Conecte-se agora

Linhão de Rio Branco a Cruzeiro do Sul: 655 km e R$ 510 milhões em investimentos

Publicado

em

IMAGEM DA INTERNET

A Empresa de Pesquisa Energética (EPE) publicou o estudo de expansão da transmissão para as regiões de Feijó e Cruzeiro do Sul. O órgão explicou que o estudo foi finalizado no primeiro trimestre de 2019. Estima-se que o programa de obras exigirá investimentos totais da ordem de R$ 510 milhões.

O estudo original foi elaborado em 2011, no entanto foi necessária reavaliação em função da caducidade de concessão do contrato firmado pela transmissora na época do leilão. O plano de obras inclui a implantação de duas novas subestações em 230 kV e novas linhas de transmissão em 230 kV interligando a capital do Acre, Rio Branco a Cruzeiro do Sul e Feijó.

“O novo sistema permitirá uma melhora substancial no atendimento elétrico desses locais e possibilitará o eventual desligamento dos geradores a diesel usados nos municípios, com custo anual de cerca de R$ 380 milhões e elevado o impacto ambiental devido às emissões de gases de efeito estufa”, disse a EPE, em nota. Clique aqui para acessar a íntegra do documento. (Canal Energia)

Propaganda

Cotidiano

Em Sena Madureira, ponte é alvo de incêndio criminoso durante a madrugada

Publicado

em

Na estrada de Xiburema, em Sena Madureira, que fica à 143,7 km da Capital Rio Branco, uma ponte que cruza o Igarapé Salpico foi alvo de um incêndio na madrugada do sábado.Ao que tudo indica, o incêndio tem característica de vandalismo.

Moradores acreditam se tratar de um ato criminoso, com o intuito de causar transtornos à comunidade.

Os moradores vinham reivindicando do poder público uma reforma completa da ponte que cruza o igarapé, pois a mesma já se encontrava em situação precária antes do incêndio.

A comunidade espera que os gestores tomem uma providência o mais rápido possível.

Continuar lendo

Cotidiano

“Estamos bebendo água de torneira”, diz servidor do Hospital de Saúde Mental do Acre

Publicado

em

Está marcada para a manhã desta segunda-feira, 19, uma manifestação de representantes do Sindicato dos Trabalhadores em Saúde do Acre (Sintesac) e servidores do Hospital de Saúde Mental do Acre (Hosmac) cobrando melhores condições de trabalho no local.

A pauta de reclamações é extensa e mostra a falta de cuidado com a unidade de saúde ao longo dos últimos anos.

As reivindicações vão da permanência do geral geral da unidade, Marcos Araripe, a reconstrução do muro do hospital, mais profissionais em todos os setores e um carro, já que o Hosmac não possui nenhum veículo para atendes suas demandas.

Entre toda as reclamações, duas são ainda mais graves, como fala um servidor do Hosmac que prefere não ser identificado. “Existem medicamentos, como o carbonato de lítio, usado como um estabilizador do humor no tratamento psiquiátrico. Uma outra coisa é a falta de água. Não pagaram o fornecedor, obrigando, nós, funcionários e pacientes a beber água da torneira”, afirma.

A paralisação de advertência está prevista para iniciar às 7 horas da manhã.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.