Conecte-se agora

No Acre, programa Mais Médicos só atenderá Manoel Urbano e aldeias do Juruá

Publicado

em

O novo edital do Programa Mais Médicos decidiu, para atender ao Acre, enviar profissionais apenas para o Distrito Sanitário Indígena (DSEI) Alto Juruá e para o município de Manoel Urbano. O edital prevê médicos para 790 municípios com altos índices de vulnerabilidade. São os que vão renovar participação no Mais Médicos.

No País, mais de 6 milhões de pessoas que vivem nas áreas mais vulneráveis do Brasil terão a assistência na Atenção Primária reforçada nesta nova etapa do Programa Mais Médicos. Publicado no Diário Oficial da União (DOU) desta segunda-feira (13), o novo edital abre oportunidade.

Serão oferecidas cerca de 2 mil vagas para os profissionais do Mais Médicos atenderem as populações de áreas historicamente com maiores dificuldades de acesso – a exemplo das ribeirinhas, fluviais, quilombolas e indígenas – e que dependem do atendimento do Sistema Único de Saúde (SUS). Os médicos devem começar a atuar na atenção primária desses municípios a partir de junho.

Veja a relação de município que serão contemplados no País:

http://portalarquivos2.saude.gov.br/images/pdf/2019/maio/13/vagaspreliminaresEDITAL18–CICLO.pdf

Propaganda

Cidades

Conselho confirma etapa nacional da Conferência de Saúde Indígena em julho

Publicado

em

FOTO: INTERNET

O Conselho Nacional de Saúde anunciou nesta terça-feira (21) a alteração do calendário de realização da Conferência Nacional de Saúde Indígena. A etapa nacional da conferência acontecerá de 1º a 4 de julho de 2020, em Brasília.

Essa etapa nacional era para ter acontecido na data de 27 a 31 de maio de 2019 mas não foi possível a realização do evento.

Os certificados de participação na 6ª Conferência Nacional de Saúde Indígena serão entregues no dia 4 de julho de 2020.

Continuar lendo

Cidades

Isaac Piyãko é multado por descumprimento da Lei de Responsabilidade Fiscal

Publicado

em

O Tribunal de Contas do Estado (TCE) multou o atual prefeito de Marechal Thaumaturgo, Isaac Piyãko, por descumprimento da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) que resultou em aumento de despesa com pessoal.

A decisão foi publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) desta terça-feira (21).

Os membros do TCE decidiram por unanimidade, nos termos do voto da Conselheira substituta-relatora, condenar o atual prefeito por descumprimento das informações contidas no Acórdão e determinou que o gestor promova a recondução dos valores da despesa total com pessoal ao limite estabelecido na LRF.

Em outro trecho o TCE, decidiu multar o gestor no valor de R$ 14 mil, o recolhimento desta multa deve ser feito no prazo de 30 dias.

Por fim, o órgão decidiu pelo encaminhamento de cópia da decisão ao Presidente da Câmara Municipal de Marechal Thaumaturgo, à Procuradora-Chefe do Ministério Público Estadual e ao Presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Acre.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required
Propaganda
Propaganda

Mais lidas