Conecte-se agora

Falta de médicos compromete atendimento no Pronto Socorro e pacientes são acomodados no corredor

Publicado

em

A situação do Hospital de Urgência de Rio Branco (Huerb) de Rio Branco parece que só piora a cada dia. Um dos principais problemas é a falta de médicos, principalmente de especialistas.

Um exemplo, é a urologia, onde o GEP, aplicativo que mostra a escala de profissionais, comprova que desde o dia 18 que não há essa especialidade na unidade de saúde.

Servidores do próprio Pronto Socorro, que não querem ser identificados, denunciam que a carência é tão grande de profissionais que representantes da Secretaria Estadual de Saúde procuraram em um grupo de WhatsApp, médicos para tirar plantão na última sexta-feira, 24, e sábado, dia 25, na emergência/observação da pediatria do hospital. Não foi feita nem a exigência de que o profissional fosse pediatra. Nesses dois dias não havia pediatra na escala para a sala de emergência.

O problema, segundo os denunciantes, é que com o cancelamento do concurso simplificado, muitos médicos não quiseram seguir com contrato emergencial sem direitos como insalubridade e adicional de urgência e emergência.
Um vídeo enviado à redação do ac24horas comprova o caos que se tornou o serviço de saúde no Huerb. As enfermarias completamente lotadas e pacientes espalhados pelos corredores. Há, inclusive, a denúncia de que pacientes com problemas graves de saúde esperam no corredor por uma transferência para a Fundação Hospitalar, que não dispõe de vaga na ala feminina.

“Só queria saber onde estão o Sintesac e o Ministério Público que não olham essa situação e não tomam uma providência para ajudar esses pacientes”, afirma uma denunciante.

A reportagem do ac24horas tentou por diversas vezes falar com a direção do Huerb, mas as ligações não foram atendidas. O espaço para um posicionamento da gestão continua disponível.

Propaganda

Cotidiano

Incêndio destrói casa e deixa família sem nada, em Porto Acre; polícia investiga o caso

Publicado

em

Um incêndio de grandes proporções destruiu completamente uma residência localizada no município de Porto Acre. O fogo se alastrou pela casa na madrugada deste sábado, 15, por volta das 03h40 da manhã.

A casa, situada na rua Ulisses Guimarães, no bairro Tancredo Neves, sofreu prejuízo total. Todo o imóvel foi perdido.

Segundo a guarnição do Corpo de Bombeiros que atendeu a ocorrência, a casa era feito de madeira. Os proprietários da residência não estavam no local no momento do incêndio, já que, segundo informações de vizinhos, eles moram em outra localidade.

Todas as paredes foram consumidas pelo fogo, restando apenas o banheiro, construído de alvenaria. No local, os Bombeiros debelaram as chamas e evitaram que o fogo propagasse para residências vizinhas.

A equipe ainda não sabe o que pode ter motivado o incêndio.

Continuar lendo

Cotidiano

Morre em Belo Horizonte, a terceira vítima da explosão de barco em Cruzeiro do Sul

Publicado

em

Antônio José de Oliveira, de 33 anos, morreu hoje no Hospital João XXIII, em Belo Horizonte, onde estava internado desde que foi transferido de Cruzeiro do Sul.

É a terceira vítima fatal da explosão do barco no dia 7 de junho, que deixou 18 pessoas feridas. O estado de saúde dele era considerado gravíssimo e Antônio não resistiu. Agora a família vai trazer o corpo para o sepultamento em Cruzeiro do Sul.

O estado de saúde do dono do barco, Francisco Luna, que está no mesmo hospital mineiro também é gravíssimo.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.