora

Corpo é encontrado em estado de decomposição com marca de corte no pescoço

Publicado

em

O corpo de um homem ainda não identificado foi encontrado em estado avançado de decomposição no final da tarde desta quarta-feira (29) em uma fazenda no Ramal do Mundico, no Polo Benfica, em Rio Branco.

O cadáver que já estava aproximadamente quatro dias no local, foi encontrado em uma área de mata por um peão de uma fazenda.

A área foi isolada pela Polícia Militar até a chegada da perícia técnica do Instituto de Criminalística da Polícia Civil. O perito constatou que o homem estava com cortes profundo no pescoço e foi jogado pelos criminosos no local.

O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para os exames cadavéricos. Até a manhã desta quinta-feira (30), o cadáver encontra-se sem identificação.

O caso segue sob investigação da Delegacia de Homicídios e proteção à Pessoa (DHPP).

No local ninguém soube informar sobre o homicídio. A motivação do crime é desconhecida.

Propaganda

Cotidiano

Mais de 500 caçambas de lixo já foram retiradas do Parque de Exposição Wildy Viana

Publicado

em

Durante os serviços de limpeza e recuperação do Parque de Exposição Wildy Viana, os trabalhadores de diversas secretarias já retiraram mais de 500 caçambas de lixo no local. Quem afirmou foi a própria secretária de Turismo e Empreendedorismo do Acre, Eliane Sinhasique, que está comandando os serviços para a realização da Expoacre 2019.

Detentos de presídios do estado também estão auxiliando os serviços no local, por meio de uma parceria com o Instituto de Administração Penitenciária do Acre (Iapen). Ao todo, o governo já fez a recuperação de ruas no parque, com asfaltamento, das arquibancadas da arena de rodeio e supriu a questão da falta d’água no parque. Alguns serviços ainda serão realizados até o primeiro dia de Expoacre. Trabalham juntas as secretarias: Imac, Seinfra, Depasa, Deracre, Sema e outras.

Continuar lendo

Cotidiano

Governo quer continuar usando Parque de Exposição após Expoacre 2019

Publicado

em

O Governo do Estado pretende continuar usando os espaços do Parque de Exposição Wildy Viana, em Rio Branco, após a realização da Expoacre 2019. A ideia é fazer com que o local, que ficava fechado durante o ano inteiro e aberto somente para a Feira Agropecuária, agora sirva de atrativo para a comunidade com diversos serviços.

Segundo o governador Gladson Cameli, a proposta visa valorizar o Parque de Exposição. “Quando acabar não vou deixar que o parque fique fechado”, garantiu em entrevista nesta segunda-feira, 22, na Radio Aldeia FM. Cameli ressaltou que todos os anos se gasta muito dinheiro para recuperar o espaço, portanto, quer utilizar o espaço em outras ocasiões.

“Estamos conversando com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) e todo o Sistema “S”, para encontramos um meio de deixar o parque funcionando”, disse Cameli.

Há propostas de construir um núcleo de segurança no local. “Podemos montar um feirão de automóveis, de móveis, incentivar os empresários locais a manteres seus restaurantes lá dentro”, falou a secretária de Turismo e Empreendedorismo, Eliane Sinhasique.

No Local, já é possível avistar moradores da região fazendo caminhadas depois que o parque foi limpo. “Vamos fazer uma sinalização como se fosse uma minicidade para que possa funcionar também após a feira”, completou Sinhasique.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.