Conecte-se agora

Duarte diz que é incoerente Gladson falar em plano de demissão e depois aumentar CECs

Publicado

em

O deputado Roberto Duarte (MDB) não poupou críticas ao governador Gladson Cameli após tomar conhecimento por meio de reportagem do ac24horas que a Reforma da Administrativa que será encaminhada a Assembleia Legislativa pelo Palácio Rio Branco virá com o aumento de mais 300 cargos em comissão, que somando aos 900 já disponibilizados, somam-se 1.200 CECs.

O parlamentar do MDB já se colocou contra a proposta de aumento de número de cargos e lembrou que em um reunião no começo do ano havia falado para Cameli e membros do primeiros escalão que a aprovação da Reforma Administrativa aprovada em dezembro, no final do governo de Sebastião Viana, havia sido equivocada.

“Em uma reunião no Hotel Pinheiro, a única ao qual fui convidado, no início do ano, eu havia alertado para o governador, os secretários e os deputados estaduais presentes que a reforma aprovada era um equívoco. E afirmei ainda que não daria seis meses para que Gladson enviasse a Assembleia a Reforma da Reforma, como está acontecendo agora”, relatou Duarte.

O emedebista enfatizou a incoerência do governo Cameli é gritante, “pois na semana passada se falava em plano de demissão de servidores, mas nesta já se fala em aumento de CECs. É um circo. Não se entende nada”, criticou.

Duarte relembrou ainda, no período que era vereador de Rio Branco, que todos os projetos que foram encaminhados a Câmara pela prefeitura pedindo a criação de novos cargos, foram rejeitados por ele. “Votei contra todos esses projetos e continuarei votando. Seguirei com a minha consciência tranquila”, frisou o deputado que informou ainda que existe um termo de compromisso assinado pelo governador de que chamaria os excedentes dos concursos da polícia civil e militar.

Propaganda

Destaque 6

Acre tem 3.740 animais abandonados em abrigos de ONGS

Publicado

em

FOTO: INTERNET

De acordo o Instituto Pet Brasil, o Acre possui cerca de 3.740 animais abandonados sob tutela de cerca de dez organizações não governamentais.

Esse número dá a ideia de que existe um contingente razoável de pessoas envolvidas com o cuidado de animais abandonados no Acre, Estado que é o 11º no ranking nacional de abandono de pet.

A população pet no Brasil é de cerca de 140 milhões de animais, entre cães, gatos, peixes, aves e répteis e pequenos mamíferos. A maioria é de cachorros (54,2 milhões) e felinos (23,9 milhões), num total de 78,1 milhões de animais. Desses, 5% são animais em condição de vulnerabilidade (ACV), o que representa 3,9 milhões de pets.

Do total da população ACV, cães representam 69% (2,69 milhões), enquanto os gatos correspondem a 31% (1,21 milhões).

O Brasil possuí hoje 172.083 animais abandonados sob a tutela das ONGs e grupos de Protetores. Dos mais de 172 mil animais tutelados, 165.200 (96%) são cães e 6.883 (4%) são gatos. Os abrigos de médio porte destacam-se por tutelar mais de 89 mil animais. Portanto, são responsáveis por mais de 52% da população de pets disponíveis para adoção.

“Na região Norte o Acre é o estado com maior população de animais abandonados”, informou André Spera, responsável pela comunicação do IPB.

Continuar lendo

Destaque 6

Polícia investiga roubo em loja de móveis e eletrônicos em Xapuri

Publicado

em

Um roubo estimado em mais de R$ 100 mil está sendo investigado pela Polícia Civil de Xapuri. Notebooks, celulares, televisores, bicicletas elétricas e outros produtos foram levados da loja Magazine do Povo há cerca de uma semana.

Segundo a polícia, a loja foi invadida pela porta da frente, durante a madrugada. Os ladrões gastaram várias horas fazendo o transporte dos produtos. O trabalho de investigação tem sido extremamente sigiloso e, segundo, o investigador Eurico Feitosa, da PC de Xapuri, os criminosos ainda não foram identificados nem há pistas do paradeiro dos itens roubados.

Arrombamento de lojas, principalmente as que trabalham com a venda de telefones celulares têm sido uma das modalidades de crime mais comuns em Xapuri, junto com o tráfico de drogas. Apenas um logista da cidade já foi roubado três vezes em um pequeno espaço de tempo, acumulando prejuízos de mais de R$ 30 mil. Pedindo para não ser identificado, ele diz que nunca se recuperou do prejuízo.

“A polícia prendeu vários suspeitos, mas não conseguiu recuperar os produtos roubados. Mais de R$ 20 mil investidos em telefones celulares foram perdidos. Não renovei mais o estoque. Mesmo quando os ladrões são presos e condenados a gente não consegue se sentir bem porque a justiça pune os criminosos, mas isso não nos ressarce o prejuízo material”, disse.

A polícia não descarta a possibilidade de haver uma quadrilha especializada nesse tipo de roubo agindo em Xapuri e região. Ações semelhantes já tiveram como alvo, em mais de uma oportunidade, a agência dos Correios e até supermercados na cidade. No último dia 28 de julho, a parede da agência do Banco do Brasil onde ficava o cofre chegou a ser arrombada, mas a polícia foi acionada antes que o roubo fosse consumado. Os ladrões fugiram deixando para trás uma grande quantidade de equipamentos usados para cometer o crime.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.