Conecte-se agora

Para Zen, Gladson faz “chantagem barata e terrorismo”

Publicado

em

FOTO: SÉRGIO VALE

O deputado estadual Daniel Zen (PT) não poupou críticas a possibilidade do governador Gladson Cameli (Progressistas), decretar calamidade financeira caso a Reforma da Previdência proposta pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL) não for aprovada no Congresso Nacional. Ao ac24horas, o petista salientou o chefe do Palácio Rio Branco faz “chantagem barata e terrorismo” com o caso.

Zen enfatiza que não existe correlação alguma entre a Reforma da Previdência com a questão do governo do Acre sinalizar com o decreto. “Não altera absolutamente em nada. Porque o nosso é Regime Próprio de Previdência (RPPS) e a Reforma é para o Regime Geral da Previdência (RGPS). O que ele [Gladson] deve está alegando é que deve ter promessas do governo Bolsonaro do tipo, reformando a previdência lá, os caras vão ter um caixa e que dai esses recursos seriam liberados para os Estados, por meio de convênios, transferências de recursos e emendas parlamentares. É por isso que ele tá dizendo isso. Um regime não interfere no outro até porque para mexer no regime daqui tem que ter lei estadual e a gente já mexeu no regime próprio no governo do Tião quando elevou a alíquota de 11% para 14%. Eles têm ainda um projeto de Previdência Complementar que é até muito bom por sinal “, disse o deputado.

LEIA TAMBÉM: Gladson confirma que Acre poderá decretar calamidade financeira se reforma da previdência não for aprovada

O petista enfatiza que as declarações de Gladson “são tão falaciosas quanto a propaganda oficial do Governo Federal de que a reforma da Previdência foi encaminhada ao Congresso para acabar com privilégios. “Quem teve a paciência e o cuidado de estudar a proposta sabe que ela mantém intocados os privilégios e prejudica os trabalhadores mais humildes, que ganham de 1 a 5 salários mínimos”, frisa.

O parlamentar cita ainda o exemplo da reforma trabalhista que, diziam, iria gerar empregos e o que aconteceu foi exatamente o contrário do que o Governo Federal propagandeava. “A reforma retirou direitos e não gerou nenhum emprego novo. O Brasil atingiu, no último trimestre, taxa recorde de desemprego dos últimos 30 anos: 13,3 milhões de desempregados, sendo 1,3 milhão só nesse início de governo Bolsonaro”, destacou Zen revelando que o governo de Cameli caminha para mesma direção. “Mais de 1,2 mil pessoas perderam seus empregos neste início de governo Cameli”, disse.

Propaganda

Acre

Datafolha: 43% não confiam nas declarações de Jair Bolsonaro

Publicado

em

Uma parcela de 80% da população diz ao menos desconfiar das declarações do presidente Jair Bolsonaro, aponta a mais recente pesquisa do Datafolha.

Segundo levantamento nacional realizado na última quinta-feira (5) e sexta-feira (6), 43% dos entrevistados disseram que nunca confiam em afirmações do presidente, e 37% declararam confiar às vezes. Já os que dizem confiar sempre são 19% dos entrevistados —1% não soube responder.

A pesquisa ouviu 2.948 pessoas em 176 municípios em todo o país. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos, dentro do nível de confiança de 95%.

O resultado da avaliação do presidente será publicado neste domingo (8) na Folha.

Desde o meio do ano, Bolsonaro incorporou à sua rotina manifestações quase diárias a jornalistas, especialmente em frente ao Palácio da Alvorada, o que aumentou a repercussão de suas declarações.

Foi em um desses episódios, por exemplo, em que fez comentários que contribuíram para uma crise diplomática relacionada às queimadas na Amazônia.

Em novembro, levantamento feito pela Folha mostrou que o presidente dá ao menos uma declaração falsa ou imprecisa a cada quatro dias. Os dados estão reunidos no Bolsonômetro, ferramenta que reúne afirmações do presidente checadas e contextualizadas pela Folha desde o início do mandato.

Na pesquisa desta semana, o Datafolha também questionou os entrevistados sobre como veem as atitudes de Bolsonaro, considerando o cargo que ele ocupa.

Um total de 28% disse que em nenhuma situação ele se comporta como um presidente deveria se comportar, enquanto outros 28% afirmaram que, na maioria das vezes, ele se comporta de acordo com o cargo que ocupa.

Para 25%, em algumas situações ele se comporta adequadamente, mas, na maioria, não. Outros 14% afirmaram que as atitudes são adequadas em “todas as ocasiões”.

Os números são mais favoráveis ao presidente entre entrevistados com 60 anos ou mais ou que tenham renda familiar mensal entre cinco e dez salários mínimos. A aprovação a Bolsonaro nesse item cai entre moradores da região Nordeste.

Continuar lendo

Acre

IBB Recol vence Infra Ford e é campeão da Copa TV Gazeta

Publicado

em

FOTO: REDE SOCIAL

A grande final da Copa TV Gazeta de futsal aconteceu neste sábado (7), no ginásio do Sesi. Os times IBB Recol e Infra Ford disputaram o título transmitido ao vivo pela TV Gazeta.

A disputa foi acirrada, mas IBB levou a melhor, com o placar de 7 a 6, a equipe garantiu o primeiro lugar e levou para casa o troféu e o prêmio de 4 mil reais. O Infra Ford também foi premiado pela conquista do segundo lugar, a equipe saiu da competição com a quantia de 2 mil reais.

Após o jogo foram anunciados os destaques do campeonato. O troféu de melhor goleiro foi para Jeferson do fluminense Bahia e do melhor artilheiro ficou com Tiago Moreira, também do fluminense Bahia.

Além de assistir a um jogaço, os torcedores que levaram um quilo de alimento não perecível ainda participaram do sorteio de brindes. Foram sorteados 1 vale compra no valor de R$ 300,00 do Arasuper, uma camisa Oficial do Atlético Acreano, 1 ano de plano de saúde da Real convênios, entre outros.

Tragetória do IBB

O caminho do IBB Recol até a decisão aconteceu de forma invicta e com 100% de aproveitamento, foram 5 jogos e 5 vitórias. A trajetória começou com o jogo contra o Amigos do Gerson, o jogo de ida foi 7 a 3, e no jogo de volta o placar foi 1 a 0. Nas oitavas de final o adversário foi o Volta Seca, que foi goleado por 9 a 1. Já nas quartas de final a coisa complicou um pouco contra o Acrebet, mas a vitória veio e o jogo terminou em 4 a 3. A semifinal para muitos foi uma final antecipada e os ingredientes desse jogo realmente constataram isso. Foi uma partida bastante emocionante e qualquer um dos times poderia ter saído com a vitória, porém, no final prevaleceu a estrela do time da IBB, eliminando o atual campeão estadual de futsal, placar final 4 a 3.

Além da brilhante campanha nessa Copa, a equipe da Igreja também venceu a segunda divisão do futsal acreano, o que lhe dá o direito de em 2020 participar da série A da competição estadual.

FONTE: A GAZETA.NET 

Continuar lendo
Propaganda
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.