Conecte-se agora

Ranking da indústria põe o Acre como menos dinâmico da economia brasileira

Publicado

em

O primeiro Índice FIEC de Inovação dos Estados traz o Acre como o Estado menos inovador do Brasil. Além de ser o último no ranking geral, o Acre amarga a 24ª posição no Índice de Capacidades e a 27ª posição no Índice de Resultados, consolidando o já antigo status de Estado menos dinâmico da economia brasileira.

O Indíce FIEC de Inovação dos Estados está sendo construído pela Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC), vinculada à Confederação Nacional das Indústrias (CNI). O Índice FIEC de Inovação dos Estados é dividido em duas áreas, Capacidades e Resultados, as quais avaliam tanto o ecossistema de inovação quanto a inovação em si. Os dados foram divulgados nesta segunda-feira (13).

O conjunto de indicadores que formam o Índice representam os aspectos e as capacidades essenciais para o desenvolvimento dos estados brasileiros, de modo que esses, quando postos em conjunto, constroem a base para o crescimento da competitividade e produtividade estadual.

Muito ao contrário do Acre, São Paulo é o primeiro do ranking, líder em Investimento Público em Ciência e Tecnologia e Competitividade Global em Setores Tecnológicos. Mais ainda, SP está entre os quatro primeiros colocados em todos os indicadores analisados.

Os dados são públicos e o espaço para manifestações acerca de seu conteúdo estão aqui assegurados.

Propaganda

Destaque 2

Cameli puxa orelha de cargos do gabinete civil e exige desburocratização de projetos na área econômica

Publicado

em

Com a aprovação da reforma administrativa pela base na Assembleia Legislativa, o governador Gladson Cameli se motivou a estudos internos para alterar ou “modernizar” a articulação política do Palácio Rio Branco e, ainda, os setores que funcionam na Casa Civil.

Ribamar Trindade, um dos principais homens da confiança do governador, vem sendo hostilizado pelas redes sociais como o grande responsável pelo travamento da economia e a não geração de empregos no primeiro trimestre do ano.

Incomodado com as críticas e a pressão sofrida de forma periférica e por setores como o industrial, Cameli teria batido na mesa e exigido antes de sua viagem para Porto Velho (RO), a desburocratização e o aperfeiçoamento da equipe, sob pena de exoneração de pessoas estratégicas.

“O puxão de orelha foi coletivo e na mudança para o Palácio Rio Branco, haverá novidades em cargos de pessoas ligadas diretamente ao governador” disse uma fonte da Casa Civil.

A intenção inicial seria promover apenas um troca-troca, mas após intensa reuniões na última segunda (20), Cameli teria decidido compartilhar cargos de sua extrema confiança em locais estratégico. “Tudo para fazer o Estado andar” reforçou a fonte.

No Deracre, por exemplo, não está cogitada a saída do engenheiro Ítalo Medeiros, mas está em estudo a indicação de uma pessoa de confiança do governador para ajudar na coordenação de ações ligadas ao Projeto Ombro a Ombro que será ressuscitado semana que vem com assinaturas de termos de parcerias com as prefeituras. No departamento de estradas e rodagens também deverá ser executado o montante de R$ 96 milhões programados para melhorias em ramais em todo o Estado.

O governador cumpre agenda hoje (22) na feira de agronegócio Rondônia Rural Show, em Ji-Paraná (RO). Ele retorna amanhã para o Estado do Acre.

Continuar lendo

Destaque 2

Imagens mostram Emurb colocando asfalto onde não tem buraco

Publicado

em

Bem verdade que as condições de algumas ruas de Rio Branco começam a melhorar desde o início da Operação Verão, desencadeada pela prefeitura com o objetivo de recuperar as vias da capital acreana. Bem verdade também que o que foi feito agora está longe de ser suficiente para acabar com os buracos da cidade e acabar com o martírio dos motoristas que precisam de muita atenção, principalmente no período noturno.

Por isso, o espanto de internautas que flagraram equipes da Emurb colocando asfalto em um trecho da Avenida Ceará em frente ao José de Melo, onde aparentemente não há buracos “Eu não consigo entender. Com tantas ruas esburacadas em quase todos os bairros da nossa cidade, a prefeitura tá concentrando esforços onde não tem buraco. Na rua Manaus, onde moro no bairro Parque das Palmeiras, todas as ruas tem buracos”, disse um internauta que encaminhou as fotos ao ac24horas.

Em nota, a prefeitura de Rio Branco explicou se tratar de uma determinação da prefeita Socorro Néri para a recuperação preventiva das vias onde há grande circulação de veículos. Segundo a Emurb, ao longo dos anos, as muitas operações tapa-buracos criaram desníveis na capa asfáltica da cidade. Nesses mesmos pontos de tráfego intenso, a orientação é que uma fina camada de asfalto seja aplicada para melhorar e deixar mais uniformes as pistas.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.