Conecte-se agora

Jorge Viana, D.R. e Jonas, para onde vai o PT?

Publicado

em

Poucos percebem, mas o Partido dos Trabalhadores está em ponto de ebulição. Apesar de todo esforço empreendido pelo presidente da sigla, Cesário Braga, os conflitos internos ainda não foram equacionados para que o PT possa marchar unido nas eleições de 20020 e 2022. O principal ícone do partido, Jorge Viana, ainda não digeriu a Democracia Radical (DR), que ele considera uma das variantes de sua derrota para o Senado.

Acontece que o PT sem o Jorge Viana não vai a lugar nenhum. É como um barco com leme quebrado em alto mar. Jorge também percebeu a fragilidade do atual governo e já se movimenta intensamente nos bastidores para fincar as bases de um novo momento político para o Acre. Ele, Marcus Alexandre e Raimundo Angelim. Só tem uma pedra no caminho: A DR é quem governa o PT.

No bloco dos insatisfeitos tem o deputado Jonas Lima, que perfila ao lado de Jorge, mas se a DR distribuir o poder. De liderança de peso com mandato no Juruá só sobrou o Jonas e o seu irmão, prefeito Isaque, em Mâncio Lima. Se o PT não mudar, Jonas e seu grupo político tem duas opções: mudar de partido ou ele mesmo ir plantar café nas terras que têm desde que era agricultor. Esse aviso ele mesmo deu ao Jorge Viana.

O deputado Sibá Machado depois que foi contemplado com a presidência da Executiva Municipal do Partido em Rio Branco depôs as armas. Passou a tomar tacacá com o Cesário todos os dias. Quando não, estão tomando café com bolacha da Miragina no escritório do deputado Daniel Zen, com Léo de Brito e o Carioca. Ainda sobre Jorge Viana ele nunca responde diretamente quando perguntado se continua ou não no PT com a DR no comando. O Jonas Lima aposta que ele sai, eu não! Deve haver um caminho… por enquanto o que os filiados e simpatizantes mais quem saber é: Para onde vai o PT?

. Para bom entendedor, uma palavra basta!

. Em meio a tantos desacertos do governo do Estado eis que surge uma luz no fim do túnel. Sei que é um surrado e velho clichê, mas em tempos de Jair Bolsonaro ninguém vai estranhar.

. A base de sustentação na Assembleia Legislativa e a articulação política começam a dar sinais de que a banda pode ser afinada.

. Ainda é muito cedo para chamar de orquestra.

. O certo é que a subida do experiente deputado Luís Tchê (PDT), oriundo da Frente Popular, para a liderança do governo deu os primeiros resultados positivos para o governador Gladson Cameli (Progressista), para o vice major Rocha e demais membros da equipe.

. Luís Tchê começa a se impor como líder e, principalmente, a ser reconhecido no âmbito do Palácio Rio Branco, da Assembleia Legislativa, do Poder Judiciário e demais instituições.

. É como diziam alguns deputados ontem, inclusive, da oposição: o governador Gladson Cameli agora tem um líder à altura dos desafios que o momento exige.

. O Tchê veio de uma boa escola política, a FPA, muito embora seguimentos soberbos do PT tenham abalroado o Titanic no iceberg que levou o projeto a pique pela arrogância de imaginar que nem Deus o destruiria.

. Pois, é por pouco o PT no Acre não foi varrido do mapa. Sorte, porque o Titanic foi!

. O melhor exemplo dessa nova fase que se inicia no governo Cameli foi a ida do governador em exercício, major Rocha (PSDB) e do secretário da Casa Civil, Ribamar Trindade na Assembleia Legislativa entregar pessoalmente à Mesa Diretora e aos demais parlamentares o projeto de ajuste da Reforma Administrativa e a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) em tempo hábil e, ainda, por cima, responder questionamentos dos deputados de oposição presentes ao ato oficial, muito embora não fosse solene.

. A partir de agora, o governador Gladson Cameli pode fazer funcionar bem sua articulação política com o vice major Rocha, Ribamar Trindade Ney Amorim e Luís Tchê!

. A CPI da Energisa foi instalada, a partir da outra semana começam as primeiras reuniões e as convocações.

. Vai dá o que falar!

. A conversa mais furada que já ouvi é a de que ainda é muito cedo para se discutir eleições municipais.

. O fogo tá queimando por baixo!

. O que tem de gente animado com a criação de 300 cargos na proposta de ajuste da reforma administrativa.

. É o governo gerando emprego!

. A propósito, a construção civil está amargando seus piores dias.

. Divulgado ontem a retração do PIB; isto significa mais desemprego, fome, miséria e violência no país.

. Muita gente voltando a morar nas colônias; excelente opção, melhor do que ficar passando fome da cidade com os filhos roubando e as filhas se prostituindo.

. O êxodo rural ao inverso!

. Todo mundo comentando que a mega sena acumulada teve maracutaia!

. Ah povo da língua grande!

. Bom dia!

Propaganda

Coluna do Astério

CPI x Energisa!

Publicado

em

FOTO: SÉRGIO VALE
Continuar lendo

Coluna do Astério

“Os políticos fracassaram”!

Publicado

em

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.