Conecte-se agora

Família de menina de 11 anos morta por disparo de fuzil do Bope protesta por justiça

Publicado

em

FOTO: SÉRGIO VALE

“Não foi fatalidade, foi crime”. É com esses dizeres que familiares e amigos de Maria Cauane da Silva, criança de 11 anos que morreu no mês de agosto do ano passado vítima de um disparo de fuzil do Batalhão de Operações Especiais (Bope), fazem na manhã desta terça-feira, 14, um protesto em frente ao Quartel da Polícia Militar do Acre, no centro de Rio Branco.

Ocorre que o laudo divulgado pelo Instituto de Criminalística em 2018 apontou que o tiro que matou a menina foi disparado de um fuzil usado pela Polícia Militar. Na época, o Bope informou que houve uma troca de tiros com criminosos em um morro do bairro Preventório, onde os suspeitos já teriam chegado atirando e usado a criança como escudo.

FOTO: SÉRGIO VALE

Entretanto, a família contestou a versão da polícia ao alegar que não houve troca de tiros e nem confronto entre as facções, pois, segundo familiares, o Bope havia invadido a casa de uma outra pessoa para matá-la e Cauane acabou sendo morta por acidente.

Fato que, segundo os familiares, provoca revolta até os dias de hoje. No local, eles gritam: “queremos justiça”. Eles dizem que o assassinato de uma criança não é fatalidade, é crime, e anseiam pela prisão dos militar suspeito de atirar contra a vítima.

FOTO: SÉRGIO VALE

À época, o comando da PM disse que a tropa agiu com profissionalismo durante a ocorrência, cumprindo sua missão de servir e proteger a sociedade acreana.

Além da menina, mais duas pessoas fora foram mortas na ação. Cauane era vizinha de um eletricista, que também foi morto.

Propaganda

Cotidiano

PRF recupera motocicleta roubada e apreende arma de fogo artesanal na BR-364

Publicado

em

Policiais Rodoviários Federais no Acre conseguiram localizar e deter os suspeitos de terem roubado uma motocicleta poucas horas após o crime, ocorrido na manhã desta segunda-feira, 16, em Rio Branco. Um rapaz de 19 anos e um adolescente foram apreendidos na BR-364.

Por volta das 16h de hoje, durante serviço de ronda nas imediações do km 122, da BR-364, a equipe avistou uma motocicleta com as características semelhantes a do veículo roubado. Quando os PRFs se aproximaram para abordar o veículo e confirmar as informações, o condutor acelerou e empreendeu fuga pelo bairro Areal juntamente com o passageiro na moto.

Foi então que os policiais iniciaram uma perseguição aos suspeitos e conseguiram detê-los. Foi confirmado que o veículo era o mesmo roubado pela manhã.

Na revista pessoal, os policiais encontraram com o condutor de 19 anos uma arma de fogo artesanal, calibre 22, com a inscrição de um grupo criminoso que atua no estado do Acre. O passageiro foi identificado e confirmado ser um adolescente de 15 anos.

O homem foi preso em flagrante e o adolescente apreendido. Ambos foram encaminhados para a Delegacia de Policia Civil de Rio Branco (AC). A proprietária da motocicleta foi avisada da recuperação do veículo e agradeceu pelo trabalho da PRF.

Com informações da PRF/Acre

Continuar lendo

Cotidiano

Adolescente de 17 anos é ferido com um tiro ao sair da casa da namorada, na Capital

Publicado

em

Mais uma tentativa de homicídio. A vítima da vez foi o adolescente E.F.R, e 17 anos, ferido com um tiro na rua Cruzeiro do Sul, no Conjunto Laélia Alcântara, região do Calafate.

De acordo com informações da polícia repassadas a reportagem do ac24horas, o adolescente havia saído da casa da namorada e ao caminhar pela rua dois homens não identificados numa motocicleta se aproximaram e perguntaram qual facção ele pertencia. Ao responder que não era membro de facção, o garupa sacou um pistola e efetuou quatro tiros. Um dos projeteis atingiu o adolescente no braço direito, que mesmo ferido ainda conseguiu correr e entrar numa loja de material de construção e pedir ajuda.

A ambulância do Samu foi acionada, prestou os primeiros socorros e conduziu o menor em estado de saúde estável.

A Polícia Militar esteve no local, colheu as características dos autores do crime e em seguida fizeram rondas na região em busca de prender a dupla na motocicleta, porém, ninguém foi encontrado.

O caso será mais um a ser investigado pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.