Conecte-se agora

Adolescente de 17 anos leva tiro na cabeça em assalto após sair de baile funk

Publicado

em

Uma tentativa de latrocínio foi registrada na noite deste domingo (12). Um adolescente de 17 anos, foi baleado na cabeça nas dependências de um hotel, após o show da Mc Lucy,  em Rio Branco.

De acordo com informações de populares que estavam no local, o menor havia saído do evento na companhia de amigos, quando homens armados chegaram em um carro, e um dos criminosos desceu do veículo, subtraiu os bens do garoto e em seguida efetuou um tiro que atingiu a cabeça do adolescente. Após a ação, os bandidos fugiram do local tomando rumo ignorado.

A ambulância do suporte avançado do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionada, prestou os primeiros atendimentos e conduziu a vítima ao Pronto Socorro de Rio Branco em estado grave.

Agentes da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) já iniciaram as investigações em busca de identificar os autores do crime. A Polícia relatou a reportagem do site ac24horas, que existem várias versões do crime e que testemunhas já estão sendo ouvidas.

Policiais Militares do 3°Batalhão estiveram no local e chegaram a fazer várias rondas na região, mas os criminosos não foram encontrados.

Familiares informaram a Polícia que o menor não tem envolvimento com organizações criminosas.

Propaganda

Destaque 4

Feira da Agricultura Familiar volta a ser realizada em mercado no centro do município de Brasileia

Publicado

em

Com objetivo de fortalecer a agricultura familiar, gerar renda ao homem e a mulher do campo, além de dispor à população produtos sem agrotóxicos e de qualidade, a Prefeitura de Brasileia voltou a realizar a Feira da Agricultura Familiar, no mercado Ocimar do Rego Albuquerque, localizado no centro antigo de Brasileia. A feira será realizada todas as quintas-feiras a partir das 5 horas da manhã. 

Segundo o Secretário Municipal de Agricultura, Zé Gabriele, a ideia é retomar as atividades no mercado municipal de Brasileia. “Esse é um dos projetos que nos propomos a fazer, a revitalização e ocupação do centro antigo e mercado municipal de Brasileia. Esse é um trabalho que está aos poucos vem sendo realizado, garantindo uma renda a mais aos produtores do nosso município e também levando aos moradores um produto de melhor qualidade”, falou Zé Gabriele. 

A feira ao livre contou com a presença de 30 feirantes, com os mais variados tipos de produtos, desde o ovo caipira até ao artesanato, a exemplo das panelas de barro. 

Segundo a feirante Janete Nascimento, 33 anos, a realização da feira no centro da cidade é mais uma opção de poder comercializar seus produtos, aumentando a renda familiar. “Muito boa a vinda dessa feira aqui para o centro, graças a Deus consegui vender todos os meu produtos. Agora podemos trabalhar as quintas-feiras aqui no mercado municipal e aos domingos na feira Maria Florêncio”, ressaltou Janete Nascimento, feirante há 15 anos. 

A produtora Regina Rodrigues de Freitas, de 58 anos, moradora do quilômetro 29 da BR-317 sentido Assis Brasil, comemora a iniciativa da Prefeitura de Brasileia. “Estou achando maravilhosa essa ação da Prefeita Fernanda Hassem em resgatar a feira aqui no centro, pois quando comecei a vender minha produção foi aqui nesse mercado, voltar às origens foi uma alegria imensa um grande orgulho. Quero parabenizar toda a equipe da prefeitura, que fortaleça cada vez mais esse trabalho, não deixe o centro morrer, aqui é o início de tudo,onde começou a história da nossa cidade”, destacou Regina Freitas, produtora há 40 anos. 

Fotos: Ascom Brasileia 

Continuar lendo

Destaque 4

Comitê Gestor do Plano Acreano da Cultura Exportadora se reúne com Gladson Cameli

Publicado

em

Representantes do Pacex levaram ao governador propostas visando alavancar o comércio exterior

Membros do Comitê Gestor do Plano Acreano da Cultura Exportadora foram recebidos, na manhã desta quinta-feira, 18, pelo governador do Estado, Gladson Cameli. Durante a reunião, que ocorreu no Palácio Rio Branco, os representantes do Pacex entregaram ao chefe do Executivo um documento que reúne propostas para tornar o Acre um ambiente favorável para o comércio exterior e pediram apoio do gestor para essas demandas.

No início do encontro, o presidente da Federação das Indústrias (FIEAC), José Adriano, relatou que, desde a criação do Comitê, há cerca de dois anos, já foram realizados estudos, visitas às alfândegas e regiões de fronteira do Estado, entre outras ações, para que fosse feito um diagnóstico dos entraves que prejudicam as exportações e importações através do Acre.

“Relacionamos todos os percalços, desde infraestrutura, questões tributárias, logística, até mesmo condições de negociação que os empresários enfrentam quando, por exemplo, forem sentar com chineses e terem as mínimas condições de atendê-los. Por isso, trouxemos esse documento solicitando apoio do governador”, frisou o presidente da FIEAC.

José Adriano ressaltou, ainda, que o momento exige união de esforços para que as soluções sejam encontradas em um prazo curto. “Se há um momento propício para avançarmos nessas demandas, é agora. Temos pressa. E nós, empresários, podemos contribuir muito. Se não tivermos o apoio do Executivo estadual e federal, vamos patinar mais quatro anos por conta da burocracia e é isso que queremos evitar”, acrescentou.

Fotos: Diego Gurgel/Secom

As ações contidas no Pacex estão organizadas nos seguintes eixos: relacionamento e promoção de negócios; logística e infraestrutura do comércio exterior; barreiras em mercados externos; inteligência comercial; assessoramento e capacitação; estímulo e apoio a negócios acreanos para exportação; e facilitação e desburocratização do comércio exterior. Além desse documento, também foi entregue a Gladson Cameli um ofício contendo questões mais urgentes e que podem ser solucionadas ainda este ano.

Após ouvir atentamente os membros do Comitê, o governador mostrou-se solícito e garantiu apoio às ações. “Tudo isso tem muito a ver com o que pensamos. Não podemos mais esperar de braços cruzados. Precisamos criar oportunidades e construir pontes. O presidente Jair Bolsonaro vem ao Acre em novembro para uma agenda com o presidente do Peru e precisamos aproveitar isso. Nossa alvação são os países andinos, que têm saída direta para Ásia. Sabemos que estamos posicionados estrategicamente e precisamos usufruir dessa condição”, afirmou Cameli.

O Comitê Gestor do Plano Acreano da Cultura Exportadora é formado por representantes do Ministério da Agricultura, Suframa, ANTT, Sebrae, SEICT, Fecomércio, FIEAC, FAEAC, Federacre, Acisa, CREA-AC, CRA-AC, Ascontacre, Sescap, Setacre, Senai, Agência de Negócios do Acre (Anac), Senai/AC, FAAO e AZPE.

Pautas prioritárias

Entre as pautas prioritárias apontadas pelo Pacex estão a Reforma das alfândegas de Assis Brasil e Epitaciolândia, que incluem o aparelhamento com pessoal e funcionamento contínuo dos órgãos de controle (Mapa, Receita Federal, Anvisa e outros); credenciamento do laboratório de alimentos da Ufac para o comércio internacional e melhor funcionamento do sistema de telefonia e internet nas fronteiras do Estado.

Assessoria FIEAC

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.