Conecte-se agora

Acre registra queda no abastecimento de água

Publicado

em

Uma pesquisa divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta quarta-feira, 22, mostra que enquanto o fornecimento de água aumentou na maior parte do país, o Acre apresenta uma realizada bem diferente. Os dados são referentes ao ano de 2018 e constatam que o estado registrou redução no fornecimento regular diário de água encanada aos domicílios.

Com relação a frequência no fornecimento de água atualmente, apenas 39,7% dos acreanos aparecem com abastecimento de água diariamente. Do total populacional, 24,6% é abastecido de 4 a 6 vezes por semana e 35,7% recebe abastecimento de 1 a 3 vezes por semana.

Melhoria nesse serviço foi observada em 19 das 27 Unidades da Federação, incluindo o Distrito Federal, mas no Acre, Pará, Amapá, Sergipe, Espírito Santo e Paraná foram identificadas quedas na quantidade de abastecimento.

Conforme os dados, o aumento mais expressivo foi registrado no Distrito Federal, onde 64,4% dos domicílios recebiam água diariamente através da rede. O pior estado no índice de abastecimento de água é o Amapá, segundo a pesquisa.

A pesquisadora ainda destacou que Pernambuco é o estado brasileiro com o menor percentual de domicílios com abastecimento frequente de água, onde apenas 38,6% dos domicílios o têm diariamente, percentual próximo ao do Acre, que ficou em 39,7%.

Propaganda

Destaque 6

Arte contemporânea chega ao Acre em aviões da GOL

Publicado

em

Com curadoria do ARTEQUEACONTECE, projeto apresenta imagens do fotógrafo mineiro Leonardo Finotti em exposição inédita e exclusiva a bordo de todos os voos nacionais e internacionais da Companhia

São Paulo – Com o intuito de levar arte e cultura do Brasil para todas as regiões do país e também exterior, a exposição a bordo GOL Mostra Brasil chega em sua quarta edição com fotografias de Leonardo Finotti. O tema desta mostra é arquitetura brasileira, e será composta por 140 diferentes imagens, que ficarão expostas pelos próximos seis meses nos aviões da Companhia, além de outros espaços como salas VIPs e aeroportos.

“Temos muito orgulho de promover o primeiro projeto de exposição fotográfica a bordo no mundo, que agora chega à quarta edição. Em cada imagem que colocamos em nossas aeronaves, levamos um pouco mais do Brasil sob diferentes aspectos e olhares, ressaltando sempre o lado positivo do nosso país”, destaca Loraine Ricino, diretora de marketing da GOL.

Sob o título “Memórias do Brasil”, a exposição traz registros das cinco regiões brasileiras, incluindo edifícios culturais, museus, igrejas e universidades que se destacam pela arquitetura única. Natural de Uberlândia, Leonardo Finotti iniciou sua carreira em Portugal e seu primeiro trabalho no Brasil foi fotografar a fundação Iberê Camargo para o arquiteto português Álvaro Siza. Também participou das comemorações do centenário de Oscar Niemeyer, onde se desafiou na exposição individual “100 anos, 100 fotos e 100 obras”, na fundação EDP em Lisboa. Além disso, foi escolhido pelo MOMA de Nova Iorque para trazer o seu olhar em fotos da América Latina para a exposição “Latin American in construction: architecture 1955-1980”, e hoje tem 15 fotografias na coleção permanente do museu.

“Estou muito feliz de ter sido o artista escolhido para essa nova temporada do projeto GOL Mostra Brasil e em ver meu trabalho ganhando visibilidade com públicos distintos que estão em viagem no país e exterior. Procuro sempre mostrar o melhor de cada cidade. É importante que as pessoas vejam a arquitetura e a fotografia, e assim ajudar a construir e preencher lacunas da memória visual”, afirma o artista.

A curadoria é assinada pelo ARTEQUEACONTECE, plataforma que conecta a Companhia ao universo da arte contemporânea. O trabalho consiste tanto na seleção dos artistas que têm o perfil, como na definição dos temas e imagens, além de fazer todo o acompanhamento para garantir a qualidade e aderência para a proposta e exposição ao público.

Algumas imagens, além de expostas nas aeronaves, poderão também ser conferidas de perto nas salas VIPs GOL Premium Lounge, do aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, e no RIOgaleão, no Rio de Janeiro (ambos nos terminais domésticos e internacionais). Além disso, para expandir o acesso deste acervo, as fotos estão disponíveis, em tempo real, pela galeria virtual www.golmostrabrasil.com.br. Nela é possível acompanhar por onde está cada imagem, nas diferentes rotas, enquanto as aeronaves da GOL estão em voo, com apenas um clique no mapa.

Continuar lendo

Destaque 6

Funcionários de deputado do PT ganham R$ 120 milhões da Mega

Publicado

em

Por

O prêmio de R$ 120 milhões do concurso 2.189 da Mega-Sena, realizado nesta quarta-feira, 18, saiu para um bolão de funcionários da liderança do PT na Câmara dos Deputados. Cada um vai receber R$ 2,4 milhões. Segundo a Caixa, a aposta ganhadora – que não tem o número 13 por partido – é um bolão com 49 cotas. As dezenas sorteadas foram: 04 – 11 -16 – 22 – 29 – 33.

No plenário da Câmara, durante a votação do projeto de reforma partidária e eleitoral, deputados foram ao microfone brincar com a notícia inusitada, dizendo que o PT agora vai desistir do projeto de taxação de grandes fortunas — uma bandeira do partido —, e que vai ter que “socializar” o dinheiro.

Nenhum parlamentar participou do bolão. Um funcionário, que não quis se identificar, disse que é o responsável por coletar o dinheiro para a aposta e relatou que dessa vez muitos colegas não quiseram entrar.

— É difícil arrancar R$ 10.

Alguns deputados petistas abandonaram a votação no meio para confraternizar com os funcionários e brincaram com o episódio

— Contem-me tudo e não escondam nada — gritou a deputada Benedita da Silva (PT-RJ) ao entrar na liderança do partido.

— E aí, ainda tem assessor aqui? — questionou Carlos Zarattini (PT-SP), dando risada.

Médico, o deputado federal e ex-ministro da Saúde Alexandre Padilha (PT-SP) foi chamado de volta à sala para atender uma ganhadora que passou mal. Segundo relatos, a mulher ficou muito emocionada ao se descobrir milionária.

Os funcionários da liderança tinham o hábito de fazer o bolão sempre que a loteria está acumulada. Algumas vezes a cota foi fixada em R$ 50, mas desta vez foi de apenas R$ 10.

Abordados pela reportagem em uma das salas da liderança, três servidores que não se juntaram ao grupo ganhador se recusaram a comentar o episódio. Um deles se limitou a dizer que “não é momento para fazer piada”.

Um deputado, em reservado, brincou:

— Agora são assessores ricos e deputados pobres.

Um deputado petista falava sobre a sorte dos ganhadores e lembrou que alguns ganhavam aproximadamente R$ 4 mil por mês. Nesse momento, citou o exemplo de um recepcionista e aproveitou para lhe dar parabéns. Ocorre que o funcionário lamentava não ter entrado no bolão.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.