Conecte-se agora

Primeira-dama Michelle Bolsonaro usa bolsa fabricada no Juruá em casamento do enteado

Publicado

em

Depois da duquesa Meghan Markle, esposa do príncipe Harry, da Inglaterra, ser vista usando um tênis de látex fabricado com produto extraído por extrativistas do Acre, foi a vez da primeira-dama Michelle Bolsonaro, esposa do presidente Jair Bolsonaro, aparecer com um produto originário das “Terras de Galvez”.

O fato se deu na noite deste sábado, 25, durante o casamento de um dos filhos do presidente. Michelle escolheu uma bolsa de mão pequena, conhecida como Clutch. Totalmente artesanal, o acessório foi fabricado pelo artesão Maqueson Pereira da Silva, morador do município de Cruzeiro do Sul, região do Juruá.

Nas redes sociais, a secretária de Empreendedorismo e Turismo do Acre, Eliane Sinhasique, comemorou o feito: “artesanato acreano é o mais valioso do Brasil!” O artesanato local esteve em alta neste mês de maio, quando participou do 12º Salão de Artesanato, em Brasília.

A peça usada pela primeira-dama é apenas similar às que foram apresentadas no evento, já que todas as fabricações do artesão Maqueson são exclusivas. As clutches feitas em marchetaria custam, em média, R$ 1,5 mil.

Em Brasília, o Acre foi homenageado e ganhou o dois estandes para apresentar peças que contam a cultura, culinária, história e a arte do povo acreano.

Propaganda

Destaque 7

Duarte apresenta Emenda que beneficia professores em caso de aprovação da Reforma

Publicado

em

O deputado Roberto Duarte (MDB) afirmou nesta segunda-feira, 11, que continua ao lado dos servidores em meio a discussão entre parlamentares e o governo do Estado com relação à reforma no sistema previdenciário do Acre. Segundo Duarte, os servidores estaduais podem contar com seu mandato no que diz respeito à segurança dos direitos trabalhistas adquiridos ao longo do tempo.

“Entendo que é necessária a reforma da previdência, mas quero deixar registrado que sou completamente contra a extinção da Sexta Parte, Licença Prêmio e Auxílio Funeral”, disse o deputado. Segundo o parlamentar, para tentar minimizar o impacto da mudança na vida dos servidores, ele decidiu agir.

“Uma das coisas que mais me chamou a atenção nas matérias enviadas pelo Governo do Estado junto com a reforma da previdência foi a revogação da Lei Naluh, que assegura aos professores da rede estadual de ensino que tenham cumprido o tempo mínimo de exercício no magistério para fins de aposentadoria a opção de exercer atividades fora da sala de aula”.

Diante disso, ele resolveu apresentar uma Emenda Supressiva para retirar o artigo que revoga a lei acima citada. “Deixando assim, ela em vigor, caso seja aprovada pela Assembleia Legislativa. Nossos professores merecem respeito”, garante.

Continuar lendo

Destaque 7

Na Hora do Faro, garoto pede ajuda para cinema comunitário no Acre

Publicado

em

Após deixar uma sessão de cinema acompanhado pelos pais, em 2017, o pequeno Rafael Kaweh, morador de Rio Branco, no Acre, decidiu criar um cinema comunitário para que crianças carentes pudessem ter acesso a filmes e animações. O sonho do menino, então com oito anos, virou realidade através do projeto Cine Oportunidades, sediado no bairro Cidade do Povo, na capital do estado. O trabalho de Rafael, no entanto, precisou parar após um roubo, acontecido em julho deste ano. Os ladrões levaram todos os equipamentos de projeção e até as panelas de fazer pipoca.

Apaixonado por animações, Rafael queria que outras crianças também tivessem a oportunidade de assistir aos filmes em uma sala de cinema. Com a ajuda dos pais e voluntários, eles montaram uma estrutura com projetor e um banner, no qual as produções eram exibidas. As sessões eram gratuitas, com direito à pipoca e refrigerante, e seguidas de rodas de conversa a respeito da mensagem dos filmes exibidos.

Porém, o Cine Oportunidades sofreu um baque após ter sido vítima de um roubo no qual foram levados todo o maquinário do espaço. Desde sua fundação, o projeto já havia recebido cerca de cinco mil pessoas mas, agora, se vê obrigado a parar. Os pais de Kaweh, os assistentes sociais Rafael e Janara Almeida estão em busca da ajuda de voluntários que possam fazer doações ao projeto.

No último domingo, a família participou do programa Hora do Faro, na TV Record, e conseguiu ganhar o valor de R$ 30 mil para ajudar na reconstrução do Oportunidades. Por coincidência, recentemente, o tema da redação do Exame Nacional do Ensino Médio, o Enem, chamou a atenção dos estudantes e professores ao propor uma discussão acerca da democratização do acesso cinema no país.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.