Conecte-se agora

Rio Branco já arrecadou quase R$ 15 milhões com IPTU

Publicado

em

Desde o início do pagamento da parcela única do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) em 2019, a Prefeitura de Rio Branco conseguiu arrecadar aproximadamente R$ 15 milhões, até este mês de maio. O prazo regular venceu no último dia 30 de abril. Segundo o Secretário Municipal de Finanças, o objetivo era chegar a um valor maior.

“Projetamos na expectativa de receita da Lei Orçamentária aproximadamente 19 milhões de arrecadação do IPTU 2019. Até o momento, arrecadamos aproximadamente 15 milhões”, disse Edson Rigaud.

Rigaud afirma que o dinheiro arrecadado pode ser utilizado para todas as despesas do município, como saúde, educação e infraestrutura etc. Quem ainda não pagou a parcela, pode pagar as cotas que vencem nos meses subsequentes ou emitir boleto de arrecadação novo com o valor total na internet, OCA ou nos Centros de Atendimento ao Cidadão (CACs).

“Todas as parcelas podem ser emitidas na internet ou nos centros de atendimento. Caso o contribuinte não tenha o carnê encaminhado anteriormente”, destaca o secretário.

Para tentar reduzir o número de inadimplentes, a prefeitura lançou a campanha IPTU Em Dia Dá Prêmios. Na ocasião deste ano, o secretário de Finanças disse que o índice de inadimplência do imposto predial e territorial urbano é de aproximadamente 45% na cidade de Rio Branco.

“Sem arrecadação a gente não consegue fazer nada, não consegue prestar os serviços públicos. Se você não paga o tributo porque o serviço não foi feito, nunca a gente vai conseguir executar o que a cidade precisa”.

Vantagens

Este ano, além do desconto de 20% para quem fizesse o pagamento em cota única até o dia 11 de abril, também foram sorteados prêmios para os contribuintes que estavam em dia com o município. Foram entregues três motocicletas e um carro zero quilômetro.

Para a prefeita Socorro Neri, o recurso do IPTU não é exclusivamente para atender recuperação de malha viária. “Serve também para pagar a coleta de lixo, tratamento de resíduos sólidos, manutenção de cemitérios, limpeza da cidade, parques. São recursos que entram no tesouro municipal e servem para que o município atue em várias funções

Propaganda

Acre

Caminhão que colidiu com hélice transportava resíduos hospitalares

Publicado

em

O caminhão-baú que se envolveu em um acidente com o helicóptero Harpia 1, mais conhecido como “Estrelão”, na manhã deste sábado (18) próximo ao Posto Correntão, no Segundo Distrito, carregava lixo hospitalar. Quem confirmou essa informação foi o Secretário de Estado de Saúde do Acre, Alysson Bestene, na noite deste sábado (18) por meio de Nota de Esclarecimento.

Alguns recipientes de lixo hospitalar se desprenderam da carroceria logo após o impacto. De acordo com Bestene, isso não comprometeu a segurança da população porque os recipientes estavam revertidos apropriadamente para que não ocorresse vazamentos de resíduos hospitalares.

Alysson destacou que para reforçar as medidas de segurança, uma equipe da empresa foi acionada imediatamente ao local para fazer o recolhimento e a limpeza.

“Seguindo a protocolos específicos para este tipo de situação, tão logo o trabalho de perícia da Polícia Rodoviária Federal foi concluído e antes mesmo da possibilidade de uma chuva na localidade”, afirmou.

Continuar lendo

Acre

Sejusp diz que harpia estava em operação contra criminosos

Publicado

em

O Secretário de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), em exercício, Ricardo Brandão, emitiu uma Nota de Esclarecimento, na tarde deste sábado (18), acerca do acidente envolvendo o helicóptero Harpia 01.

A Nota relata que a aeronave estava em atividade, fazendo parte de uma operação orientada pela Secretaria de Segurança Pública, aliada à Operação “Fecha Fronteira” com o foco de coibir ações criminosas na região do Segundo Distrito, em Rio Branco.

“Dois tripulantes sofreram algumas lesões, foram encaminhados ao Pronto-Socorro de Rio Branco, juntamente com o motorista do caminhão e o passageiro. Todos estão bem”, destacou.

Brandão afirmou que uma equipe da Sejusp está acompanhando todos os procedimentos a serem realizados, inclusive, a perícia que deve ocorrer no local do acidente.

Ele relatou que os órgãos competentes como o Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa 7), a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), bem como a seguradora da aeronave, foram acionados.

Por fim, encerrou ressaltando que toda a manutenção e documentação da aeronave encontram-se absolutamente regularizadas de acordo com a legislação vigente, bem como todos os contratos da seguradora estão em dia.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required
Propaganda
Propaganda

Mais lidas