Conecte-se agora

Inscrições para o Enem encerram hoje (17)

O procedimento é realizado na Página do Participante

Publicado

em

Encerra hoje (17) o prazo de inscrição para participar do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019 e quem ainda deseja se candidatar tem até às 23h59, de acordo com o horário de Brasília. O procedimento é realizado na Página do Participante. Segundo informações do último balanço divulgado na manhã desta quarta-feira (15), cerca de 4,5 milhões de pessoas estão inscritas.

Este ano, cerca de 60% dos inscritos até o momento adotaram dispositivos móveis, como celulares e tablets para o cadastro, de acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep). No ano passado, esse percentual foi igual a 30% do total de inscritos. A inscrição deste ano é realizada em um novo formato, que simula um chat, similar aos adotados nos aplicativos de mensagens instantâneas.

Os participantes podem usar a nota do Enem 2019 para se inscrever em programas de acesso ao ensino superior. No Sistema de Seleção Unificada (SiSU), os candidatos serão selecionados para a graduação em universidades públicas do país. A segunda edição de 2019 do processo seletivo realizará as inscrições entre 04 e 07 de junho de 2019 e disponibilizará o resultado no dia 10 do respectivo mês.

Além do SiSU, o Programa Universidade para Todos (Prouni) oferece bolsas de estudo integrais e parciais para a graduação em instituições privadas de ensino. Por fim, o acesso por meio do Enem pode ser feito também por meio de universidades portuguesas conveniadas com o Inep. É possível utilizar a pontuação para conseguir participar do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) e contratar o financiamento.

Agência Educa Mais Brasil

Propaganda

Cotidiano

Criança de três anos abandonada pela mãe reencontra o pai haitiano em Brasileia

Publicado

em

Um menino de apenas três anos de idade, de nacionalidade franco-guianês, que havia sido abandonada pela mãe em abril deste ano no município de Brasileia, reencontrou o pai no último sábado, 13, depois de um trabalho intenso da Secretaria de Estado de Assistência Social, dos Direitos Humanos e de Políticas para as Mulheres (SEASDHM).

Segundo o governo do Acre, a mãe do garoto estava com a saúde mental debilitada e partiu para o Equador deixando o filho para trás. A Polícia Militar do Estado do Acre e do Conselho Tutelar de Brasileia comunicaram a situação à diretoria de Direitos Humanos.

A criança recebeu o apoio e várias frentes governamentais passaram a procurar pela família do garoto. No último final de semana, a pasta conseguiu entregar a criança ao pai, o serralheiro Lebrun Ednord, de 33 anos, haitiano, que atualmente mora na Guiana Francesa.

“Um trabalho minucioso, com muita habilidade dos conselheiros e dos policiais militares permitiu que obtivéssemos o número de telefone de Ednord, fornecido pela própria mãe, antes de partir sozinha para o Equador”, explica Claire Cameli, secretária da SEASDHM.

Claire explica que desde que o estado foi acionado, técnicos da pasta procuraram a todo o tempo entender o ocorrido e auxiliar na resolução do problema, classificado como uma situação de assistência humanitária. Para voltar para sua terra natal, o Haiti, o pai do menino precisou registrar a criança em nome de outro homem.

Continuar lendo

Cotidiano

Profissionais do Hospital de Amor começam treinamento para atendimento ao público

Publicado

em

Está previsto para o próximo mês de agosto o início dos atendimentos do Hospital de Amor, Instituto de Prevenção ao Câncer do Hospital de Barretos, em Rio Branco.

Finalizada a fase de contratação, os 24 servidores distribuídos nas funções de auxiliar administrativo, técnico em radiologia, técnico de enfermagem, ouvidoria, hotelaria e controladores de acesso, iniciaram nesta segunda-feira, 15, a fase de treinamento.

Até o final do mês, a capacitação acontece na própria capital acreana. No início de agosto, parte dos servidores viaja para Barretos, interior de São Paulo, onde fica a matriz do hospital, que se tornou referência no país no atendimento aos portadores de câncer.

“Essa é a última etapa antes de começarmos a atender a população. É um momento importante porque é uma unidade de saúde que tem uma filosofia única, com atendimento diferenciado. Não é à toa, que somos o Hospital de Amor”, afirma João Paulo Silva, gestor do hospital no Acre.

O Hospital de Amor vai implantar o “Programa de Rastreamento do Câncer de Colo de Útero e Mama”, que será executado por meio de uma unidade fixa e duas carretas que vão percorrer todos os municípios, realizando exames de mamografia e Papanicolau (PCCU) em todas as mulheres que se enquadrarem nos critérios de inclusão (que tenham de 40 a 69 anos para a prevenção do câncer de mama e 25 a 64 anos no caso do câncer de colo de útero).

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.