Conecte-se agora

Bebê de 1 ano morre após se afogar em caixa d’água no Bujari

Publicado

em

IMAGEM ILUSTRATIVA

Um bebê de apenas 1 ano e 3 meses morreu por volta das 15 oras desse domingo, 12, após se afogar numa caixa d’água. O caso aconteceu na casa da família da criança, no loteamento Manoel Leão, situado no município de Bujari.

Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionada, mas quando chegou a criança já havia ido a óbito.

O corpo do bebê foi levado para o Instituto Médico Legal (IML), na capital, e liberado logo em seguida para a família.

Propaganda

Acre

Chá das Mulheres: solidariedade em prol do Hospital do Câncer

Publicado

em

Evento teve objetivo de arrecadar recursos para revitalizar Ala Infantil da Unacon

A sociedade respondeu ao chamado das Mulheres da Indústria do Acre e compareceu em peso ao primeiro Chá Beneficente do grupo, realizado na noite de quarta-feira, 4 de dezembro, no Afa Jardim. Com objetivo de arrecadar fundos para a revitalização da Ala Infantil do Hospital do Câncer/Unidade de Alta Complexidade em Oncologia (Unacon), o evento foi um grande sucesso, contando com diversas atividades, como bazar, música ao vivo com a cantora Verônica Padrão, desfile das misses e mister Brasil – Hadassa Flores, Giovana Thomas, Yasmin Castro e Miguel Gomes – e sorteios de muitos brindes.

“Parabenizo o grupo das Mulheres da Indústria na pessoa da Raimundinha Holanda, que é a coordenadora. Essa iniciativa tão importante para a nossa população e para as crianças da Unacon deve ser cada vez mais apoiada e fortalecida”, reconheceu a prefeita de Rio Branco, Socorro Neri. “Tanto o governador Gladson Cameli e a primeira-dama Ana Paula ficaram muito felizes com essa iniciativa, porque isso, sim, se chama parceria. O hospital precisa desse olhar diferenciado, as crianças precisam desse afeto. A FIEAC está de parabéns”, destacou a secretária de Estado de Ação Social e Direitos Humanos, Claire Cameli.

De acordo com a desembargadora e coordenadora da Infância e Juventude do Tribunal de Justiça do Acre (TJ/AC), Regina Ferrari Longuini, o Poder Judiciário sempre estará colaborando com ações humanitárias. “Nós agradecemos por essa oportunidade. Que a solidariedade seja uma constante em nossas vidas. É tempo de superação, de espírito colaborativo e de mãos amigas, especialmente com a proximidade do Natal”, declarou a magistrada.

A gerente geral da Unacon, Áurea Freitas, afirmou que a iniciativa foi recebida com muito carinho por ela e sua equipe. “A gente agradece muito, de coração, esta iniciativa espetacular. Que venham muitos outros eventos desta natureza. Se todo mundo fizer sua parte, esse tipo de projeto dará sempre certo. Ninguém consegue fazer nada sozinho. O Estado precisa da união da comunidade para obter êxito com pleitos sociais”, destacou ela.

Para o presidente da FIEAC, José Adriano, esta primeira experiência foi gratificante e muito positiva, apontando que este caminho que a instituição trilhou está na direção certa. “O grupo tomou uma proporção muito maior, não se restringindo apenas às mulheres da indústria. É uma felicidade constatar a adesão e o apoio às causas sociais que abraçamos, e também é uma grande responsabilidade. Não podemos parar por aqui. Há muito a se fazer”, comemorou o empresário.

Continuar lendo

Acre

Jenilson diz que governo do Acre surfa em lei federal já existente

Publicado

em

O deputado estadual Jenilson Leite (PSB) contestou a informação propagada pelo governador Gladson de que o seu governo, através de parceria com a empresa Energisa estão beneficiando a população acreana de baixa com um desconto de 65% na conta de luz. O parlamentar de oposição ressaltou que o programa da Tarifa Social já existe e é do governo federal. “O governo Gladson se apropria de um programa federal para tentar se redimir da culpa que ele ajudou a criar, quando votou a favor da privatização da Eletroacre”, afirma o deputado.

A Tarifa Social é um programa do governo federal que beneficia às famílias de baixa renda. Aquelas que estão cadastradas nos programas de transferência de renda, como, por exemplo, beneficiários do Bolsa Família.

Atualmente no Acre, 54 mil famílias estão cadastradas e recebendo o benefício da Tarifa Social. O programa é regulamentado por Lei e é caracterizado por descontos incidentes sobre a tarifa aplicável à classe residencial das distribuidoras de energia elétrica. Os valores são mais baixos do que os praticados nos consumidores normais e terão direito ao beneficio famílias que consomem até 220 kWh.

Para o deputado, esse jogo de cena não resolve o problema da conta de luz da população acreana, porque independente da parceira do governo do estado, a empresa é obrigada a ofertar, uma vez que é um programa federal.  “Caso o governador queira mesmo resolver o problema da conta de luz , que após o seu voto que garantiu a privatização e com isso o aumento exorbitante na tarifa de luz dos acreanos, desafio ele a baixar o ICMS sobre a transmissão e geração de energia, isso sim, baixará o preço”, desfiou o parlamentar.

Após a Energisa arrematar a Eletroacre, a conta de luz dos acreanos teve um aumento de mais de 18% no valor. Além disso, a maioria dos acreanos foram afetados com cobrança indevidas. Cliente que pagava 50 reais, passou a pagar 200.

O problema de cobranças indevidas na conta de luz do anos após o setor privado assumir foi tão grande, que a ALEAC através de um requerimento de Jenilson Leite criou a CPI da energia para investigar as irregularidades.

Continuar lendo
Propaganda
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.