Conecte-se agora

3,6 mil eleitores não aparecem para fazer biometria e tem o título cancelado

Publicado

em

Dos 25.891 eleitores convocados à biometria em Tarauacá 3.695 não compareceram à Justiça Eleitoral e terão o título cancelado. Eles deverão comparecer com urgência ao Fórum Eleitoral de Tarauacá para fins de regularização.

De outro lado, mais de 21 mil eleitores de Tarauacá, que representam 83,31% do eleitorado, compareceram para a coleta de dados biométricos, cujo prazo se encerrou na sexta-feira, 17 de maio. O atendimento vinha ocorrendo desde 2017 e o comparecimento do eleitor ao cartório se tornou obrigatório desde o dia 11 de março deste ano, já em que 2020 as eleições no Acre serão 100% biométricas.

Outros nove municípios acreanos passam pela revisão biométrica obrigatória: Sena Madureira, Feijó, Mâncio Lima, Manoel Urbano, Marechal Thaumaturgo, Rodrigues Alves, Santa Rosa do Purus, Jordão e Porto Walter.

Propaganda

Cotidiano

Em Sena Madureira, ponte é alvo de incêndio criminoso durante a madrugada

Publicado

em

Na estrada de Xiburema, em Sena Madureira, que fica à 143,7 km da Capital Rio Branco, uma ponte que cruza o Igarapé Salpico foi alvo de um incêndio na madrugada do sábado.Ao que tudo indica, o incêndio tem característica de vandalismo.

Moradores acreditam se tratar de um ato criminoso, com o intuito de causar transtornos à comunidade.

Os moradores vinham reivindicando do poder público uma reforma completa da ponte que cruza o igarapé, pois a mesma já se encontrava em situação precária antes do incêndio.

A comunidade espera que os gestores tomem uma providência o mais rápido possível.

Continuar lendo

Cotidiano

“Estamos bebendo água de torneira”, diz servidor do Hospital de Saúde Mental do Acre

Publicado

em

Está marcada para a manhã desta segunda-feira, 19, uma manifestação de representantes do Sindicato dos Trabalhadores em Saúde do Acre (Sintesac) e servidores do Hospital de Saúde Mental do Acre (Hosmac) cobrando melhores condições de trabalho no local.

A pauta de reclamações é extensa e mostra a falta de cuidado com a unidade de saúde ao longo dos últimos anos.

As reivindicações vão da permanência do geral geral da unidade, Marcos Araripe, a reconstrução do muro do hospital, mais profissionais em todos os setores e um carro, já que o Hosmac não possui nenhum veículo para atendes suas demandas.

Entre toda as reclamações, duas são ainda mais graves, como fala um servidor do Hosmac que prefere não ser identificado. “Existem medicamentos, como o carbonato de lítio, usado como um estabilizador do humor no tratamento psiquiátrico. Uma outra coisa é a falta de água. Não pagaram o fornecedor, obrigando, nós, funcionários e pacientes a beber água da torneira”, afirma.

A paralisação de advertência está prevista para iniciar às 7 horas da manhã.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.