Conecte-se agora

Ato “pela educação” vai cobrar posicionamento da bancada do AC

Publicado

em

A Associação de Docentes da Universidade Federal do Acre (Ufac) já está preparada para a segunda manifestação em defesa da educação pública que irá ocorrer na maioria das capitais do país nesta quinta-feira, 30, incluindo Rio Branco e cidades do interior do Estado. A mobilização está marcada para durar todo o dia, a partir das 8 horas, na Praça da Revolução, centro da cidade.

Desta vez, os manifestantes irão cobrar da bancada federal do Acre um posicionamento claro com relação aos cortes de verbas sugerido pelo Ministério da Educação (MEC) e a proposta da reforma da Previdência. O professor do curso de História da Ufac, Sávio Maia, é o atual presidente da Associação de Docentes da instituição. Segundo ele, este protesto tem uma pauta única, de interesse tanto de centrais sindicais, como de organizações locais.

“Envolve uma série de sindicatos, não apenas ligados à educação. A pauta dessa segunda jornada é em defesa da educação pública e contra a reforma da previdência”, afirma. A ideia é também chamar a sociedade para participar do ato, não apenas a comunidade estudantil. “Vamos sair do campo do servidor público, dos estudantes, ampliar o manifesto e ganhar mais a sociedade”.

O encontro pretende expor a situação das instituições públicas de ensino caso seja efetivado o corte de 30% nas verbas destinas pelo MEC. “O corte de verbas pode afetar as atividades de pesquisa, ensino e extensão, na estrutura, limpeza, alimentação e segurança da Ufac”.

A reitoria da instituição, em Rio Branco, garantiu que não há condições de iniciar o segundo semestre do ano, em agosto, se houver os cortes. “Impacta muito. A sociedade acreana vai ser muito atingida se esse corte for mantido”, diz o professor. Nas manifestações do último dia 15 de maio, houve protestos de estudantes e servidores públicos de Rio Branco, Tarauacá, Cruzeiro do Sul e Feijó.

Posicionamento

De acordo com os organizadores do ato, há uma preocupação com relação à posição dos deputados federais do Acre quanto ao corte de verbas. A reitora da Ufac, Guida Aquino, esteve em Brasília reunida com a bancada federal do Estado e, segundo os docentes, não teve boa receptividade. “Do mesmo jeito com o ministro, também não teve nenhuma reposta quanto à demanda feita pelas universidades”.

Segundo Maia: “de todos os deputados, apenas três declararam suas posições. Um a favor dos cortes e dois contra”. Para ele, é fundamental que os acreanos conheçam o posicionamento dos parlamentares que elegeram. “Qual o papel que eles vão desempenhar nessa perspectiva de fechamento da Universidade. O ato de amanhã também vai fazer uma pressão nos parlamentares por transparência”.

Ataque

Os organizadores do ato também querem amenizar os ataques feitos através de redes sociais na internet para com as universidades públicas. “É um momento delicado, queremos mostrar que a defesa da educação é feita pelos alunos, professores, mas também pela da sociedade”.

Propaganda

Destaque 5

Pavimentação em estacionamento do 14 BIS por conta da Emurb gera confusão na Câmara de Vereadores

Publicado

em

FOTO: CEDIDA

O vereador João Marcos Luz (MDB), oposição a prefeita Socorro Neri (PSB), teve negado o seu requerimento pelo placar de 8 a 4, na manhã desta quarta-feira (13), no qual pede esclarecimentos a Secretaria Municipal de Infraestrutura e Mobilidade Urbana (Seinfra) pela realização da pavimentação no estacionamento do Complexo 14 BIS.

O vereador teria recebido denúncias de que a Seinfra autorizou a Emurb a realizar obras de pavimentação no estacionamento do 14 BIS.

De acordo com o emedebista, aquela área é de propriedade do setor privado.

O requerimento provocou discussões acaloradas entre Forneck, líder da prefeita, e o vereador Marcos Luz (MDB).

Forneck insinuou que Marcos Luz teria “relações com empresários da construção civil” e, por isso, estaria pedindo informações a Emurb sobre a obra.

Luz disparou contra Forneck . “Eu lamento muito, o vereador Rodrigo fez uma acusação grave contra a minha pessoa dizendo que tenho relações com empresários, por isso que estou denunciando? Ora, como se fosse uma ação obscura não é? Todo mundo sabe, eu sou apenas um representante público. Estou aqui para fiscalizar e tentando cumprir essa função. Rodrigo você envergonha o parlamento. Espero que a base não lhe siga, porque, se lhe seguir, eu lamento, será envergonhado junto com vossa excelência”, disparou.

“Quero saber porquê da Emurb está fazendo esta obra. Solicito no requerimento o contrato, com valores, porque deve ter contrato. Não podemos ficar inertes ao que está acontecendo em Rio Branco. Não posso aceitar uma coisa dessa. Se Rio Branco tivesse em perfeitas condições, não teria problema, mas não é o caso, pois agora que a Operação Verão chegou a Regional do Tancredo Neves”, concluiu o vereador João Marcos Luz.

O vereador Jarude (Sem partido) reforçou e disse “estamos diante de um possível ato de improbidade administrativa” e eu até parabenizo o vereador João Marcos pelo requerimento que pede uma simples informação.

Os vereadores que votaram a favor do requerimento foram: João Marcos, Jarude, Lene Petecão, N. Lima

Os que votaram contra foram: Railson Correia, Eduardo Farias, Elzinha Mendonça, Jakson Ramos, Juruna, Laércio, Raimundo Neném e Rodrigo Forneck.

Continuar lendo

Destaque 5

Ida de Celso Ribeiro ao MDB pode melar planos de Rocha e Branca

Publicado

em

A filiação do ex-prefeito Celso Ribeiro no MDB era tudo que não estava nos planos do vice-governador Major Rocha que apostava todas as fichas em uma dobradinha entre a professora Branca (PSDB) e Celso Ribeiro – agora no MDB nas eleições do ano que vem. Ribeiro disse que esse era o único convite de filiação que tinha dos partidos de situação.

Mas, a coisa não é tão simples assim. O que tirou o deputado federal Flaviano Melo da chamada zona de conforto para prestigiar a filiação de Ribeiro são os números da última pesquisa encomendada dentro do azulão.

Os números que a reportagem teve acesso mostram o ex-prefeito liderando todos os cenários de disputa dentro de Senador Guiomard. Lembrado como o gestor que mais trabalhou, Ribeiro ganha até mesmo no confronto com o atual prefeito André Maia.

Para amigos próximos o ex-prefeito afirma que ainda não decidiu se será vice da professora Branca ou se vai sair como cabeça de chapa. Celso Ribeiro se recupera de uma cirurgia cardíaca que fez em Goiânia.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.