Conecte-se agora

Major Rocha pode ou não ser candidato a prefeito?

Publicado

em

O lançamento precoce -e noticiada em primeira mão pelo ac24horas – da candidatura do Major Rocha a prefeito de Rio Branco criou uma polêmica jurídica. Ele pode ou não tentar a sucessão de Socorro Neri?

O ativista Joabe Lira diz que não: “está impedido por ser governador”, disse Lira. O advogado Felipe Moreno apresenta a LC 64, que abre precedente desde que o vice não assuma a titularidade no período de seis meses antes das eleições. Ou seja: a depender do quadro de alianças e interesses será bem possível ano que vem o Palácio Rio Branco seja mais ocupado por um desembargador de Justiça, caso o presidente da Assembleia Legislativa também decidir candidatar-se.

A Lei Complementar 64/90 citada por Felipe Moreno prevê, em seu artigo 1º, parágrafo 2º, uma regra específica para os vices (vice-presidente, vice-governador e vice-prefeito), segundo a qual eles poderão candidatar-se a outros cargos, preservando seus mandatos, desde que, nos seis meses anteriores ao pleito, não tenham sucedido ou substituído o titular.

Outro advogado, o professor Lauro Fontes, faz referência a essa mesma lei e concorda que Gladson Cameli não precisará fazer nenhuma gambiarra jurídica para fazer do Major Rocha o candidato do Palácio Rio Branco.

De seu lado, os leigos não gostam muito da ideia: “Coitado, não fizeram nada até agora e já estão falando em prefeitura”, disse a moradora de Rio Branco Ray Rodrigues.

Alguns também falam em conspiração: Gladson quer mandar o oficial para longe do governo. O leitor que assina como Sâmio Souza Bolsonaro disse “Gladson querendo se livrar do Rocha a todo custo…”, e Egladson Silva completou: “É assim que se tira do governo um vice que vai dar trabalho por mais 3 anos e meio. Kkkkk kkk: Oferece lhe um cargo de prefeito”.

Propaganda

Destaque 7

Vídeo mostra mulher traída deixando roupas do ex-marido em agência da Caixa, no Bosque

Publicado

em

FONTE: DE OLHO NA NOTÍCIA

Um vídeo amplamente divulgado nas redes sociais na tarde desta quarta-feira, 21, mostra uma mulher indo deixar as roupas do ex-marido no local em que ele teria traído a esposa com uma colega de trabalho. As descrições do vídeo apontam que o local trata-se de uma agência da Caixa Econômica Federal situada no bairro Bosque, em Rio Branco.

Nas imagens, a mulher aparece explicando a situação inusitada aos seguranças da agência e aos curiosos que estavam no banco. Segundo ela, a traição do ex-companheiro com uma colega de trabalho foi descoberta e ela fez questão de ir deixar as roupas do ex em sacos de lixo para a atual. “Agora ele é seu”, disse a mulher.

Veja o vídeo:

Continuar lendo

Destaque 7

Diretor do IMAC tem 15 dias para apresentar informações financeiras à Justiça do Acre

Publicado

em

O atual Diretor-Presidente do Instituto de Meio Ambiente do Acre (IMAC), André Luiz Pereira Hassem, foi notificado pelo Tribunal de Contas do Estado Acre (TCE) por não apresentar o envio dos arquivos referentes ao 6º Bimestre de 2018.

O Tribunal deu o prazo de 15 (quinze) dias, ao atual Diretor do IMAC, para que apresente justificativas quanto ao não envio das informações contábeis, financeiras, orçamentárias e patrimoniais.

O TCE adverte o gestor que “Não sendo oferecida defesa” o gestor estará sujeito a responder processo por revelia. O processo, de nº 132.012, foi publicado na edição do Diário Oficial do TCE, desta quarta-feira (21).

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.