Conecte-se agora

Gladson volta atrás e renomeia comissionado exonerado

Publicado

em

Apareceu na edição do Diário Oficial do Estado (DOE) nesta segunda-feira, 13, um decreto que torna sem efeito o ato que exonerou Hedislande Gadelha da Secretaria de Estado de Comunicação (Secom), publicado em março deste ano e assinado pelo próprio governador Gladson Cameli.

O governador decidiu exonerar o então nomeado com CEC – 6 depois de receber inúmeras críticas dos próprios aliados do Progressista. Viu-se que as ofensas só parariam com a exoneração do mesmo, o que, de fato, ocorreu.

Porém, o decreto desta segunda-feira (13), mostra que Gadelha volta a fazer parte da equipe do governo. No decreto de hoje, não aparece o nome, apenas o número do decreto anterior, que exonerava o comissionado.

“Tornar sem efeito o Decreto número 1.438, de 22 de março de 2019, publicado no Diário Oficial do Estado número 12. 517, de 25 de março de 2019, página 2/3”.

Hedislande Gadelha é criticado por aliados do governo Gladson Cameli como simpatizante do Partido dos Trabalhadores (PT). Até pouco tempo atrás, segundo militantes, se mostrava crítico de Cameli e de Wherles Rocha, fato que deixa parte dos aliados do atual governo insatisfeita.

Procurada pela reportagem, a equipe da secretaria de comunicação do Estado não se pronunciou sobre o decreto que renomeia Gadelha.

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas