Conecte-se agora

Denúncia: Detran não tem telefone fixo desde o início do ano

Publicado

em

A crise financeira no governo do Acre atinge até quem arrecada muito dinheiro como é o caso do Departamento Estadual de Trânsito (Detran).

É o que dizem os próprios servidores do órgão que denunciaram ao ac24horas que não há telefone fixo em nenhuma das unidades do Detran em Rio Branco.

“É um transtorno. Estamos sem telefone fixo desde o começo do ano. Isso prejudica muito os serviços de veículos, pois às vezes é necessário ligar para a vistoria, parqueamento ou para o prédio de habilitação pra resolver algo que o usuário necessita e a gente não consegue. Somos obrigados a pedir pro cidadão voltar pra finalizar um serviço em aberto, por exemplo, quando poderíamos ligar e resolver por telefone. Um absurdo”, afirma um servidor que pede para não ser identificado.

Falta de segurança

Uma outra denúncia é a falta de segurança nos prédios do Detran. Segundo os próprios funcionários em nenhuma unidade tem mais a presença de vigilantes armados, nem no período noturno.

“As unidades estão sem qualquer tipo de guarda diurna ou noturna. Os prédios ficam sem vigilantes a noite. Aqui são guardados lotes de papel moeda pra imprimir os documentos, além de computadores, impressoras matriciais e outros equipamentos eletrônicos caríssimos”, afirma.

No final de março, o prédio da unidade de vistoria do Detran foi arrombado em Rio Branco e os bandidos levaram ferramentas e celulares utilizados pelos servidores para fazer as vistorias nos veículos.

O Detran confirmou que as duas denúncias são verdadeiras, mas explicou em nota que o órgão está sem ramais nos setores, mas utiliza um serviço de telefonia por internet. O único telefone fixo que existe é um telefone central, mas que não repassa ligações para os outros setores e unidades do órgão.

Em relação a falta de vigilância, o Detran se limitou a informar que a decisão de retirar a proteção patrimonial foi da administração anterior e que a nova gestão optou por continuar sem o serviço.

Propaganda

Acre

Prédio da Segurança irá funcionar no Museu dos Povos Acreanos

Publicado

em

FOTO: G1/AC - INTERNET

Durante o café da manhã de confraternização com os servidores da Secretaria de Estado da Justiça e Segurança Pública (SEJUSP), o governador Gladson Cameli informou que a pasta irá sair do Palácio das Secretarias e irá funcionará em uma parte do futuro Museu dos Povos Acreanos, no Centro de Rio Branco.

“Este local já não atende mais a demanda da Segurança Pública e diante da importância que esta secretaria representa para o nosso governo e visando melhorar as condições de trabalho dos servidores, estou abrindo mão do meu gabinete que seria levado para o museu e cedendo aquele espaço para melhor atender a nossa Segurança Pública”, explicou Cameli.

Para o secretário Paulo Cézar Rocha dos Santos, a futura sede da SEJUSP erá “um espaço extremamente qualificado, principalmente na esfera das áreas tecnológicas e operacionais que poderão ofertar uma melhor resposta À sociedade”, pontuou.

Fonte: Agência de Notícias do Acre

Continuar lendo

Acre

Mailza anuncia R$ 1 milhão em emendas para Segurança Pública

Publicado

em

A senadora Mailza Gomes (PP) anunciou, na manhã desta sexta-feira, 23, em Brasiléia, que destinará R$ 1 milhão em emendas para a área de Segurança Pública nos municípios da regional do Alto Acre.

O anúncio foi feito durante a audiência pública convocada pela Câmara do município para debater o crescimento da criminalidade na faixa de fronteira que compreende os municípios de Brasiléia e Epitaciolândia.

Mailza Gomes ressaltou que o momento é de preocupação com a situação de insegurança em todo o Acre. Ela disse que visitou todos os município acreanos para definir a alocação de suas emendas no Orçamento da União para 2020. No caso dos municípios do Alto Acre, a senadora afirmou que a prioridade tinha que ser a Segurança.

“Eu já estive aqui em Brasiléia em outra oportunidade e agora retornei para ouvir os relatos dessa audiência, e sabemos que essas cidades precisam dos recursos para os investimentos que precisam ser feitos”, afirmou a senadora do Progressistas.

A parlamentar disse ainda que o seu mandato tem como base a defesa de recursos para os 22 municípios nas áreas de saúde, educação, infraestrutura, agricultura, segurança pública e projetos para a defesa da família e valorização da mulher.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.